Loading
 
 
 
Loading
 
Surpresa e esperança no arquipélago da Indonésia
Loading
 
10 de Janeiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Maumere - Indonésia (Terça-feira, 10-01-2017, Gaudium Press) Um fato deixou o padre Luigi Galvani surpreso: "os Camilianos da Indonésia estão precisando urgentemente de novos espaços para seus jovens religiosos e noviços". Embora "pareça incrível", é a pura realidade.

01Aimages (1).jpg
O Padre Luigi que é missionário em Flores contou ainda para Fides: "Felizmente os Superiores acolheram o pedido e no último dia 22 de dezembro foi abençoada a pedra fundamental do Teologado Camiliano indonésio. A nova casa de formação terá cerca de vinte quartos com banheiros, livraria, capela, refeitório e outros serviços. Trata-se de uma verdadeira benção para a delegação de missionários católicos, e demonstra que "tudo é possível para quem crê".

Atualmente, a Delegação Camiliana de missionários na Indonésia, que se iniciou seu trabalho apostólico em 2009, conta cinco sacerdotes, um professo, dois noviços, cinco pré-noviços e cerca de 50 seminaristas de filosofia.

Além do compromisso da formação, os Camilianos na ilha de Flores prestam serviço pastoral em alguns hospitais da cidade, dirigem o escritório diocesano contra a malária e organizam centros de nutrição para crianças carentes em algumas aldeias da montanha.

Catolicismo na Indonésia

A Igreja Católica na Indonésia representa hoje cerca de 2,7% da população. Eles estão espalhados pelo vasto arquipélago de 17.000 ilhas e formam um grupo de quase cinco milhões de almas. São 34 dioceses as dioceses.

A primeira presença de católicos na Indonésia deu-se historicamente em Pancur, no noroeste de Sumatra, já no século VII.

No século IX, havia chegado a Java. Em 1323 esta assinala-se a pregação de Oderico da Pordenone, em Java, Borneo e Sumatra.

Em 1534 os portugueses levam o Evangelho até as Molucas, que serão visitadas por São Francisco Xavier em 1546.

No ano de 1562 os dominicanos levaram o evangelho até as ilhas de Timor e Flores. As missões eram prósperas e davam esperança.

Mas, a partir de 1596, com a chegada dos holandeses calvinistas, que dominaram sob a força das armas o arquipélago, dominando-o politicamente, o catolicismo foi proibido e perseguido até 1807, quando regressam os missionários católicos e foi criada a primeira Prefeitura Apostólica em Batavia, Jacarta.

Em 1863 as missões de Flores são confiadas aos jesuítas.

Em 1902 nascem novas prefeituras apostólicas. Outros missionários chegam ao arquipélago e vão para Borneo, Sumatra, Nusa Taggara e Flores.

Em 1926 foi ordenado o primeiro sacerdote indonésio e em 1940 foi a sagração do primeiro Bispo.

Em 1950 foi erigida a Nunciatura Apostólica, em Jacarta. A primeira universidade foi fundada em 1955, em Bandung e em 1961 foi estabelecida a hierarquia católica.

O primeiro cardeal indonésio foi criado em 1967 e em 1970 o episcopado emite as primeiras diretrizes que regem a conduta dos católicos na sociedade indonésia. (JSG)

Loading
Surpresa e esperança no arquipélago da Indonésia

Maumere - Indonésia (Terça-feira, 10-01-2017, Gaudium Press) Um fato deixou o padre Luigi Galvani surpreso: "os Camilianos da Indonésia estão precisando urgentemente de novos espaços para seus jovens religiosos e noviços". Embora "pareça incrível", é a pura realidade.

01Aimages (1).jpg
O Padre Luigi que é missionário em Flores contou ainda para Fides: "Felizmente os Superiores acolheram o pedido e no último dia 22 de dezembro foi abençoada a pedra fundamental do Teologado Camiliano indonésio. A nova casa de formação terá cerca de vinte quartos com banheiros, livraria, capela, refeitório e outros serviços. Trata-se de uma verdadeira benção para a delegação de missionários católicos, e demonstra que "tudo é possível para quem crê".

Atualmente, a Delegação Camiliana de missionários na Indonésia, que se iniciou seu trabalho apostólico em 2009, conta cinco sacerdotes, um professo, dois noviços, cinco pré-noviços e cerca de 50 seminaristas de filosofia.

Além do compromisso da formação, os Camilianos na ilha de Flores prestam serviço pastoral em alguns hospitais da cidade, dirigem o escritório diocesano contra a malária e organizam centros de nutrição para crianças carentes em algumas aldeias da montanha.

Catolicismo na Indonésia

A Igreja Católica na Indonésia representa hoje cerca de 2,7% da população. Eles estão espalhados pelo vasto arquipélago de 17.000 ilhas e formam um grupo de quase cinco milhões de almas. São 34 dioceses as dioceses.

A primeira presença de católicos na Indonésia deu-se historicamente em Pancur, no noroeste de Sumatra, já no século VII.

No século IX, havia chegado a Java. Em 1323 esta assinala-se a pregação de Oderico da Pordenone, em Java, Borneo e Sumatra.

Em 1534 os portugueses levam o Evangelho até as Molucas, que serão visitadas por São Francisco Xavier em 1546.

No ano de 1562 os dominicanos levaram o evangelho até as ilhas de Timor e Flores. As missões eram prósperas e davam esperança.

Mas, a partir de 1596, com a chegada dos holandeses calvinistas, que dominaram sob a força das armas o arquipélago, dominando-o politicamente, o catolicismo foi proibido e perseguido até 1807, quando regressam os missionários católicos e foi criada a primeira Prefeitura Apostólica em Batavia, Jacarta.

Em 1863 as missões de Flores são confiadas aos jesuítas.

Em 1902 nascem novas prefeituras apostólicas. Outros missionários chegam ao arquipélago e vão para Borneo, Sumatra, Nusa Taggara e Flores.

Em 1926 foi ordenado o primeiro sacerdote indonésio e em 1940 foi a sagração do primeiro Bispo.

Em 1950 foi erigida a Nunciatura Apostólica, em Jacarta. A primeira universidade foi fundada em 1955, em Bandung e em 1961 foi estabelecida a hierarquia católica.

O primeiro cardeal indonésio foi criado em 1967 e em 1970 o episcopado emite as primeiras diretrizes que regem a conduta dos católicos na sociedade indonésia. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/84683-Surpresa-e-esperanca-no-arquipelago-da-Indonesia. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.




 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A devoção à Senhora de Genazzano cruza o Atlântico: os Arautos do Evangelho são seus grandes de ...
 
Cristóbal, Antônio e Juan foram assassinadas por ódio à fé no México, entre 1527 e 1529. ...
 
“Saber que irmãos nossos, de nossa terra, serão proclamados santos, causa uma profunda alegria n ...
 
“É a nossa fé que nos move a reconhecer Jesus”, declarou o bispo auxiliar, Dom Marcony Ferreir ...
 
Misericórdia: pedra angular na vida de fé, forma concreta de dar visibilidade à ressurreição de ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading