Loading
 
 
 
Loading
 
Etnólogo afirma que em breve o Natal na Ucrânia será celebrado no dia 25 de dezembro
Loading
 
29 de Dezembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Ucrânia - Kiev (Sexta-feira, 29-12-2017, Gaudium Press) O etnólogo e historiador ucraniano, Anatoly Momrik, previu que a festa de Natal celebrada no dia 25 de dezembro de acordo com o calendário gregoriano, terá grande importância no país e poderá estender-se massivamente entre a população em dois ou três anos. O Serviço de Informação Religiosa da Ucrânia, RISU, destacou os benefícios da celebração para a unidade das comunidades cristãs do continente e o risco de que a secularização ocidental da festa afete os fiéis locais.

Etnólogo afirma que em breve o Natal na Ucrânia será celebrado no dia 25 de dezembro.jpg

A medida, que envolve uma dupla celebração civil do Natal (o dia 25 de dezembro e 07 de janeiro), foi introduzida em 2017 como um reconhecimento para um terço dos fiéis do país, que são governados pelo calendário gregoriano. Países vizinhos, como a Bielorrússia, já haviam reconhecido a dupla festividade há 15 anos. Para Momrik, a aceitação de 25 de dezembro pode ser muito rápida. "Você poderá vê-lo, em uns dois ou três anos, o Natal será celebrado amplamente". Para o especialista, além da natureza religiosa da festa, a força cultural e comercial da mesma no Ocidente é notável.

No entanto, o especialista apontou os riscos que isto também representa para os fiéis locais. "Enfatizarei que esta será uma festa secular, porque, de fato, no Ocidente é uma festa secular", indicou Momrik. "Esta é uma festividade familiar e as pessoas raramente vão à Igreja. E os que vão à Igreja continuarão a fazê-lo no dia 07 de janeiro (segundo o calendário litúrgico oriental)". O especialista prevê uma mescla de tradições nas quais se pode conservar a celebração local em honra a São Nicolau no dia 19 de dezembro (com o costume de compartilhar presentes) para então celebrar o Natal de maneira ocidental e posteriormente no dia 07 de janeiro de forma religiosa.

A transformação dos costumes que isso significaria não seria causa de controvérsia para o etnólogo, uma vez que a quantidade de mensagens de Natal que chegam ao país no dia 25 de dezembro suscitará a admiração local pela festa. As quase 11 mil comunidades cristãs que empregam o calendário gregoriano aproveitarão o feriado para participar das celebrações religiosas. (EPC)

Loading
Etnólogo afirma que em breve o Natal na Ucrânia será celebrado no dia 25 de dezembro

Ucrânia - Kiev (Sexta-feira, 29-12-2017, Gaudium Press) O etnólogo e historiador ucraniano, Anatoly Momrik, previu que a festa de Natal celebrada no dia 25 de dezembro de acordo com o calendário gregoriano, terá grande importância no país e poderá estender-se massivamente entre a população em dois ou três anos. O Serviço de Informação Religiosa da Ucrânia, RISU, destacou os benefícios da celebração para a unidade das comunidades cristãs do continente e o risco de que a secularização ocidental da festa afete os fiéis locais.

Etnólogo afirma que em breve o Natal na Ucrânia será celebrado no dia 25 de dezembro.jpg

A medida, que envolve uma dupla celebração civil do Natal (o dia 25 de dezembro e 07 de janeiro), foi introduzida em 2017 como um reconhecimento para um terço dos fiéis do país, que são governados pelo calendário gregoriano. Países vizinhos, como a Bielorrússia, já haviam reconhecido a dupla festividade há 15 anos. Para Momrik, a aceitação de 25 de dezembro pode ser muito rápida. "Você poderá vê-lo, em uns dois ou três anos, o Natal será celebrado amplamente". Para o especialista, além da natureza religiosa da festa, a força cultural e comercial da mesma no Ocidente é notável.

No entanto, o especialista apontou os riscos que isto também representa para os fiéis locais. "Enfatizarei que esta será uma festa secular, porque, de fato, no Ocidente é uma festa secular", indicou Momrik. "Esta é uma festividade familiar e as pessoas raramente vão à Igreja. E os que vão à Igreja continuarão a fazê-lo no dia 07 de janeiro (segundo o calendário litúrgico oriental)". O especialista prevê uma mescla de tradições nas quais se pode conservar a celebração local em honra a São Nicolau no dia 19 de dezembro (com o costume de compartilhar presentes) para então celebrar o Natal de maneira ocidental e posteriormente no dia 07 de janeiro de forma religiosa.

A transformação dos costumes que isso significaria não seria causa de controvérsia para o etnólogo, uma vez que a quantidade de mensagens de Natal que chegam ao país no dia 25 de dezembro suscitará a admiração local pela festa. As quase 11 mil comunidades cristãs que empregam o calendário gregoriano aproveitarão o feriado para participar das celebrações religiosas. (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A pintora Carmen Parra, que disse que é importante preservar a arte sacra após os terremotos, pois ...
 
São números que demonstram o grande interesse na Jornada que se desenvolverá na Cidade do Panamá ...
 
Na conclusão dos Exercícios Espirituais de Ariccia, Papa Francisco agradece ao Pe. Tolentino. ...
 
"Esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei". Veja como essa tocante súplica foi prontamente ...
 
Aprofundar o conhecimento de Fátima, descobrir sua Mensagem: fonte de espiritualidade para viver fe ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading