Loading
 
 
 
Loading
 
Invocações do Senhor e Nossa Senhora dos Milagres são celebradas pelos argentinos
Loading
 
18 de Setembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Salta - Argentina (Segunda-feira, 18-09-2017, Gaudium Press) Com o tríduo do milagre a Arquidiocese de Salta começaram as celebrações em honra ao Senhor e a Nossa Senhora dos Milagres, cuja solenidade ocorreu no dia 15 de setembro. Os três dias de homenagens começaram no dia 13 com os tributos à Santíssima Virgem dos Milagres, e a Missa estacional ocorrida na Catedral Basílica de Salta às 10h; além da procissão de penitência das 20h30.

Invocações do Senhor e Nossa Senhora dos Milagres são celebradas pelos argentinos 1.jpg

No dia 14, festa da Exaltação da Santa Cruz, se celebraram sucessivas eucaristias desde a parte da manhã até a tarde, mas a missa estacional às 10h. Fechando com uma vigília de oração na Catedral e Santuário.

A Eucaristia central deste dia foi presidida por Dom Ernesto Giobando, SJ, Bispo Auxiliar de Buenos Aires, e concelebrada por Dom Mario Antonio Cargnello, Arcebispo de Salta; além de Dom Martín Elizalde, Bispo Emérito de Nueve de Julio; e Dom Ángel Francisco Caraballo, Bispo Auxiliar de Maracaibo, Venezuela.

"A Igreja nos convida a contemplar mais uma vez a Jesus Cristo posto na Cruz e, ao contemplar ao Senhor crucificado, pedimos a graça de poder entender o que é a sabedoria da Cruz (...) não apenas entender, mas animar-nos a vivê-la, como Jesus nos ensina: 'O que quiser seguir-me que carregue sua Cruz e me siga (...) O que era uma ferramenta de tortura, o lugar onde os condenados padeciam, os que pagavam por suas culpas, se converte para nós em fonte de salvação", disse Dom Giobando durante a homilia, segundo cita AICA.

O prelado disse também que chegou a Salta "como um peregrino, porque necessito receber do Senhor e da Virgem dos Milagres as graças e dar-lhe graças também. Porque seu amor é inquebrantável, e sua fidelidade dura para sempre".

Invocações do Senhor e Nossa Senhora dos Milagres são celebradas pelos argentinos 2.jpg

As solenidades tiveram como momento auge a festa do Senhor do Milagres na última sexta-feira, 15, com a Missa estacional que presidiu Dom César Daniel Fernández, Bispo de Jujuy. O prelado assinalou durante a homilia que a solenidade de Nosso Senhor dos Milagres "nos coloque com todo realismo diante do mistério de seu infinito amor por cada um de nós, que somos seu povo".

"Mais uma vez o povo reconhece e agradecer o amor de seu Senhor e manifesta seu compromisso de corresponder a este amor, renovando o pacto de fidelidade pela qual nós queremos ser sempre seus como Ele é nosso", acrescentou Dom Fernández.

Precisamente, às 18h30 ocorreu a procissão e renovação do pacto de fidelidade a Jesus dos Milagres, sob a voz do pastor da cidade, o Arcebispo de Salta, Dom Cargnello. Uma tradição que ocorre desde 1692.

Foi aquele ano, um setembro, quando intensos terremotos sacudiram parte do que hoje é Salta, e se originou a devoção ao Senhor do Milagres. Conta a história que esse 1692 o então Padre José Carrión, pediu tirar às ruas uma imagem de Cristo Crucificado que um século atrás havia chegado ao templo procedente da Espanha, mas que havia ficado no esquecimento.

Dizem que com este gesto de fazer visível ao Crucificado pelas ruas cessaram os movimentos telúricos, e que ao regressar ao templo, que haviam participado naquela procissão, vieram como a imagem de Nossa Senhora era a única que havia permanecido intacta.

Desde esse momento ambas imagens, a do Senhor e a da Virgem dos Milagres, saem à Catedral de Salta, em memória do sucesso. (EPC)

Loading
Invocações do Senhor e Nossa Senhora dos Milagres são celebradas pelos argentinos

Salta - Argentina (Segunda-feira, 18-09-2017, Gaudium Press) Com o tríduo do milagre a Arquidiocese de Salta começaram as celebrações em honra ao Senhor e a Nossa Senhora dos Milagres, cuja solenidade ocorreu no dia 15 de setembro. Os três dias de homenagens começaram no dia 13 com os tributos à Santíssima Virgem dos Milagres, e a Missa estacional ocorrida na Catedral Basílica de Salta às 10h; além da procissão de penitência das 20h30.

Invocações do Senhor e Nossa Senhora dos Milagres são celebradas pelos argentinos 1.jpg

No dia 14, festa da Exaltação da Santa Cruz, se celebraram sucessivas eucaristias desde a parte da manhã até a tarde, mas a missa estacional às 10h. Fechando com uma vigília de oração na Catedral e Santuário.

A Eucaristia central deste dia foi presidida por Dom Ernesto Giobando, SJ, Bispo Auxiliar de Buenos Aires, e concelebrada por Dom Mario Antonio Cargnello, Arcebispo de Salta; além de Dom Martín Elizalde, Bispo Emérito de Nueve de Julio; e Dom Ángel Francisco Caraballo, Bispo Auxiliar de Maracaibo, Venezuela.

"A Igreja nos convida a contemplar mais uma vez a Jesus Cristo posto na Cruz e, ao contemplar ao Senhor crucificado, pedimos a graça de poder entender o que é a sabedoria da Cruz (...) não apenas entender, mas animar-nos a vivê-la, como Jesus nos ensina: 'O que quiser seguir-me que carregue sua Cruz e me siga (...) O que era uma ferramenta de tortura, o lugar onde os condenados padeciam, os que pagavam por suas culpas, se converte para nós em fonte de salvação", disse Dom Giobando durante a homilia, segundo cita AICA.

O prelado disse também que chegou a Salta "como um peregrino, porque necessito receber do Senhor e da Virgem dos Milagres as graças e dar-lhe graças também. Porque seu amor é inquebrantável, e sua fidelidade dura para sempre".

Invocações do Senhor e Nossa Senhora dos Milagres são celebradas pelos argentinos 2.jpg

As solenidades tiveram como momento auge a festa do Senhor do Milagres na última sexta-feira, 15, com a Missa estacional que presidiu Dom César Daniel Fernández, Bispo de Jujuy. O prelado assinalou durante a homilia que a solenidade de Nosso Senhor dos Milagres "nos coloque com todo realismo diante do mistério de seu infinito amor por cada um de nós, que somos seu povo".

"Mais uma vez o povo reconhece e agradecer o amor de seu Senhor e manifesta seu compromisso de corresponder a este amor, renovando o pacto de fidelidade pela qual nós queremos ser sempre seus como Ele é nosso", acrescentou Dom Fernández.

Precisamente, às 18h30 ocorreu a procissão e renovação do pacto de fidelidade a Jesus dos Milagres, sob a voz do pastor da cidade, o Arcebispo de Salta, Dom Cargnello. Uma tradição que ocorre desde 1692.

Foi aquele ano, um setembro, quando intensos terremotos sacudiram parte do que hoje é Salta, e se originou a devoção ao Senhor do Milagres. Conta a história que esse 1692 o então Padre José Carrión, pediu tirar às ruas uma imagem de Cristo Crucificado que um século atrás havia chegado ao templo procedente da Espanha, mas que havia ficado no esquecimento.

Dizem que com este gesto de fazer visível ao Crucificado pelas ruas cessaram os movimentos telúricos, e que ao regressar ao templo, que haviam participado naquela procissão, vieram como a imagem de Nossa Senhora era a única que havia permanecido intacta.

Desde esse momento ambas imagens, a do Senhor e a da Virgem dos Milagres, saem à Catedral de Salta, em memória do sucesso. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/89960-Invocacoes-do-Senhor-e-Nossa-Senhora-dos-Milagres-sao-celebradas-pelos-argentinos. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.




 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

“É um momento de alegria profunda para a Arquidiocese, para a Igreja toda, porque mais uma vez ma ...
 
A festa em honra à Guadalupana contou com a presença de um considerável número de mexicanos, al ...
 
O bispo Dom João Wilk refletiu com os ordenados o trecho bíblico do Evangelista São João, “Já ...
 
José Cruz, cobrou dos jovens maior participação no inquérito preparatório do próximo Sínodo d ...
 
Atualmente, a capela abriga 23 afrescos do artista plástico romeno Emeric Marcier, refugiado no Bra ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading