Loading
 
 
 
Loading
 
Carência de vocações sacerdotais no Japão preocupam o Papa, afirma Cardeal Filoni
Loading
 
29 de Setembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Tóquio - Japão (Sexta-feira, 29-09-2017, Gaudium Press) Em sua visita ao Japão, o Cardeal Fernando Filoni, prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos conversou com os seminaristas que estudam em Tóquio, manifestando que o Papa Francisco tem se preocupado com a carência de vocações sacerdotais no país.

Carência de vocações sacerdotais no Japão preocupam o Papa, afirma Cardeal Filoni.JPG

"Enquanto seus sacerdotes, que até hoje dão sua vida pela Igreja, envelhecem, não se vê uma retomada vocacional adequada. Gostaria que também vocês alunos tivessem consciência de que o futuro da Igreja depende também da generosa doação de vocês a Deus", alertou o purpurado.

Nesse sentido, o Cardeal reconheceu que uma cidade moderna e cheia de oportunidades como Tóquio pode colocar os seminaristas numa "situação de contraposição entre os valores do Evangelho e os valores do mundo", e os convidou a concentrar a reflexão sobre três "sinais proféticos" que acompanham a vida sacerdotal como doação de si e do seguimento de Cristo: a pobreza voluntária, o celibato do coração e do corpo e a obediência.

Tratando do espírito da pobreza cristã, o prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos recordou que todos os bens, tanto materiais quanto espirituais ou morais, "são como a água do mar e nós somos como um barco. Vivendo no mundo, não podemos separar-nos deles completamente, mas se mergulhamos totalmente na posse destes, nossa vida afunda, naufraga".

Já ao abordar o celibato, o purpurado ressaltou que este "tem um significado fundamentalmente escatológico" e Jesus o indica como estado de vida escolhido por amor e pelo reino de Deus: "Com o chamado à vida consagrada a Cristo no celibato", explicou, "vocês são chamados a viver na cultura do provisório, mas como testemunhas do amor autêntico, que jamais é provisório".

"Embora a maior parte dos membros da sociedade presuma que o amor eterno é impossível, todos, na verdade, têm sede de um amor incondicional e duradouro. Vocês, com sua vida autêntica, mostram na sociedade japonesa que o verdadeiro amor, em Cristo, é sempre perpétuo, fiel e generoso", concluiu. (EPC)

Loading
Carência de vocações sacerdotais no Japão preocupam o Papa, afirma Cardeal Filoni

Tóquio - Japão (Sexta-feira, 29-09-2017, Gaudium Press) Em sua visita ao Japão, o Cardeal Fernando Filoni, prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos conversou com os seminaristas que estudam em Tóquio, manifestando que o Papa Francisco tem se preocupado com a carência de vocações sacerdotais no país.

Carência de vocações sacerdotais no Japão preocupam o Papa, afirma Cardeal Filoni.JPG

"Enquanto seus sacerdotes, que até hoje dão sua vida pela Igreja, envelhecem, não se vê uma retomada vocacional adequada. Gostaria que também vocês alunos tivessem consciência de que o futuro da Igreja depende também da generosa doação de vocês a Deus", alertou o purpurado.

Nesse sentido, o Cardeal reconheceu que uma cidade moderna e cheia de oportunidades como Tóquio pode colocar os seminaristas numa "situação de contraposição entre os valores do Evangelho e os valores do mundo", e os convidou a concentrar a reflexão sobre três "sinais proféticos" que acompanham a vida sacerdotal como doação de si e do seguimento de Cristo: a pobreza voluntária, o celibato do coração e do corpo e a obediência.

Tratando do espírito da pobreza cristã, o prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos recordou que todos os bens, tanto materiais quanto espirituais ou morais, "são como a água do mar e nós somos como um barco. Vivendo no mundo, não podemos separar-nos deles completamente, mas se mergulhamos totalmente na posse destes, nossa vida afunda, naufraga".

Já ao abordar o celibato, o purpurado ressaltou que este "tem um significado fundamentalmente escatológico" e Jesus o indica como estado de vida escolhido por amor e pelo reino de Deus: "Com o chamado à vida consagrada a Cristo no celibato", explicou, "vocês são chamados a viver na cultura do provisório, mas como testemunhas do amor autêntico, que jamais é provisório".

"Embora a maior parte dos membros da sociedade presuma que o amor eterno é impossível, todos, na verdade, têm sede de um amor incondicional e duradouro. Vocês, com sua vida autêntica, mostram na sociedade japonesa que o verdadeiro amor, em Cristo, é sempre perpétuo, fiel e generoso", concluiu. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/90189-Carencia-de-vocacoes-sacerdotais-no-Japao-preocupam-o-Papa--afirma-Cardeal-Filoni. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A pintora Carmen Parra, que disse que é importante preservar a arte sacra após os terremotos, pois ...
 
São números que demonstram o grande interesse na Jornada que se desenvolverá na Cidade do Panamá ...
 
Na conclusão dos Exercícios Espirituais de Ariccia, Papa Francisco agradece ao Pe. Tolentino. ...
 
"Esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei". Veja como essa tocante súplica foi prontamente ...
 
Aprofundar o conhecimento de Fátima, descobrir sua Mensagem: fonte de espiritualidade para viver fe ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading