Loading
 
 
 
Loading
 
Papa almoça com indígenas em Araucanía
Loading
 
17 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Temuco - Chile (Quarta-feira, 17-01-2018, Gaudium Press) Em sua viagem ao Chile, na cidade de Temuco, nesta quarta-feira, o Papa Francisco almoçou com oito membros da comunidade indígena mapuche, na Casa ‘Madre de la Santa Cruz', em Araucanía.

O almoço foi realizado depois que o Papa falou em sua homilia durante a Missa no aeroporto de Maquehue dos atentados aos direitos humanos cometidos contra os indígenas em território chileno.

Araucanía

A Araucania fica em uma das regiões mais pobres do Chile. Nela existe um secular conflito territorial que envolve o povo de etnia mapuche e o Governo.

Os indígenas fazem apelos de maior assistência tanto no campo social quanto no campo humano. Pedem uma nova lei de demarcação de terras e medidas que favoreçam a proteção das florestas e impeçam acordos que abrem a porta a multinacionais estrangeiras para a construção de centrais hidro eléctricas.

A situação reclamada pelos indígenas tem, em várias ocasiões, trazido atritos que degeneram em situações de violência, de parte a parte.

Participantes do almoço

Não eram só indígenas os convivas do Papa.
Estiveram participando do almoço com o Papa 11 representantes de diferentes comunidades chilenas.

Entre os convidados de Francisco estava presente uma mulher da região de Malleco que foi vítima de violência. Almoçaram com o Papa também um imigrante haitiano e um homem descendente de colonos germano-suíços.

Dom Héctor Eduardo Vargas Bastidas, Bispo de Temuco acompanhava o Papa durante o almoço.

Logo após o almoço o Pontífice rezou por alguns minutos na capela da Casa ‘Madre de la Santa Cruz', que pertence a um instituto religioso feminino fundado em 1844 e que acolhe atualmente cerca de 40 monjas e ainda alguns outros religiosos doentes e debilitados. (JSG)

 

Loading
Papa almoça com indígenas em Araucanía

Temuco - Chile (Quarta-feira, 17-01-2018, Gaudium Press) Em sua viagem ao Chile, na cidade de Temuco, nesta quarta-feira, o Papa Francisco almoçou com oito membros da comunidade indígena mapuche, na Casa ‘Madre de la Santa Cruz', em Araucanía.

O almoço foi realizado depois que o Papa falou em sua homilia durante a Missa no aeroporto de Maquehue dos atentados aos direitos humanos cometidos contra os indígenas em território chileno.

Araucanía

A Araucania fica em uma das regiões mais pobres do Chile. Nela existe um secular conflito territorial que envolve o povo de etnia mapuche e o Governo.

Os indígenas fazem apelos de maior assistência tanto no campo social quanto no campo humano. Pedem uma nova lei de demarcação de terras e medidas que favoreçam a proteção das florestas e impeçam acordos que abrem a porta a multinacionais estrangeiras para a construção de centrais hidro eléctricas.

A situação reclamada pelos indígenas tem, em várias ocasiões, trazido atritos que degeneram em situações de violência, de parte a parte.

Participantes do almoço

Não eram só indígenas os convivas do Papa.
Estiveram participando do almoço com o Papa 11 representantes de diferentes comunidades chilenas.

Entre os convidados de Francisco estava presente uma mulher da região de Malleco que foi vítima de violência. Almoçaram com o Papa também um imigrante haitiano e um homem descendente de colonos germano-suíços.

Dom Héctor Eduardo Vargas Bastidas, Bispo de Temuco acompanhava o Papa durante o almoço.

Logo após o almoço o Pontífice rezou por alguns minutos na capela da Casa ‘Madre de la Santa Cruz', que pertence a um instituto religioso feminino fundado em 1844 e que acolhe atualmente cerca de 40 monjas e ainda alguns outros religiosos doentes e debilitados. (JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/92516--Papa-almoca-com-indigenas-em-Araucania. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Papa autorizou a promulgação dos decretos relativos às virtudes heroicas de 12 servos de Deus. ...
 
Os prelados recordaram que receber a aula de religião é um direito fundamental reconhecido pela Co ...
 
Mais de 2 mil pessoas, além de dezenas de sacerdotes, participaram do evento realizado no municípi ...
 
Com um chicote, Jesus expulsou todos do Templo: "Não façais da casa de meu Pai uma casa de com ...
 
A iniciativa pretende estimular os fiéis a vivenciarem um processo contínuo de preparação para a ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading