Loading
 
 
 
Loading
 
JMJ 2019 será o maior investimento turístico do Panamá
Loading
 
3 de Outubro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Panamá - Panamá (Terça-feira, 03-10-2017, Gaudium Press) Foi concluído no Panamá o Primeiro Congresso Latino-americano de Pastoral de Turismo, iniciativa organizada pelo Conselho Episcopal Latino-americano (CELAM), em união com a Arquidiocese do Panamá, e a Universidade Católica Santa Maria La Antigua (USMA), em cujas instalações ocorreram os diferentes encontros.

Celebrado de 25 à 29 de setembro o evento abordou temas como: Turismo, Peregrinação e Desenvolvimento Sustentável, Turismo e Igreja, a Pastoral do Turismo na América Latina, experiências de peregrinação, rotas religiosas, e, de modo especial, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e seu potencial evangelizador, como também de investimento.

Sobre este tema se referiu Dom Francisco Froján Madero, da Secretária de Estado do Vaticano para América Central, um dos convidados especiais do Congresso, que manifestou que a JMJ 2019 mais que um desafio, representa o maior investimento turístico do Panamá, segundo citou a organização do evento mundial em coletiva de imprensa publicada em seu website.

JMJ 2019 será o maior investimento turístico do Panamá.jpg

Indicou que durante o evento, que ocorrerá em janeiro de 2019, a atenção do mundo estará centrada no Panamá, já que onde chega o Papa Francisco milhares de jornalistas viajam para o lugar. Além disso, o encontro mundial "é a oportunidade de posicionar o país como destino turístico", acrescentou.

O representante da Secretaria de Estado do Vaticano tomou como exemplo a recente visita apostólica que o Santo Padre realizou à Colômbia, onde as cifras demonstraram o potencial de inversão que traz para um país a visita de um Pontífice. De acordo com Dom Froján, é necessário olhar para Medellín, cidade colombiana pela qual o Sucessor de Pedro passou um dia. Ali se investiram 2 milhões de dólares, mas se arrecadaram por volta de 22 milhões.

Sobre o tema também falou Víctor Chang, Secretário Executivo do Comitê Organizador Local da JMJ do Panamá, que disse que o grande evento "moverá a economia de maneira importante", segundo cita a nota de imprensa.

Por sua vez, o Padre João Chagas, do Departamento da Juventude do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida - organismo vaticano que tem a cargo à animação da JMJ -, ao apresentar a conferência "A JMJ de 2019: uma oportunidade para o continente", disse que o Panamá, só com a realização do evento massivo, estará no circuito turístico religioso, razão pela qual o turismo se fortalecerá, e se poderá experimentar outras maneiras para desenvolvê-lo.

Assim ocorreu com os países que acolheram o evento mundial. Como sucedeu com a JMJ do Rio de Janeiro que recebeu mais pessoas que o Mundial de Futebol e os Jogos Olímpicos, trazendo grandes benefícios econômicos para o país.

Além disso, na JMJ de Cracóvia por volta de um milhão de jovens gastaram 37 dólares diários nos eventos centrais da Jornada, segundo menciona a nota de imprensa emitida pelo website da JMJ do Panamá.

Mas não apenas haverá benefícios econômicos, com a JMJ também é uma grande oportunidade de evangelização, ao mostrar a riqueza da Fé e a devoção católica do Panamá.

O congresso foi inaugurado na segunda-feira, 25 de setembro, pelo Arcebispo do Panamá, Dom José Domingo Ulloa e a embaixadora do Panamá junto à Santa Sé, Miroslava Rosa Vargas. (EPC)

Loading
JMJ 2019 será o maior investimento turístico do Panamá

Cidade do Panamá - Panamá (Terça-feira, 03-10-2017, Gaudium Press) Foi concluído no Panamá o Primeiro Congresso Latino-americano de Pastoral de Turismo, iniciativa organizada pelo Conselho Episcopal Latino-americano (CELAM), em união com a Arquidiocese do Panamá, e a Universidade Católica Santa Maria La Antigua (USMA), em cujas instalações ocorreram os diferentes encontros.

Celebrado de 25 à 29 de setembro o evento abordou temas como: Turismo, Peregrinação e Desenvolvimento Sustentável, Turismo e Igreja, a Pastoral do Turismo na América Latina, experiências de peregrinação, rotas religiosas, e, de modo especial, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e seu potencial evangelizador, como também de investimento.

Sobre este tema se referiu Dom Francisco Froján Madero, da Secretária de Estado do Vaticano para América Central, um dos convidados especiais do Congresso, que manifestou que a JMJ 2019 mais que um desafio, representa o maior investimento turístico do Panamá, segundo citou a organização do evento mundial em coletiva de imprensa publicada em seu website.

JMJ 2019 será o maior investimento turístico do Panamá.jpg

Indicou que durante o evento, que ocorrerá em janeiro de 2019, a atenção do mundo estará centrada no Panamá, já que onde chega o Papa Francisco milhares de jornalistas viajam para o lugar. Além disso, o encontro mundial "é a oportunidade de posicionar o país como destino turístico", acrescentou.

O representante da Secretaria de Estado do Vaticano tomou como exemplo a recente visita apostólica que o Santo Padre realizou à Colômbia, onde as cifras demonstraram o potencial de inversão que traz para um país a visita de um Pontífice. De acordo com Dom Froján, é necessário olhar para Medellín, cidade colombiana pela qual o Sucessor de Pedro passou um dia. Ali se investiram 2 milhões de dólares, mas se arrecadaram por volta de 22 milhões.

Sobre o tema também falou Víctor Chang, Secretário Executivo do Comitê Organizador Local da JMJ do Panamá, que disse que o grande evento "moverá a economia de maneira importante", segundo cita a nota de imprensa.

Por sua vez, o Padre João Chagas, do Departamento da Juventude do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida - organismo vaticano que tem a cargo à animação da JMJ -, ao apresentar a conferência "A JMJ de 2019: uma oportunidade para o continente", disse que o Panamá, só com a realização do evento massivo, estará no circuito turístico religioso, razão pela qual o turismo se fortalecerá, e se poderá experimentar outras maneiras para desenvolvê-lo.

Assim ocorreu com os países que acolheram o evento mundial. Como sucedeu com a JMJ do Rio de Janeiro que recebeu mais pessoas que o Mundial de Futebol e os Jogos Olímpicos, trazendo grandes benefícios econômicos para o país.

Além disso, na JMJ de Cracóvia por volta de um milhão de jovens gastaram 37 dólares diários nos eventos centrais da Jornada, segundo menciona a nota de imprensa emitida pelo website da JMJ do Panamá.

Mas não apenas haverá benefícios econômicos, com a JMJ também é uma grande oportunidade de evangelização, ao mostrar a riqueza da Fé e a devoção católica do Panamá.

O congresso foi inaugurado na segunda-feira, 25 de setembro, pelo Arcebispo do Panamá, Dom José Domingo Ulloa e a embaixadora do Panamá junto à Santa Sé, Miroslava Rosa Vargas. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/90263-JMJ-2019-sera-o-maior-investimento-turistico-do-Panama. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

“Por muitas razões históricas, entre outras, o dizer-se católico não soa bem na sociedade. Me ...
 
Recordar o amor vivido, compartilhar com humildade a própria dor e caminhar junto com os irmãos at ...
 
A cerimônia se converteu em uma oportunidade para unir a preparação espiritual do tempo da Quares ...
 
O relatório relata inúmeros atos de violência, impunidade anticristã e falta de ação por parte ...
 
A Basílica de Ecce Homo foi edificada no século XIX no lugar que corresponde segundo a tradição ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading