Loading
 
 
 
Loading
 
“Beckmann, toca o violoncelo” – Um concerto para o Papa
Loading
 
9 de Agosto de 2012 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 09-08-2012, Gaudium Press) Entre os compromissos normais das audiências gerais, privadas e preparação para a viagem ao Líbano, o Santo Padre, em sua agenda de verão em Castel Gandolfo, tem sempre noites de música.

No dia 11 de julho passado, a West-Eastern Divan Orchestra ofereceu a Bento XVI um concerto pela festa de São Bento. Na sexta-feira passada vieram seus conterrâneos para uma noite bávara. No próximo sábado será a vez de um outro concerto intitulado "Beckmann toca o violoncelo! Em honra de Deus e para a alegria dos homens!" oferecido pela Cáritas de Ratisbona, na Alemanha.

West-Eastern Divan Orchestra2.jpg
West-Eastern Divan Orchestra

No programa do concerto há várias peças de Ludwig van Beethoven, Felix Mendelssohn-Bartholdy, Gabriel Fauré, Josef Gabriel Rfeinberger, Maurice Ravel, Giovanni Battista Pergolesi, Claudio Monteverdi, Gottfried August Homilius, Johann Pachelbel, e de franz Lehrndorfer; executadas pelo Vokalensemble Cantico de Regensburg, Thomas Beckamnn, violoncelo; Kayoko Matsushita-Beckmann, piano; e Yuko Kasahara, piano.

O título do concerto se refere à pessoa do celebre violoncelista alemão, Thomas Beckmann. O artista, há tantos anos se empenha muito em favor dos mais pobres dos pobres na Alemanha. Fundou uma associação "Gemeinsam gegen Kälte e.V." (Juntos contra o frio) a qual organizou até agora oito turnês no país.Colabora com a Cáritas da Diocese de Ratisbona. Toca em igrejas e salas de concerto, mas sempre dando seu cachê à assistência para os sem teto do lugar.

No concerto de 2010, em Ratisbona, esteve presente também o irmão do Papa, Mons. Georg Ratzinger que ficou muito impressionado. Thomas Beckmann se tornou também amigo de Marcus Weigl que foi corista do famoso coro da Catedral de Ratisbona e por dois anos foi também assistente do maestro de capela da Catedral daquela época, Mons. Georg Ratzinger. Hoje é diretor das relações públicas e encarregado da imprensa, e organizador dos concertos em Ratisbona. No próximo sábado realizará um grande sonho dos dois, o de oferecer um concerto de música clássica ao Papa, um grande amigo e conhecedor. (AA)

Loading
“Beckmann, toca o violoncelo” – Um concerto para o Papa

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 09-08-2012, Gaudium Press) Entre os compromissos normais das audiências gerais, privadas e preparação para a viagem ao Líbano, o Santo Padre, em sua agenda de verão em Castel Gandolfo, tem sempre noites de música.

No dia 11 de julho passado, a West-Eastern Divan Orchestra ofereceu a Bento XVI um concerto pela festa de São Bento. Na sexta-feira passada vieram seus conterrâneos para uma noite bávara. No próximo sábado será a vez de um outro concerto intitulado "Beckmann toca o violoncelo! Em honra de Deus e para a alegria dos homens!" oferecido pela Cáritas de Ratisbona, na Alemanha.

West-Eastern Divan Orchestra2.jpg
West-Eastern Divan Orchestra

No programa do concerto há várias peças de Ludwig van Beethoven, Felix Mendelssohn-Bartholdy, Gabriel Fauré, Josef Gabriel Rfeinberger, Maurice Ravel, Giovanni Battista Pergolesi, Claudio Monteverdi, Gottfried August Homilius, Johann Pachelbel, e de franz Lehrndorfer; executadas pelo Vokalensemble Cantico de Regensburg, Thomas Beckamnn, violoncelo; Kayoko Matsushita-Beckmann, piano; e Yuko Kasahara, piano.

O título do concerto se refere à pessoa do celebre violoncelista alemão, Thomas Beckmann. O artista, há tantos anos se empenha muito em favor dos mais pobres dos pobres na Alemanha. Fundou uma associação "Gemeinsam gegen Kälte e.V." (Juntos contra o frio) a qual organizou até agora oito turnês no país.Colabora com a Cáritas da Diocese de Ratisbona. Toca em igrejas e salas de concerto, mas sempre dando seu cachê à assistência para os sem teto do lugar.

No concerto de 2010, em Ratisbona, esteve presente também o irmão do Papa, Mons. Georg Ratzinger que ficou muito impressionado. Thomas Beckmann se tornou também amigo de Marcus Weigl que foi corista do famoso coro da Catedral de Ratisbona e por dois anos foi também assistente do maestro de capela da Catedral daquela época, Mons. Georg Ratzinger. Hoje é diretor das relações públicas e encarregado da imprensa, e organizador dos concertos em Ratisbona. No próximo sábado realizará um grande sonho dos dois, o de oferecer um concerto de música clássica ao Papa, um grande amigo e conhecedor. (AA)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/39262--ldquo-Beckmann--toca-o-violoncelo-rdquo---ndash--Um-concerto-para-o-Papa. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.




 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A Jornada Mundial da Juventude – 2019 será realizada entre os dias 22 e 27 de janeiro, no Panamá ...
 
A cerimônia de beatificação de Takayama Ukon será presidida pelo Prefeito da Congregação Vatic ...
 
Aproveitar a “oportunidade de ouro” que marca a celebração do Ano Jubilar: 250 anos do povo pe ...
 
O Temor de Deus é um dos Dons do Espírito Santo e ele é o princípio da sabedoria. ...
 
O Parlamento convencido da importância da devoção mariana para o país estabeleceu 2017 como o An ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading