Loading
 
 
 
Loading
 
Igreja Católica na Angola obtêm permissão de radiodifusão nacional
Loading
 
22 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Angola - Luanda (Segunda-feira, 22-01-2018, Gaudium Press) A Igreja Católica na Angola conseguiu obter uma permissão de radiodifusão nacional para a 'Rádio Ecclesia', a emissora da Conferência Episcopal, após décadas de controvérsia e numerosos obstáculos burocráticos. O sinal da 'Rádio Ecclesia' poderá superar seus atuais limites de cidade capital de Luanda em um fato que representa o fim de "uma longa injustiça", segundo expressou o porta-voz da Conferência Episcopal de Angola, Dom José Manuel Imbaba.

Igreja Católica na Angola obtêm permissão de radiodifusão nacional.jpg

"Damos as boas vindas à decisão do Presidente da República e o felicitamos por essa valentia política", indicou o porta-voz, segundo informou 'Signis'. "Agora cabe a nós arregaçar as mangas e fazer o que é certo para que a voz da Igreja seja ouvida em todo o país". Em uma coletiva de imprensa, o presidente anunciou sua decisão, sustentada na confiança de que a Igreja Católica lhe inspira. "Esta é a rádio de uma Igreja que consideramos séria. Ampliar a difusão nos ajudará, possivelmente, a superar a proliferação de seitas que tem aparecido em nosso país nos últimos anos".

A concessão da permissão se destaca como uma conquista notável pois os Bispos assumiram posições críticas contra o governo, especialmente em problemas como a corrupção administrativa. A possibilidade de transmitir 'Radio Ecclesia' para todo o país "é talvez a maior vitória da Igreja na Angola nos últimos tempos", explicou o Padre Tony Neves, Provincial português dos Padres do Espírito Santo, ao 'The Tablet'. "O rádio ainda é o principal modo de comunicação e a expansão das transmissões da 'Ecclesia' significa que uma série de valores, incluindo a liberdade de expressão, poderá circular pelo país. Pastoralmente é muito importante para a Igreja, mas é ainda mais importante para o povo de Angola".

Tendo sido uma colônia portuguesa, Angola recebeu a Fé Católica em 1491 com a chegada dos primeiros missionários. O primeiro assentamento do país foi a hoje capital Luanda, fundada em 1575. Desde aquele ano tem se registrado um notável crescimento da Igreja que chegou a ter os seus primeiros 20 mil membros em 1590. Atualmente, calcula-se que quase dez milhões de cidadãos (56% da população total) professam a Fé Católica no país. (EPC)

Loading
Igreja Católica na Angola obtêm permissão de radiodifusão nacional

Angola - Luanda (Segunda-feira, 22-01-2018, Gaudium Press) A Igreja Católica na Angola conseguiu obter uma permissão de radiodifusão nacional para a 'Rádio Ecclesia', a emissora da Conferência Episcopal, após décadas de controvérsia e numerosos obstáculos burocráticos. O sinal da 'Rádio Ecclesia' poderá superar seus atuais limites de cidade capital de Luanda em um fato que representa o fim de "uma longa injustiça", segundo expressou o porta-voz da Conferência Episcopal de Angola, Dom José Manuel Imbaba.

Igreja Católica na Angola obtêm permissão de radiodifusão nacional.jpg

"Damos as boas vindas à decisão do Presidente da República e o felicitamos por essa valentia política", indicou o porta-voz, segundo informou 'Signis'. "Agora cabe a nós arregaçar as mangas e fazer o que é certo para que a voz da Igreja seja ouvida em todo o país". Em uma coletiva de imprensa, o presidente anunciou sua decisão, sustentada na confiança de que a Igreja Católica lhe inspira. "Esta é a rádio de uma Igreja que consideramos séria. Ampliar a difusão nos ajudará, possivelmente, a superar a proliferação de seitas que tem aparecido em nosso país nos últimos anos".

A concessão da permissão se destaca como uma conquista notável pois os Bispos assumiram posições críticas contra o governo, especialmente em problemas como a corrupção administrativa. A possibilidade de transmitir 'Radio Ecclesia' para todo o país "é talvez a maior vitória da Igreja na Angola nos últimos tempos", explicou o Padre Tony Neves, Provincial português dos Padres do Espírito Santo, ao 'The Tablet'. "O rádio ainda é o principal modo de comunicação e a expansão das transmissões da 'Ecclesia' significa que uma série de valores, incluindo a liberdade de expressão, poderá circular pelo país. Pastoralmente é muito importante para a Igreja, mas é ainda mais importante para o povo de Angola".

Tendo sido uma colônia portuguesa, Angola recebeu a Fé Católica em 1491 com a chegada dos primeiros missionários. O primeiro assentamento do país foi a hoje capital Luanda, fundada em 1575. Desde aquele ano tem se registrado um notável crescimento da Igreja que chegou a ter os seus primeiros 20 mil membros em 1590. Atualmente, calcula-se que quase dez milhões de cidadãos (56% da população total) professam a Fé Católica no país. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/92636-Igreja-Catolica-na-Angola-obtem-permissao-de-radiodifusao-nacional. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Papa autorizou a promulgação dos decretos relativos às virtudes heroicas de 12 servos de Deus. ...
 
Os prelados recordaram que receber a aula de religião é um direito fundamental reconhecido pela Co ...
 
Mais de 2 mil pessoas, além de dezenas de sacerdotes, participaram do evento realizado no municípi ...
 
Com um chicote, Jesus expulsou todos do Templo: "Não façais da casa de meu Pai uma casa de com ...
 
A iniciativa pretende estimular os fiéis a vivenciarem um processo contínuo de preparação para a ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading