Loading
 
 
 
Loading
 
“Beckmann, toca o violoncelo” – Um concerto para o Papa
Loading
 
9 de Agosto de 2012 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 09-08-2012, Gaudium Press) Entre os compromissos normais das audiências gerais, privadas e preparação para a viagem ao Líbano, o Santo Padre, em sua agenda de verão em Castel Gandolfo, tem sempre noites de música.

No dia 11 de julho passado, a West-Eastern Divan Orchestra ofereceu a Bento XVI um concerto pela festa de São Bento. Na sexta-feira passada vieram seus conterrâneos para uma noite bávara. No próximo sábado será a vez de um outro concerto intitulado "Beckmann toca o violoncelo! Em honra de Deus e para a alegria dos homens!" oferecido pela Cáritas de Ratisbona, na Alemanha.

West-Eastern Divan Orchestra2.jpg
West-Eastern Divan Orchestra

No programa do concerto há várias peças de Ludwig van Beethoven, Felix Mendelssohn-Bartholdy, Gabriel Fauré, Josef Gabriel Rfeinberger, Maurice Ravel, Giovanni Battista Pergolesi, Claudio Monteverdi, Gottfried August Homilius, Johann Pachelbel, e de franz Lehrndorfer; executadas pelo Vokalensemble Cantico de Regensburg, Thomas Beckamnn, violoncelo; Kayoko Matsushita-Beckmann, piano; e Yuko Kasahara, piano.

O título do concerto se refere à pessoa do celebre violoncelista alemão, Thomas Beckmann. O artista, há tantos anos se empenha muito em favor dos mais pobres dos pobres na Alemanha. Fundou uma associação "Gemeinsam gegen Kälte e.V." (Juntos contra o frio) a qual organizou até agora oito turnês no país.Colabora com a Cáritas da Diocese de Ratisbona. Toca em igrejas e salas de concerto, mas sempre dando seu cachê à assistência para os sem teto do lugar.

No concerto de 2010, em Ratisbona, esteve presente também o irmão do Papa, Mons. Georg Ratzinger que ficou muito impressionado. Thomas Beckmann se tornou também amigo de Marcus Weigl que foi corista do famoso coro da Catedral de Ratisbona e por dois anos foi também assistente do maestro de capela da Catedral daquela época, Mons. Georg Ratzinger. Hoje é diretor das relações públicas e encarregado da imprensa, e organizador dos concertos em Ratisbona. No próximo sábado realizará um grande sonho dos dois, o de oferecer um concerto de música clássica ao Papa, um grande amigo e conhecedor. (AA)

Loading
“Beckmann, toca o violoncelo” – Um concerto para o Papa

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 09-08-2012, Gaudium Press) Entre os compromissos normais das audiências gerais, privadas e preparação para a viagem ao Líbano, o Santo Padre, em sua agenda de verão em Castel Gandolfo, tem sempre noites de música.

No dia 11 de julho passado, a West-Eastern Divan Orchestra ofereceu a Bento XVI um concerto pela festa de São Bento. Na sexta-feira passada vieram seus conterrâneos para uma noite bávara. No próximo sábado será a vez de um outro concerto intitulado "Beckmann toca o violoncelo! Em honra de Deus e para a alegria dos homens!" oferecido pela Cáritas de Ratisbona, na Alemanha.

West-Eastern Divan Orchestra2.jpg
West-Eastern Divan Orchestra

No programa do concerto há várias peças de Ludwig van Beethoven, Felix Mendelssohn-Bartholdy, Gabriel Fauré, Josef Gabriel Rfeinberger, Maurice Ravel, Giovanni Battista Pergolesi, Claudio Monteverdi, Gottfried August Homilius, Johann Pachelbel, e de franz Lehrndorfer; executadas pelo Vokalensemble Cantico de Regensburg, Thomas Beckamnn, violoncelo; Kayoko Matsushita-Beckmann, piano; e Yuko Kasahara, piano.

O título do concerto se refere à pessoa do celebre violoncelista alemão, Thomas Beckmann. O artista, há tantos anos se empenha muito em favor dos mais pobres dos pobres na Alemanha. Fundou uma associação "Gemeinsam gegen Kälte e.V." (Juntos contra o frio) a qual organizou até agora oito turnês no país.Colabora com a Cáritas da Diocese de Ratisbona. Toca em igrejas e salas de concerto, mas sempre dando seu cachê à assistência para os sem teto do lugar.

No concerto de 2010, em Ratisbona, esteve presente também o irmão do Papa, Mons. Georg Ratzinger que ficou muito impressionado. Thomas Beckmann se tornou também amigo de Marcus Weigl que foi corista do famoso coro da Catedral de Ratisbona e por dois anos foi também assistente do maestro de capela da Catedral daquela época, Mons. Georg Ratzinger. Hoje é diretor das relações públicas e encarregado da imprensa, e organizador dos concertos em Ratisbona. No próximo sábado realizará um grande sonho dos dois, o de oferecer um concerto de música clássica ao Papa, um grande amigo e conhecedor. (AA)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/39262--ldquo-Beckmann--toca-o-violoncelo-rdquo---ndash--Um-concerto-para-o-Papa. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentario
O seu endereco de email nao sera publicado Campos obrigatorios sao marcados *




 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Dom Orani João Tempesta ressaltou que “a Igreja do Rio de Janeiro tem uma grande responsabilidade ...
 
Dom Urbano Allgayer, Bispo Emérito de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, escreveu um artigo sobre o ...
 
A governante também teve um encontro com o Secretário para as Relações com os Estado, Dom Domini ...
 
O Arcebispo de Singapura, Dom William Goh, advertiu que a Consagração de Singapura à Santíssima ...
 
O purpurado esteve presente na abertura do Núcleo de Estudos de Doutrina Social. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading