Loading
 
 
 
Loading
 
"Não vejo a hora de encontrar o povo de Bangladesh", afirma Papa em mensagem
Loading
 
22 de Novembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 22-11-2017, Gaudium Press) "Enquanto me preparo para visitar Bangladesh dentro de poucos dias, desejo enviar uma palavra de saudação e amizade a todo o seu povo. Não vejo a hora que chegue o momento de estarmos juntos".

22-11Não vejo a hora de encontrar o povo de Bangladesh, afirma Papa em mensagem.jpg

Estas foram as palavras iniciais ditas pelo Papa Francisco na mensagem gravada em vídeo para o povo de Bangladesh, que aguarda a visita do Pontífice entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro próximos e que foi publicada pelo Vaticano na terça-feira, 21/11.

Quem sou...

O Papa Francisco apresenta-se "como ministro do Evangelho de Jesus Cristo que viaja para proclamar a sua mensagem de reconciliação, perdão e paz."

E aponta para a finalidade da viagem:
"Minha visita quer confirmar a comunidade católica de Bangladesh em sua fé e testemunho do Evangelho, que ensina a dignidade de todo homem e mulher e nos chama a abrir nossos corações aos outros, especialmente aos mais pobres e necessitados", diz Francisco em sua Mensagem para o povo de Bangladesh.

Mais à frente diz Francisco quais são suas intenções:
"desejo encontrar o povo inteiro, de modo especial as lideranças religiosas em Ramna. Vivemos em uma época em que os cristãos e os homens de boa vontade são chamados, em todos os lugares, a promover a recíproca compreensão e o respeito, a ampararmo-nos uns aos outros como membros da única família humana".

Agradecimento

"Sei que muitos em Bangladesh estão trabalhando com esforço para preparar minha visita e lhes agradeço. Peço a cada um que reze para que os dias em que estarei com vocês possam ser fontes de esperança e de encorajamento para todos. Sobre vocês e suas famílias, invoco as divinas bênçãos de alegria e de paz! Até logo!". (JSG)

 

Loading
"Não vejo a hora de encontrar o povo de Bangladesh", afirma Papa em mensagem

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 22-11-2017, Gaudium Press) "Enquanto me preparo para visitar Bangladesh dentro de poucos dias, desejo enviar uma palavra de saudação e amizade a todo o seu povo. Não vejo a hora que chegue o momento de estarmos juntos".

22-11Não vejo a hora de encontrar o povo de Bangladesh, afirma Papa em mensagem.jpg

Estas foram as palavras iniciais ditas pelo Papa Francisco na mensagem gravada em vídeo para o povo de Bangladesh, que aguarda a visita do Pontífice entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro próximos e que foi publicada pelo Vaticano na terça-feira, 21/11.

Quem sou...

O Papa Francisco apresenta-se "como ministro do Evangelho de Jesus Cristo que viaja para proclamar a sua mensagem de reconciliação, perdão e paz."

E aponta para a finalidade da viagem:
"Minha visita quer confirmar a comunidade católica de Bangladesh em sua fé e testemunho do Evangelho, que ensina a dignidade de todo homem e mulher e nos chama a abrir nossos corações aos outros, especialmente aos mais pobres e necessitados", diz Francisco em sua Mensagem para o povo de Bangladesh.

Mais à frente diz Francisco quais são suas intenções:
"desejo encontrar o povo inteiro, de modo especial as lideranças religiosas em Ramna. Vivemos em uma época em que os cristãos e os homens de boa vontade são chamados, em todos os lugares, a promover a recíproca compreensão e o respeito, a ampararmo-nos uns aos outros como membros da única família humana".

Agradecimento

"Sei que muitos em Bangladesh estão trabalhando com esforço para preparar minha visita e lhes agradeço. Peço a cada um que reze para que os dias em que estarei com vocês possam ser fontes de esperança e de encorajamento para todos. Sobre vocês e suas famílias, invoco as divinas bênçãos de alegria e de paz! Até logo!". (JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/91378--Nao-vejo-a-hora-de-encontrar-o-povo-de-Bangladesh---afirma-Papa-em-mensagem-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

“Por muitas razões históricas, entre outras, o dizer-se católico não soa bem na sociedade. Me ...
 
Recordar o amor vivido, compartilhar com humildade a própria dor e caminhar junto com os irmãos at ...
 
A cerimônia se converteu em uma oportunidade para unir a preparação espiritual do tempo da Quares ...
 
O relatório relata inúmeros atos de violência, impunidade anticristã e falta de ação por parte ...
 
A Basílica de Ecce Homo foi edificada no século XIX no lugar que corresponde segundo a tradição ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading