Loading
 
 
 
Loading
 
Cardeal Rocha reflete o valor religioso do Dia de Finados
Loading
 
3 de Novembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Brasília (Sexta-feira, 03-11-2017, Gaudium Press) "Manifestamos o amor e a gratidão pelos falecidos e, de modo especial, expressamos a fé em Cristo Ressuscitado, a fé na ressurreição dos mortos e na vida eterna", expressou o Cardeal Sérgio da Rocha, Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, sobre a comemoração de Todos os Fiéis Defuntos, chamada popularmente de Dia de Finados, celebrada pela Igreja no Brasil nesta quinta-feira, 2 de novembro.

Cardeal Rocha reflete o valor religioso do Dia de Finados.jpg

A Comemoração dos Fiéis Defuntos é um período dedicado às orações pelos amigos e familiares falecidos. Gesto este que, para Dom Sergio, não se reduz ao sinal de amor e gratidão, pois "é acima de tudo, um gesto de fé e esperança".

De acordo com o cardeal, o Dia de Finados também é ocasião para refletir "sobre o modo como estamos caminhando neste mundo rumo à morada eterna que o Senhor preparou para nós", uma vez que "é importante dar passos de conversão sincera rumo à vida eterna".

Sabendo que esta é uma tradição da Igreja, de honrar a memória dos defuntos, o que remete aos primeiros tempos do cristianismo, Dom Sergio recordou que o Catecismo também ensina este costume e destacou que, de modo especial, era oferecido o sacrifício eucarístico, a fim de que, purificados, os falecidos pudessem chegar à visão beatífica de Deus.

Ainda segundo Dom Sérgio, "a Palavra de Deus vem iluminar e trazer esperança para todos diante da morte. O Evangelho nos assegura que a vontade do Pai, cumprida plenamente por Jesus, é que ninguém se perca, mas que alcance a ressurreição". (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

 

Loading
Cardeal Rocha reflete o valor religioso do Dia de Finados

Brasília (Sexta-feira, 03-11-2017, Gaudium Press) "Manifestamos o amor e a gratidão pelos falecidos e, de modo especial, expressamos a fé em Cristo Ressuscitado, a fé na ressurreição dos mortos e na vida eterna", expressou o Cardeal Sérgio da Rocha, Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, sobre a comemoração de Todos os Fiéis Defuntos, chamada popularmente de Dia de Finados, celebrada pela Igreja no Brasil nesta quinta-feira, 2 de novembro.

Cardeal Rocha reflete o valor religioso do Dia de Finados.jpg

A Comemoração dos Fiéis Defuntos é um período dedicado às orações pelos amigos e familiares falecidos. Gesto este que, para Dom Sergio, não se reduz ao sinal de amor e gratidão, pois "é acima de tudo, um gesto de fé e esperança".

De acordo com o cardeal, o Dia de Finados também é ocasião para refletir "sobre o modo como estamos caminhando neste mundo rumo à morada eterna que o Senhor preparou para nós", uma vez que "é importante dar passos de conversão sincera rumo à vida eterna".

Sabendo que esta é uma tradição da Igreja, de honrar a memória dos defuntos, o que remete aos primeiros tempos do cristianismo, Dom Sergio recordou que o Catecismo também ensina este costume e destacou que, de modo especial, era oferecido o sacrifício eucarístico, a fim de que, purificados, os falecidos pudessem chegar à visão beatífica de Deus.

Ainda segundo Dom Sérgio, "a Palavra de Deus vem iluminar e trazer esperança para todos diante da morte. O Evangelho nos assegura que a vontade do Pai, cumprida plenamente por Jesus, é que ninguém se perca, mas que alcance a ressurreição". (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/90993-Cardeal-Rocha-reflete-o-valor-religioso-do-Dia-de-Finados. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O evento, que durou três dias, reuniu mais de 70 mil homens à Casa da Mãe Aparecida, se tornando ...
 
Há "por quês? que não têm resposta, diz Francisco. Não têm uma resposta humana, mas só divina ...
 
“A demasiada participação nas redes sociais também pode ser uma perda de tempo. Passamos muito ...
 
Segundo o purpurado, manter a fidelidade a Cristo e nutrir a Fé através do encontro com Deus na or ...
 
O reitor apresentou uma análise simbólica dos três elementos presentes na narração do evangelis ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading