Loading
 
 
 
Loading
 
As hóstias que se conservam milagrosamente há séculos na Itália
Loading
 
20 de Abril de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Itália - Siena (Quinta-feira, 20-04-2017, Gaudium Press) Entre as centenas de milagres Eucarísticos que ocorreram ao longo da história há um que chama a atenção: o ocorrido em Siena no ano de 1730, depois de que alguns ladrões roubaram 351 formas consagradas.

As hóstias que se conservam milagrosamente há séculos na Itália.jpg

O fato ocorreu no dia 14 de agosto desse ano na Basílica de São Francisco da cidade italiana. De acordo com as memórias um tal Macchi, que é citado pelo website 'miracolieucaristici.org', do Servo de Deus Carlo Acutis, depois de três dias, quer dizer, o dia 17 de agosto, todas as 351 hóstias foram encontradas intactas, e de maneira milagrosa, no interior de uma caixa de esmolas no Santuário de Santa Maria em Provegnano.

Foi tão significativo o encontro que todo o povo se congregará para celebrar o milagre que Deus havia permitido. As formas foram imediatamente portadas novamente na Basílica de São Francisco em uma solene procissão na qual se deu Fé da graça outorgada desde os céus.

Mas o verdadeiro acontecimento chegou com o passar dos anos, pois se observou que as hóstias não haviam sofrido nenhuma alteração, como normalmente ocorre naturalmente com o tempo.

Assim corroborou Frei Carlo Vipera, Superior Geral da Ordem Franciscana, no dia 14 de abril de 1780, que decidiu consumir uma das hóstias e viu como ela permanecia fresca e incorrupta. Foi ele quem ordenou que as 230 que ficavam -já que as outras já haviam sido distribuídas para a comunhão-, se guardassem novamente no sacrário, como testemunho do milagre.

Tratando de dar-lhe uma explicação ao fenômeno, em 1789 o então Arcebispo de Siena, Dom Tiberio Borghese, pediu guardar por dez anos algumas formas não consagradas em uma caixa de lata, que foi selada. Ao passar a década, a comissão científica encarregada de abri-la encontrou vermes e fragmentos podres das mesmas.

Anos depois as hóstias consagradas foram examinadas de maneira minuciosa e com instrumentos variados. Investigações que deram sempre as mesmas conclusões: "As sagradas partículas se encontram ainda frescas, intactas, fisicamente incorruptas, quimicamente puras e não apresentam nenhum princípio de corrupção", tal como se destaca em miracolieucaristici.org.

Entre os numerosos estudos realizados, chamou a atenção o que realizou em 1914 Siro Grimaldi, professor da Universidade de Siena e diretor do Laboratório Químico Municipal, com a autorização do Papa São Pio X. O investigador constatou com grande assombro que a conservação singular das hóstias "constituíram um fenômeno singular, palpitante de atualidade que inverte as leis naturais da conservação da matéria orgânica (...) É estranho, surpreendente, é anormal: as leis da natureza se inverteram, o vidro se converteu na sede de cogumelos, o pão ázimo, em troca, se tornou mais refratário que o cristal (...) é um fato único consagrado no anais da ciência", segundo ficou escrito no informe da indagação.

São João Paulo II, em sua visita pastoral a Siena no dia 14 de setembro de 1980, foi testemunha ocular do fenômeno. Ao estar em devota oração diante das hóstias exclamou: "É a Presença!".

Várias são as festividades que se vivem em Siena em torno das sagradas hóstias, entre elas, a solenidade de Corpus Christi, o setembro eucarístico, a adoração eucarística nos dias 17 de cada mês, a oferenda das crianças que fazem a Primeira Comunhão, e a recordação da recuperação das formas a cada 17 de agosto.

No verão as sagradas hóstias serão veneradas na capela Piccolomini, e no inverno na capela Martinozzi. (EPC)

Loading
As hóstias que se conservam milagrosamente há séculos na Itália

Itália - Siena (Quinta-feira, 20-04-2017, Gaudium Press) Entre as centenas de milagres Eucarísticos que ocorreram ao longo da história há um que chama a atenção: o ocorrido em Siena no ano de 1730, depois de que alguns ladrões roubaram 351 formas consagradas.

As hóstias que se conservam milagrosamente há séculos na Itália.jpg

O fato ocorreu no dia 14 de agosto desse ano na Basílica de São Francisco da cidade italiana. De acordo com as memórias um tal Macchi, que é citado pelo website 'miracolieucaristici.org', do Servo de Deus Carlo Acutis, depois de três dias, quer dizer, o dia 17 de agosto, todas as 351 hóstias foram encontradas intactas, e de maneira milagrosa, no interior de uma caixa de esmolas no Santuário de Santa Maria em Provegnano.

Foi tão significativo o encontro que todo o povo se congregará para celebrar o milagre que Deus havia permitido. As formas foram imediatamente portadas novamente na Basílica de São Francisco em uma solene procissão na qual se deu Fé da graça outorgada desde os céus.

Mas o verdadeiro acontecimento chegou com o passar dos anos, pois se observou que as hóstias não haviam sofrido nenhuma alteração, como normalmente ocorre naturalmente com o tempo.

Assim corroborou Frei Carlo Vipera, Superior Geral da Ordem Franciscana, no dia 14 de abril de 1780, que decidiu consumir uma das hóstias e viu como ela permanecia fresca e incorrupta. Foi ele quem ordenou que as 230 que ficavam -já que as outras já haviam sido distribuídas para a comunhão-, se guardassem novamente no sacrário, como testemunho do milagre.

Tratando de dar-lhe uma explicação ao fenômeno, em 1789 o então Arcebispo de Siena, Dom Tiberio Borghese, pediu guardar por dez anos algumas formas não consagradas em uma caixa de lata, que foi selada. Ao passar a década, a comissão científica encarregada de abri-la encontrou vermes e fragmentos podres das mesmas.

Anos depois as hóstias consagradas foram examinadas de maneira minuciosa e com instrumentos variados. Investigações que deram sempre as mesmas conclusões: "As sagradas partículas se encontram ainda frescas, intactas, fisicamente incorruptas, quimicamente puras e não apresentam nenhum princípio de corrupção", tal como se destaca em miracolieucaristici.org.

Entre os numerosos estudos realizados, chamou a atenção o que realizou em 1914 Siro Grimaldi, professor da Universidade de Siena e diretor do Laboratório Químico Municipal, com a autorização do Papa São Pio X. O investigador constatou com grande assombro que a conservação singular das hóstias "constituíram um fenômeno singular, palpitante de atualidade que inverte as leis naturais da conservação da matéria orgânica (...) É estranho, surpreendente, é anormal: as leis da natureza se inverteram, o vidro se converteu na sede de cogumelos, o pão ázimo, em troca, se tornou mais refratário que o cristal (...) é um fato único consagrado no anais da ciência", segundo ficou escrito no informe da indagação.

São João Paulo II, em sua visita pastoral a Siena no dia 14 de setembro de 1980, foi testemunha ocular do fenômeno. Ao estar em devota oração diante das hóstias exclamou: "É a Presença!".

Várias são as festividades que se vivem em Siena em torno das sagradas hóstias, entre elas, a solenidade de Corpus Christi, o setembro eucarístico, a adoração eucarística nos dias 17 de cada mês, a oferenda das crianças que fazem a Primeira Comunhão, e a recordação da recuperação das formas a cada 17 de agosto.

No verão as sagradas hóstias serão veneradas na capela Piccolomini, e no inverno na capela Martinozzi. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/86773-As-hostias-que-se-conservam-milagrosamente-ha-seculos-na-Italia. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.




 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Em Fátima, a Virgem pediu: arrependimento, conversão, oração e penitência. ...
 
Ao dar testemunho do sofrimento dos cristãos, este relatório traz luz sobre a perseguição e reco ...
 
As considerações sobre a beleza não são meras especulações, mas podem ser utilíssimas. ...
 
A intenção é apresentar o amor de Nosso Senhor Jesus Cristo como a marca distintiva da proposta c ...
 
O novenário será inspirado no tema “Sagrado Coração de Jesus, fonte de vida e santidade”. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading