Loading
 
 
 
Loading
 
Dom Rino Fisichella comenta a Peregrinação Internacional de agosto em Fátima
Loading
 
15 de Agosto de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Fátima - Portugal (Terça-feira, 15-08-2017, Gaudium Press) Dom Rino Fisichella, presidente do Conselho Pontifício para a Nova Evangelização afirmou em Fátima, durante a Peregrinação Internacional de agosto que está confiante numa resolução rápida do processo de canonização da Irmã Lúcia de Jesus, a terceira vidente de Fátima.

Dom Rino Fisichella comenta a Peregrinação Internacional de agosto em Fátima

Disse Dom Rino Fisichela: "Estamos confiantes que rapidamente também a Serva de Deus, irmã Lúcia, possa receber o reconhecimento que lhe é devido e assim também na santidade os três pastorinhos estejam reunidos como outrora".

Palavras do presidente da quarta peregrinação internacional

O Arcebispo iniciou assinalando que os pastorinhos Francisco e Jacinta Marto "são santos para toda a igreja". "A fé e a palavra do Papa atestam que eles estão no paraíso de onde intercedem por nós", acrescentou o arcebispo italiano.

O presidente do Conselho Pontifício para a Nova Evangelização realçou o exemplo dos pastorinhos que foram "objeto de escárnio, de dúvidas, violência gratuita", mas a "simplicidade" da sua narrativa e a sinceridade das suas pobres vidas "conquistaram o coração de tantas pessoas".

Instrumentos de Nossa Senhora

"Maria, a mãe de Deus serviu-se deles para nos fazer chegar o pedido de oração. Nestes dias estamos aqui na Capelinha diante dos olhos amorosos da linda Senhora vestida de branco para rezar".

O tema desta quarta peregrinação do Ano do Centenário é ‘Santa Maria, Mãe de Deus'.

Peçamos, disse Dom Fisichella, aos pastorinhos Francisco e Jacinta Marto e Lúcia a "graça de aprender cada dia a rezar sem nos iludirmos de já o sabemos fazer".

Esta é a segunda vez que o Arcebispo está na Cova da Iria depois de ter sido nomeado responsável pelo setor dos santuários na Igreja e depois de ter acompanhado a peregrinação do Papa Francisco nos dias 12 e 13 de maio.

"Já passaram cem anos, mas aqui nada mudou. A grandiosidade do santuário modificou a fisionomia do espaço de oração. A Cova da Iria está transformada, mas tanto no passado como hoje viemos aqui para rezar à Virgem", destacou o arcebispo.

Dom Antônio Marto

Na Capelinha das Aparições, o bispo de Leiria-Fátima explicou que a peregrinação é "um momento privilegiado" para fazer a experiência "da ternura e da misericórdia da mãe".

Para ele, "o peregrino de Fátima traz consigo anseios pessoais e íntimos e traz também os problemas e dramas do mundo".

O bispo diocesano, Dom Antônio Marto, pediu que tivessem como "especial intenção" as vítimas dos incêndios, quem os combate, a paz no Médio Oriente e "os cristãos perseguidos na Nigéria e na República Centro Africana".

Peregrinação do Migrante e do Refugiado

O encontro da Quarta Peregrinação Internacional é também conhecido como a peregrinação do Migrante e do Refugiado e realizou-se durante a 45ª Semana Nacional de Migrações 2017 que teve como tema ‘Acolher o futuro - Novas gerações migrantes são o amanhã da humanidade'.

O Serviço de Peregrinos do Santuário de Fátima, em nota de imprensa, anunciou que se inscreveram na Peregrinação Aniversária de agosto: 158 grupos num total de 13912 peregrinos de diversos países da Europa, África, Ásia e América. (JSG)

Loading
Dom Rino Fisichella comenta a Peregrinação Internacional de agosto em Fátima

Fátima - Portugal (Terça-feira, 15-08-2017, Gaudium Press) Dom Rino Fisichella, presidente do Conselho Pontifício para a Nova Evangelização afirmou em Fátima, durante a Peregrinação Internacional de agosto que está confiante numa resolução rápida do processo de canonização da Irmã Lúcia de Jesus, a terceira vidente de Fátima.

Dom Rino Fisichella comenta a Peregrinação Internacional de agosto em Fátima

Disse Dom Rino Fisichela: "Estamos confiantes que rapidamente também a Serva de Deus, irmã Lúcia, possa receber o reconhecimento que lhe é devido e assim também na santidade os três pastorinhos estejam reunidos como outrora".

Palavras do presidente da quarta peregrinação internacional

O Arcebispo iniciou assinalando que os pastorinhos Francisco e Jacinta Marto "são santos para toda a igreja". "A fé e a palavra do Papa atestam que eles estão no paraíso de onde intercedem por nós", acrescentou o arcebispo italiano.

O presidente do Conselho Pontifício para a Nova Evangelização realçou o exemplo dos pastorinhos que foram "objeto de escárnio, de dúvidas, violência gratuita", mas a "simplicidade" da sua narrativa e a sinceridade das suas pobres vidas "conquistaram o coração de tantas pessoas".

Instrumentos de Nossa Senhora

"Maria, a mãe de Deus serviu-se deles para nos fazer chegar o pedido de oração. Nestes dias estamos aqui na Capelinha diante dos olhos amorosos da linda Senhora vestida de branco para rezar".

O tema desta quarta peregrinação do Ano do Centenário é ‘Santa Maria, Mãe de Deus'.

Peçamos, disse Dom Fisichella, aos pastorinhos Francisco e Jacinta Marto e Lúcia a "graça de aprender cada dia a rezar sem nos iludirmos de já o sabemos fazer".

Esta é a segunda vez que o Arcebispo está na Cova da Iria depois de ter sido nomeado responsável pelo setor dos santuários na Igreja e depois de ter acompanhado a peregrinação do Papa Francisco nos dias 12 e 13 de maio.

"Já passaram cem anos, mas aqui nada mudou. A grandiosidade do santuário modificou a fisionomia do espaço de oração. A Cova da Iria está transformada, mas tanto no passado como hoje viemos aqui para rezar à Virgem", destacou o arcebispo.

Dom Antônio Marto

Na Capelinha das Aparições, o bispo de Leiria-Fátima explicou que a peregrinação é "um momento privilegiado" para fazer a experiência "da ternura e da misericórdia da mãe".

Para ele, "o peregrino de Fátima traz consigo anseios pessoais e íntimos e traz também os problemas e dramas do mundo".

O bispo diocesano, Dom Antônio Marto, pediu que tivessem como "especial intenção" as vítimas dos incêndios, quem os combate, a paz no Médio Oriente e "os cristãos perseguidos na Nigéria e na República Centro Africana".

Peregrinação do Migrante e do Refugiado

O encontro da Quarta Peregrinação Internacional é também conhecido como a peregrinação do Migrante e do Refugiado e realizou-se durante a 45ª Semana Nacional de Migrações 2017 que teve como tema ‘Acolher o futuro - Novas gerações migrantes são o amanhã da humanidade'.

O Serviço de Peregrinos do Santuário de Fátima, em nota de imprensa, anunciou que se inscreveram na Peregrinação Aniversária de agosto: 158 grupos num total de 13912 peregrinos de diversos países da Europa, África, Ásia e América. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/89246-Dom-Rino-Fisichella-comenta-a-Peregrinacao-Internacional-de-agosto-em-Fatima. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.




 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Ela parece ser a única sobrevivente das que foram plantadas por São Martinho de Porres há 400 ano ...
 
O prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, está realizando uma visita pastoral a ...
 
A finalidade do encontro é o de “viver um novo Pentecostes” como resposta ao desafio de ser uma ...
 
O Arcebispo Dom Fernando Saburido presidiu a missa em ação de graças pelos 60 anos do Movimento n ...
 
Inspirado no tema “Somos Missionários”, o evento contará ainda com a presença dos bispos auxi ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading