Loading
 
 
 
Loading
 
Missa do Papa em Mianmar deverá ter 300 mil fiéis, diz Cardeal Maung Bo
Loading
 
17 de Outubro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Yangon - Mianmar (Terça-feira, 17-10-2017, Gaudium Press) De acordo com o governo e os dados da ONU referentes a 2016, Mianmar possui uma população de 51 milhões de habitantes. Deles 88,9% são budistas, 6,3% cristãos, 2,3% são muçulmanos, 0,5% hindus, 0,8% animistas, 0,2% outros (Sikhs, Confucionistas, Fé Bahá'í e Zoroastrians) e 0,11 % não tem nenhuma religião.

17-10Missa do Papa em Mianmar deverá ter 300 mil fiéis, diz cardeal Bo.jpg

Desses 51 milhões de habitantes, os católicos formam um pequeno contingente de 700 mil fiéis que estão distribuídos em 16 dioceses católicas.

O Cardeal Charles Maug Bo, arcebispo de Yangon tem esperanças de que cerca de 300 mil pessoas deverão participar da missa a ser presidida pelo Papa Francisco em Yangon, no dia 29 de novembro, no campo de esportes de Kyaikasan. Foi o que ele assegurou no domingo, 15 de outubro.

A celebração Eucarística será aberta a todos, porém, antes do evento, será necessário fazer um registro oficial junto aos organizadores.

Entusiasmo

Segundo o Cardeal Maug Bo, o país está entusiasmado por poder ter a presença do Pontífice que estará no território de Mianmar entre os dias 27 e 30 de novembro. De acordo com suas palavras, deverão vir visitantes também do vizinho Bangladesh.

O Cardeal Arcebispo de Yangon ainda informou que "Alguns dias atrás, tivemos uma série de reuniões com todos os bispos de 16 dioceses, em Yangon, para finalizar e trabalhar nos detalhes da visita papal".

O país está entusiasmado, disse, vários comitês estão sendo formados para uma melhor preparação e acolhida da histórica visita do Santo Padre a este país da Ásia do Sul. O Sede do Arcebispado, onde o Papa ficará nas três noites em que estará no país, foi pintado de branco e ganhou um novo aspecto para a ocasião.

Na agenda do Papa está programada a visita a Aung San Suu Kyi, que é Conselheira Estadual (um cargo semelhante a um Primeiro-Ministro) e o encontro com o Corpo Diplomático e autoridades civis e militares.
Deverá haver também um encontro com líderes religiosos e reuniões com Bispos, sacerdotes, religiosos e lideranças leigas do país.
Durante sua permanência cheia de compromissos em Myanmar, o Santo Padre terá sempre a seu lado a companhia do Cardeal Bo.

Está também programado que o Papa vai presidir uma celebração na Catedral de Santa Maria, próxima ao Arcebispado.
(JSG)

 

Loading
Missa do Papa em Mianmar deverá ter 300 mil fiéis, diz Cardeal Maung Bo

Yangon - Mianmar (Terça-feira, 17-10-2017, Gaudium Press) De acordo com o governo e os dados da ONU referentes a 2016, Mianmar possui uma população de 51 milhões de habitantes. Deles 88,9% são budistas, 6,3% cristãos, 2,3% são muçulmanos, 0,5% hindus, 0,8% animistas, 0,2% outros (Sikhs, Confucionistas, Fé Bahá'í e Zoroastrians) e 0,11 % não tem nenhuma religião.

17-10Missa do Papa em Mianmar deverá ter 300 mil fiéis, diz cardeal Bo.jpg

Desses 51 milhões de habitantes, os católicos formam um pequeno contingente de 700 mil fiéis que estão distribuídos em 16 dioceses católicas.

O Cardeal Charles Maug Bo, arcebispo de Yangon tem esperanças de que cerca de 300 mil pessoas deverão participar da missa a ser presidida pelo Papa Francisco em Yangon, no dia 29 de novembro, no campo de esportes de Kyaikasan. Foi o que ele assegurou no domingo, 15 de outubro.

A celebração Eucarística será aberta a todos, porém, antes do evento, será necessário fazer um registro oficial junto aos organizadores.

Entusiasmo

Segundo o Cardeal Maug Bo, o país está entusiasmado por poder ter a presença do Pontífice que estará no território de Mianmar entre os dias 27 e 30 de novembro. De acordo com suas palavras, deverão vir visitantes também do vizinho Bangladesh.

O Cardeal Arcebispo de Yangon ainda informou que "Alguns dias atrás, tivemos uma série de reuniões com todos os bispos de 16 dioceses, em Yangon, para finalizar e trabalhar nos detalhes da visita papal".

O país está entusiasmado, disse, vários comitês estão sendo formados para uma melhor preparação e acolhida da histórica visita do Santo Padre a este país da Ásia do Sul. O Sede do Arcebispado, onde o Papa ficará nas três noites em que estará no país, foi pintado de branco e ganhou um novo aspecto para a ocasião.

Na agenda do Papa está programada a visita a Aung San Suu Kyi, que é Conselheira Estadual (um cargo semelhante a um Primeiro-Ministro) e o encontro com o Corpo Diplomático e autoridades civis e militares.
Deverá haver também um encontro com líderes religiosos e reuniões com Bispos, sacerdotes, religiosos e lideranças leigas do país.
Durante sua permanência cheia de compromissos em Myanmar, o Santo Padre terá sempre a seu lado a companhia do Cardeal Bo.

Está também programado que o Papa vai presidir uma celebração na Catedral de Santa Maria, próxima ao Arcebispado.
(JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/90577-Missa-do-Papa-em-Mianmar-devera-ter-300-mil-fieis--diz-Cardeal-Maung-Bo-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.




 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Os monges relatam a história de seu encontro com Deus e os desafios de iniciar uma nova vida confia ...
 
Myanmar tem 50 milhões de habitantes. Destes, por volta de 1 por cento são cristãos. ...
 
“Esta data é a festa das (religiosas) contemplativas”, explicou a Madre Priora, Sor Marie Gemma ...
 
A comemoração mariana é uma das mais importantes da cidade espanhola com a participação de devo ...
 
A comunidade religiosa não conta com recursos suficientes para assumir a onerosa obrigação. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading