Loading
 
 
 
Loading
 
Milhares de uruguaios participam de romaria ao Santuário de Verdún
Loading
 
20 de Abril de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Uruguai - Montevidéu (Sexta-feira, 20-04-2018, Gaudium Press) "Caminhemos em família com Maria", este é o lema com o qual milhares de uruguaios peregrinam ao monte do Verdún para venerar Nossa Senhora. A romaria, uma das festas marianas mais importantes do Uruguai, começou oficialmente no sábado 14 de abril, ao marcar o início de dez dias de festa, que se estenderá até o dia 23 de abril.

Milhares de uruguaios participam de romaria à Nossa Senhora de Verdún.jpg

"Desde o dia 14 de abril e até o dia 23, se oferecem distintas propostas para os que peregrinem a este Santuário. No dia 19 de abril será a celebração central que congregará, como cada ano, a milhares de pessoas. O último ano acudiram a venerar Nossa Senhora uns 100 mil peregrinos", indicou a Conferência Episcopal Uruguaia (CEU) em nota de imprensa.

Devido a grande afluência de fiéis que o Santuário recebe a cada ano, desde 1901 -quando começou esta peregrinação-, a Conferência Episcopal Uruguaia, mediante decreto de 15 de abril de 2010, designou este santo lugar como Santuário Nacional de Nossa Senhora de Verdún.

Está situado no monte mais elevado da cidade de Minas, no Uruguai, contando com um monte uma Via Sacra, uma Capela e uma casa de retiros.

O Santuário deve seu nome ao primeiro habitante do lugar -antes um monte despovoado- chamado João Batista Berdum, que era de origem francesa. Sua relação com Nossa Senhora ocorreu no ano 1900, quando o terreno era de propriedade de Dom Pedro Dardayete. Naquela época o Padre De Luca, que era sacerdote de Minas, pediu permissão para colocar no topo da montanha uma preciosa imagem de Maria Imaculada.

O pedido foi bem acolhido pelo então Arcebispo de Montevidéu, Dom Mariano Soler, que em 21 de abril de 1901 abençoou sobre o alto do pedestal que sustentava a imagem mariana. Um acontecimento que por então reuniu cerca de 3 mil peregrinos, sendo a primeira romaria ocorrida ali; a mesma que hoje chega a reunir 100 mil peregrinos.

Alguns anos depois, em 1906, o Arcebispo solicitou ao arquiteto Cayetano Bringas, a realização do projeto do Monumento à Nossa Senhora. Este propõem três grandes pilares que representariam as três virtudes teologais da Fé, a esperança e a caridade.

Naquele ano se colocou a pedra fundamental do monumento que hoje constitui o Santuário Nacional de Nossa Senhora de Verdún. (EPC)

Loading
Milhares de uruguaios participam de romaria ao Santuário de Verdún

Uruguai - Montevidéu (Sexta-feira, 20-04-2018, Gaudium Press) "Caminhemos em família com Maria", este é o lema com o qual milhares de uruguaios peregrinam ao monte do Verdún para venerar Nossa Senhora. A romaria, uma das festas marianas mais importantes do Uruguai, começou oficialmente no sábado 14 de abril, ao marcar o início de dez dias de festa, que se estenderá até o dia 23 de abril.

Milhares de uruguaios participam de romaria à Nossa Senhora de Verdún.jpg

"Desde o dia 14 de abril e até o dia 23, se oferecem distintas propostas para os que peregrinem a este Santuário. No dia 19 de abril será a celebração central que congregará, como cada ano, a milhares de pessoas. O último ano acudiram a venerar Nossa Senhora uns 100 mil peregrinos", indicou a Conferência Episcopal Uruguaia (CEU) em nota de imprensa.

Devido a grande afluência de fiéis que o Santuário recebe a cada ano, desde 1901 -quando começou esta peregrinação-, a Conferência Episcopal Uruguaia, mediante decreto de 15 de abril de 2010, designou este santo lugar como Santuário Nacional de Nossa Senhora de Verdún.

Está situado no monte mais elevado da cidade de Minas, no Uruguai, contando com um monte uma Via Sacra, uma Capela e uma casa de retiros.

O Santuário deve seu nome ao primeiro habitante do lugar -antes um monte despovoado- chamado João Batista Berdum, que era de origem francesa. Sua relação com Nossa Senhora ocorreu no ano 1900, quando o terreno era de propriedade de Dom Pedro Dardayete. Naquela época o Padre De Luca, que era sacerdote de Minas, pediu permissão para colocar no topo da montanha uma preciosa imagem de Maria Imaculada.

O pedido foi bem acolhido pelo então Arcebispo de Montevidéu, Dom Mariano Soler, que em 21 de abril de 1901 abençoou sobre o alto do pedestal que sustentava a imagem mariana. Um acontecimento que por então reuniu cerca de 3 mil peregrinos, sendo a primeira romaria ocorrida ali; a mesma que hoje chega a reunir 100 mil peregrinos.

Alguns anos depois, em 1906, o Arcebispo solicitou ao arquiteto Cayetano Bringas, a realização do projeto do Monumento à Nossa Senhora. Este propõem três grandes pilares que representariam as três virtudes teologais da Fé, a esperança e a caridade.

Naquele ano se colocou a pedra fundamental do monumento que hoje constitui o Santuário Nacional de Nossa Senhora de Verdún. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/94681-Milhares-de-uruguaios-participam-de-romaria-ao-Santuario-de-Verdun. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Mantendo a tradição, há mais de 80 anos as ruas são enfeitadas formando grandes tapetes colorido ...
 
A visita ocorreu por ocasião da “Sexta-feira da Misericórdia”, iniciativa lançada pelo Pontí ...
 
Maria Santíssima: Ela é a inefável Luz que brilha no Céu anunciando a vitória de Deus sobre a H ...
 
Na ocasião se reunirão os diretores nacionais das OMP provenientes de todos os continentes, junto ...
 
Além de ser o dia dedicado à Nossa Senhora Auxiliadora, neste ano de 2018 se completaram 150 anos ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading