Loading
 
 
 
Loading
 
"Oferecimento da Vida", novo critério para beatificações e canonizações
Loading
 
12 de Julho de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 12-07-2017, Gaudium Press) Para ter já uma aplicação imediata, a Sala de Imprensa da Santa Sé tornou público um Motu Proprio (documento assinado pelo próprio Papa) do Papa Francisco que estabelece novo critério para as beatificações e canonizações: o oferecimento da vida.

Oferecimento da Vida, novo critério para beatificações e canonizações.jpg

O decreto apresenta a "oferta da vida" como novo modelo jurídico para a abertura de processos de beatificação e canonização, distinto do "martírio" e do reconhecimento das "virtudes heroicas".

Este documento dá continuidade aos debates tidos quando da Assembleia Plenária da Congregação para as Causas dos Santos realizada setembro de 2016, e amplia, portanto, as possibilidades de inquéritos ao estabelecer critérios canônicos precisos.

"Maiorem hac dilectionem"

"Maiorem hac dilectionem" é o título latino dado ao novo Motu Proprio de Francisco: "Não há nada maior que doar a vida por amor".
Ele se inspira no texto do Evangelho segundo São João: "Não há maior amor que doar sua vida aos amigos".

Esta noção de oferta da vida pode abrir o caminho para a beatificação e a canonização de pessoas que não tenham sido mortas por "ódio à Fé", propriamente dita, mas que tenham dado sua vida a serviço da caridade.

Critérios

De acordo com a carta apostólica em forma de "Motu Proprio" (documento assinado pelo próprio Papa), a "oferta da vida" tem de acontecer "de forma livre e voluntária" e corresponder a uma "heroica aceitação por caridade de uma morte certa e a curto prazo".

Os critérios apontados pelo documento divulgado pela Sala de Imprensa da Santa Sé indicam também a necessária ligação entre a "oferta da vida" e a "morte prematura" e o exercício das "virtudes cristãs antes de dar a vida".

A "existência de fama de santidade" depois da morte e a "necessidade de um milagre para a beatificação, ocorrido depois da morte do Servo de Deus e por sua intercessão" são outras duas condições para a santidade de quem dá a vida.

Quarto caminho

Oferecimento da Vida, novo critério para beatificações e canonizações (2).jpgA "oferta da vida" é o quarto caminho para os processos de canonização, que a partir de hoje se junta ao martírio, ao exercício das "virtudes heroicas" e à canonização "equipolente" (aquela que é feita por decisão explícita do Papa).

Os processos de canonização que se incluem na categoria da "oferta da vida" seguem as normas dos casos das virtudes heroicas, começando primeiro na fase diocesana, com a recolha de documentação relativa ao candidato, a que se segue a fase romana, onde os processos são avaliados na Congregação para as Causas dos Santos, de acordo com a legislação da Santa Sé e as alterações introduzidas pelo Papa Francisco e publicadas no dia 3 de março de 2016.

O documento pontifício, que entrou em vigor no mesmo dia da promulgação, define como "dignos de especial consideração e honra aqueles cristãos que, seguindo mais de perto as pegadas e os ensinamentos do Senhor Jesus, ofereceram de forma voluntária e livremente a vida pelos outros" perseverando "até à morte neste propósito".

Aliás, prossegue o motu proprio, "a oferta heroica da vida, sugerida e apoiada pela caridade, exprime uma verdadeira, plena e exemplar imitação de Cristo e, portanto, merece aquela admiração que a comunidade dos fiéis costuma reservar a quantos de maneira voluntária aceitaram o martírio de sangue e exerceram de modo heroico as virtudes cristãs".

Com o "parecer favorável" manifestado pela Congregação para as Causas dos Santos, na sessão plenária de 27 de setembro de 2016, o Papa estabelece os critérios a serem seguidos na ação processual.

O secretário da Congregação para as Causas dos Santos, D. Marcello Bartolucci, explica ao jornal do Vaticano que o Papa abriu uma "quarta via", porque as precedentes não pareciam "suficientes para interpretar todos os possíveis casos de santidade canonizável".

Canonização de um Santo

A canonização representa, na Igreja Católica, a confirmação, por parte da Igreja, que um fiel católico é digno de culto público universal e de ser dado aos fiéis como intercessor e modelo de santidade.

O processo tem uma primeira etapa na diocese em que faleceu o fiel católico; a segunda etapa tem lugar em Roma, onde se examina toda a documentação enviada pelo bispo diocesano.

Após exame da documentação efetuada pelos teólogos e especialistas, compete ao Papa declarar a heroicidade das virtudes/oferta da vida/martírio, a autenticidade dos milagres, a beatificação e a canonização. (JSG)

Loading
"Oferecimento da Vida", novo critério para beatificações e canonizações

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 12-07-2017, Gaudium Press) Para ter já uma aplicação imediata, a Sala de Imprensa da Santa Sé tornou público um Motu Proprio (documento assinado pelo próprio Papa) do Papa Francisco que estabelece novo critério para as beatificações e canonizações: o oferecimento da vida.

Oferecimento da Vida, novo critério para beatificações e canonizações.jpg

O decreto apresenta a "oferta da vida" como novo modelo jurídico para a abertura de processos de beatificação e canonização, distinto do "martírio" e do reconhecimento das "virtudes heroicas".

Este documento dá continuidade aos debates tidos quando da Assembleia Plenária da Congregação para as Causas dos Santos realizada setembro de 2016, e amplia, portanto, as possibilidades de inquéritos ao estabelecer critérios canônicos precisos.

"Maiorem hac dilectionem"

"Maiorem hac dilectionem" é o título latino dado ao novo Motu Proprio de Francisco: "Não há nada maior que doar a vida por amor".
Ele se inspira no texto do Evangelho segundo São João: "Não há maior amor que doar sua vida aos amigos".

Esta noção de oferta da vida pode abrir o caminho para a beatificação e a canonização de pessoas que não tenham sido mortas por "ódio à Fé", propriamente dita, mas que tenham dado sua vida a serviço da caridade.

Critérios

De acordo com a carta apostólica em forma de "Motu Proprio" (documento assinado pelo próprio Papa), a "oferta da vida" tem de acontecer "de forma livre e voluntária" e corresponder a uma "heroica aceitação por caridade de uma morte certa e a curto prazo".

Os critérios apontados pelo documento divulgado pela Sala de Imprensa da Santa Sé indicam também a necessária ligação entre a "oferta da vida" e a "morte prematura" e o exercício das "virtudes cristãs antes de dar a vida".

A "existência de fama de santidade" depois da morte e a "necessidade de um milagre para a beatificação, ocorrido depois da morte do Servo de Deus e por sua intercessão" são outras duas condições para a santidade de quem dá a vida.

Quarto caminho

Oferecimento da Vida, novo critério para beatificações e canonizações (2).jpgA "oferta da vida" é o quarto caminho para os processos de canonização, que a partir de hoje se junta ao martírio, ao exercício das "virtudes heroicas" e à canonização "equipolente" (aquela que é feita por decisão explícita do Papa).

Os processos de canonização que se incluem na categoria da "oferta da vida" seguem as normas dos casos das virtudes heroicas, começando primeiro na fase diocesana, com a recolha de documentação relativa ao candidato, a que se segue a fase romana, onde os processos são avaliados na Congregação para as Causas dos Santos, de acordo com a legislação da Santa Sé e as alterações introduzidas pelo Papa Francisco e publicadas no dia 3 de março de 2016.

O documento pontifício, que entrou em vigor no mesmo dia da promulgação, define como "dignos de especial consideração e honra aqueles cristãos que, seguindo mais de perto as pegadas e os ensinamentos do Senhor Jesus, ofereceram de forma voluntária e livremente a vida pelos outros" perseverando "até à morte neste propósito".

Aliás, prossegue o motu proprio, "a oferta heroica da vida, sugerida e apoiada pela caridade, exprime uma verdadeira, plena e exemplar imitação de Cristo e, portanto, merece aquela admiração que a comunidade dos fiéis costuma reservar a quantos de maneira voluntária aceitaram o martírio de sangue e exerceram de modo heroico as virtudes cristãs".

Com o "parecer favorável" manifestado pela Congregação para as Causas dos Santos, na sessão plenária de 27 de setembro de 2016, o Papa estabelece os critérios a serem seguidos na ação processual.

O secretário da Congregação para as Causas dos Santos, D. Marcello Bartolucci, explica ao jornal do Vaticano que o Papa abriu uma "quarta via", porque as precedentes não pareciam "suficientes para interpretar todos os possíveis casos de santidade canonizável".

Canonização de um Santo

A canonização representa, na Igreja Católica, a confirmação, por parte da Igreja, que um fiel católico é digno de culto público universal e de ser dado aos fiéis como intercessor e modelo de santidade.

O processo tem uma primeira etapa na diocese em que faleceu o fiel católico; a segunda etapa tem lugar em Roma, onde se examina toda a documentação enviada pelo bispo diocesano.

Após exame da documentação efetuada pelos teólogos e especialistas, compete ao Papa declarar a heroicidade das virtudes/oferta da vida/martírio, a autenticidade dos milagres, a beatificação e a canonização. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/88505--Oferecimento-da-Vida---novo-criterio-para-beatificacoes-e-canonizacoes. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.




 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O novo Museu da Bíblia tem por objetivo dar a conhecer as várias nuances das Sagradas Escrituras, ...
 
O projeto tem por objetivo colocar em valor tudo o que for relacionado com a história e a arte da C ...
 
A agência turística que fizer publicidade para estes destinos em suas promoções ou em outras pub ...
 
Esta proposta de peregrinação recebeu no ano passado por volta de 900 mil visitantes. ...
 
Enquanto a Eucaristia alivia a fome e a sede de quem se aproxima dela, quanto mais se deseja e se re ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading