Loading
 
 
 
Loading
 
Igreja lembra 67 anos do ataque da bomba atômica em Hiroshima
Loading
 
6 de Agosto de 2012 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Hiroshima (Segunda-feira, 06-08-2012, Gaudium Press) Nesta segunda-feira, 06 de agosto, acontece o aniversário de 67 anos do ataque da bomba atômica na cidade de Hiroshima, no Japão. Em memória das vítimas deste lamentável acontecimento histórico e em nome da paz, foi concelebrada ontem na Catedral de Hiroshima uma Santa Missa pelo secretário emérito do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, Dom Pier Luigi Celata e pelo arcebispo local Dom Thomas Aquino Maeda.

Na homilia, o secretário emérito do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso falou sobre a coragem e a determinação dos habitantes de Hiroshima, destacando que estas duas qualidades foram determinantes para transfigurar esta página "profundamente obscura da história da humana" e fazer dela "um luminoso ponto de referência no qual nutrem-se a confiança e a esperança de um mundo melhor".

Lembrando os motivos que ocasionaram um acontecimento tão trágico como o de Hiroshima, Dom Celata explicou que no coração de cada ser humano "se esconde a tentação do egoísmo, domínio, abusos e acúmulo de bens, frequentemente por meio de enganos, da violência e da guerra". Neste sentido, o secretário fez um apelo para todos os fiéis e pessoas de boa vontade para que reajam a tal risco, colocando-se a serviço da paz, "alicerçados por valores espirituais das nossas tradições".

A bomba atômica foi jogada pelos Estados Unidos na cidade de Hiroshima no dia 6 de agosto de 1945, durante a 2º Guerra Mundial, e deixou mais de 250 mil mortos e feridos. (BD)

Com informações da Rádio Vaticano.

 

Loading
Igreja lembra 67 anos do ataque da bomba atômica em Hiroshima

Hiroshima (Segunda-feira, 06-08-2012, Gaudium Press) Nesta segunda-feira, 06 de agosto, acontece o aniversário de 67 anos do ataque da bomba atômica na cidade de Hiroshima, no Japão. Em memória das vítimas deste lamentável acontecimento histórico e em nome da paz, foi concelebrada ontem na Catedral de Hiroshima uma Santa Missa pelo secretário emérito do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, Dom Pier Luigi Celata e pelo arcebispo local Dom Thomas Aquino Maeda.

Na homilia, o secretário emérito do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso falou sobre a coragem e a determinação dos habitantes de Hiroshima, destacando que estas duas qualidades foram determinantes para transfigurar esta página "profundamente obscura da história da humana" e fazer dela "um luminoso ponto de referência no qual nutrem-se a confiança e a esperança de um mundo melhor".

Lembrando os motivos que ocasionaram um acontecimento tão trágico como o de Hiroshima, Dom Celata explicou que no coração de cada ser humano "se esconde a tentação do egoísmo, domínio, abusos e acúmulo de bens, frequentemente por meio de enganos, da violência e da guerra". Neste sentido, o secretário fez um apelo para todos os fiéis e pessoas de boa vontade para que reajam a tal risco, colocando-se a serviço da paz, "alicerçados por valores espirituais das nossas tradições".

A bomba atômica foi jogada pelos Estados Unidos na cidade de Hiroshima no dia 6 de agosto de 1945, durante a 2º Guerra Mundial, e deixou mais de 250 mil mortos e feridos. (BD)

Com informações da Rádio Vaticano.

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/39177-Igreja-lembra-67-anos-do-ataque-da-bomba-atomica-em-Hiroshima. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentario
O seu endereco de email nao sera publicado Campos obrigatorios sao marcados *




 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Devemos ser responsáveis como povo de Deus de que os sacerdotes estejam à altura de Cristo em sua ...
 
Já em 1932 Chesterton dizia: “Que Shakespeare foi católico é algo que qualquer católico sente ...
 
Enquanto andavam, um carro de fogo e cavalos de fogo os separaram um do outro, e Elias subiu ao céu ...
 
As Irmãs Beneditinas de Maria, Rainha dos Apóstolos, em Gower, Estados Unidos, lançaram um novo ...
 
Os Bispos declaram que apoiarão os que forem eleitos, mas condicionam este apoio ao respeito dos en ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading