Loading
 
 
 
Loading
 
Papa Francisco em Audiência à União Apostolica do Clero: servir a Igreja particular com dedicação
Loading
 
16 de Novembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 16-11-2017, Gaudium Press) Setenta participantes da Assembleia da Confederação Internacional da União Apostólica do Clero foram recebidos em Audiência pelo Papa Francisco, hoje, na Sala do Consistório, no Vaticano.

Saudando os membros desse organismo, o Papa cumprimentou também os representantes, ali presentes, da União Apostólica dos Leigos.

A assembleia da Confederação Internacional da União Apostólica do Clero focaliza-se no papel dos pastores na Igreja particular. Nessa releitura, a chave hermenêutica é a espiritualidade diocesana que é espiritualidade de comunhão, segundo a comunhão Trinitária.

Segundo o Papa, a pessoa se torna especialista de espiritualidade de comunhão graças à conversão a Cristo, à abertura para a ação de seu Espírito, e ao acolhimento dos irmãos:
"A fecundidade do apostolado não depende somente das atividades e dos esforços organizacionais, que são necessários, mas em primeiro lugar depende da ação divina."

Dia Mundial de Oração pela Santificação do Clero

O Papa lembrou que o Dia Mundial de Oração pela Santificação do Clero, celebrado todos os anos na Festa do Sagrado Coração de Jesus, é uma ocasião propícia para implorar a Deus o dom de ministros zelosos e santos para a sua Igreja:

"Para realizar esse ideal de santidade, todo ministro ordenado é chamado a seguir o exemplo do Bom Pastor que dá a vida por suas ovelhas. Unido ao caminho de espiritualidade está o compromisso na ação pastoral a serviço do povo de Deus, visível nos dias de hoje e na concretude da Igreja local: os pastores são chamados a ser ‘servos sábios e fiéis' que imitam o Senhor, servindo e imergindo-se na vida das comunidades, compreendendo a história e vivendo as alegrias e tristezas, as expectativas e esperanças do rebanho que lhes foi confiado."

"...uma Igreja particular tem um rosto, ritmos e escolhas concretas"

"Uma Igreja particular tem um rosto, ritmos e escolhas concretas. Deve ser servida com dedicação todos os dias, testemunhando a sintonia e a unidade vivida e criada com o bispo. O caminho pastoral da comunidade local tem como ponto de referência imprescindível o plano pastoral das dioceses", afirmou o Santo Padre.

Comunhão e missão: dinâmicas correlativas

Para o Papa, o sacerdote se torna ministro "para servir a própria Igreja particular, na docilidade ao Espírito Santo e ao próprio bispo e em colaboração com os outros presbíteros, mas com a consciência de faze parte da Igreja universal que vai além dos confins da própria diocese e do próprio país".

Francisco ainda afirmou durante a Audiência aos participantes da Assembleia da Confederação Internacional da União Apostólica do Clero que a missionariedade é uma prioridade da Igreja.

Para o Papa, isso é assim, "sobretudo para a pessoa ordenada que é chamada a exercer o ministério numa comunidade por sua natureza missionária, e a ser educadora. A missão não é uma escolha individual, mas uma escolha da Igreja particular que se torna protagonista na comunicação do Evangelho a todos os povos". (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com Informações RV)

 

Loading
Papa Francisco em Audiência à União Apostolica do Clero: servir a Igreja particular com dedicação

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 16-11-2017, Gaudium Press) Setenta participantes da Assembleia da Confederação Internacional da União Apostólica do Clero foram recebidos em Audiência pelo Papa Francisco, hoje, na Sala do Consistório, no Vaticano.

Saudando os membros desse organismo, o Papa cumprimentou também os representantes, ali presentes, da União Apostólica dos Leigos.

A assembleia da Confederação Internacional da União Apostólica do Clero focaliza-se no papel dos pastores na Igreja particular. Nessa releitura, a chave hermenêutica é a espiritualidade diocesana que é espiritualidade de comunhão, segundo a comunhão Trinitária.

Segundo o Papa, a pessoa se torna especialista de espiritualidade de comunhão graças à conversão a Cristo, à abertura para a ação de seu Espírito, e ao acolhimento dos irmãos:
"A fecundidade do apostolado não depende somente das atividades e dos esforços organizacionais, que são necessários, mas em primeiro lugar depende da ação divina."

Dia Mundial de Oração pela Santificação do Clero

O Papa lembrou que o Dia Mundial de Oração pela Santificação do Clero, celebrado todos os anos na Festa do Sagrado Coração de Jesus, é uma ocasião propícia para implorar a Deus o dom de ministros zelosos e santos para a sua Igreja:

"Para realizar esse ideal de santidade, todo ministro ordenado é chamado a seguir o exemplo do Bom Pastor que dá a vida por suas ovelhas. Unido ao caminho de espiritualidade está o compromisso na ação pastoral a serviço do povo de Deus, visível nos dias de hoje e na concretude da Igreja local: os pastores são chamados a ser ‘servos sábios e fiéis' que imitam o Senhor, servindo e imergindo-se na vida das comunidades, compreendendo a história e vivendo as alegrias e tristezas, as expectativas e esperanças do rebanho que lhes foi confiado."

"...uma Igreja particular tem um rosto, ritmos e escolhas concretas"

"Uma Igreja particular tem um rosto, ritmos e escolhas concretas. Deve ser servida com dedicação todos os dias, testemunhando a sintonia e a unidade vivida e criada com o bispo. O caminho pastoral da comunidade local tem como ponto de referência imprescindível o plano pastoral das dioceses", afirmou o Santo Padre.

Comunhão e missão: dinâmicas correlativas

Para o Papa, o sacerdote se torna ministro "para servir a própria Igreja particular, na docilidade ao Espírito Santo e ao próprio bispo e em colaboração com os outros presbíteros, mas com a consciência de faze parte da Igreja universal que vai além dos confins da própria diocese e do próprio país".

Francisco ainda afirmou durante a Audiência aos participantes da Assembleia da Confederação Internacional da União Apostólica do Clero que a missionariedade é uma prioridade da Igreja.

Para o Papa, isso é assim, "sobretudo para a pessoa ordenada que é chamada a exercer o ministério numa comunidade por sua natureza missionária, e a ser educadora. A missão não é uma escolha individual, mas uma escolha da Igreja particular que se torna protagonista na comunicação do Evangelho a todos os povos". (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com Informações RV)

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

“Vocês foram escolhidos por Cristo para realizar a obra que ele deseja”, disse Dom Wilson Tadeu ...
 
O tema do Encontro de Bispos será : “Os jovens na Igreja: presença efetiva e transformadora”. ...
 
São Marcos entusiasmou a multidão com suas pregações o que levou todo o povo a pedir que ele esc ...
 
“Foi uma enorme honra e prazer ter minha música interpretada nesse lugar”, expressou MacMillan. ...
 
"Pacem in terris”, este será o tema do 60º Encontro Internacional de Militares pela Paz. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading