Loading
 
 
 
Loading
 
Arquidiocese de Santiago se pronuncia sobre os ataques a igrejas dias antes da visita do Papa
Loading
 
15 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Chile - Santiago (Segunda-feira, 15-01-2018, Gaudium Press) Na madrugada da última sexta-feira, 12, três igrejas foram atacadas na capital chilena, na perspectiva da visita do Papa Francisco ao país. "O Arcebispo de Santiago lamenta os ataques com bombas incendiárias ocorridos nesta madrugada na paróquia de Santa Isabel da Hungria de Estación Central, as capelas Emmanuel de Recoleta e Cristo Vencedor de Peñalolén, e os ataques frustrados ao Santuário Cristo Pobre de Matucana e a Paróquia Jesus Mestre da Estação Central", expressa o comunicado emitido pela Arquidiocese.

Arquidiocese de Santiago se pronuncia sobre os ataques a igrejas dias antes da visita do Papa.jpg

"Nos dói profundamente estes fatos, que contradizem o espírito de paz que anima a visita do Papa ao país. Com humildade e serenidade pedimos aos que realizaram estes atos -que consideramos não representar o sentimento da vasta maioria da população-, refletir sobre a necessidade de que exista respeito e tolerância entre todos, para construir uma pátria de irmãos", continua.

Os prelados convidaram à reflexão e ao diálogo

A paróquia Santa Isabel da Hungria sofreu um ataque incendiário. Os agressores deixaram panfletos com uma mensagem: "Não nos subteremos jamais ao domínio que querem exercer sobre nossos corpos, nossas ideias e atos, porque nascemos livres para escolher o caminho que queremos tomar. Contra todo religioso e pregador. Corpos livres, impuros e selvagens. Atacamos com o fogo do combate fazendo explodir sua asquerosa moral". "Papa Francisco as próximas bombas serão em tua batina", diz o texto.

Na capela Emmanuel, pertencente à paróquia dos Santos Apóstolos comunidade da Recoleta, agressores arrancaram a porta e quebraram as janelas com um artefato explosivo. Ali deixaram as mesmas mensagens agressivas que na paróquia de Santa Isabel da Hungria.

Na comunidade de Peñalolén, a capela do Cristo Vencedor, da Paróquia de Jesus Servidor, foi atacada com um extintor e recipientes de plástico. (EPC)

Loading
Arquidiocese de Santiago se pronuncia sobre os ataques a igrejas dias antes da visita do Papa

Chile - Santiago (Segunda-feira, 15-01-2018, Gaudium Press) Na madrugada da última sexta-feira, 12, três igrejas foram atacadas na capital chilena, na perspectiva da visita do Papa Francisco ao país. "O Arcebispo de Santiago lamenta os ataques com bombas incendiárias ocorridos nesta madrugada na paróquia de Santa Isabel da Hungria de Estación Central, as capelas Emmanuel de Recoleta e Cristo Vencedor de Peñalolén, e os ataques frustrados ao Santuário Cristo Pobre de Matucana e a Paróquia Jesus Mestre da Estação Central", expressa o comunicado emitido pela Arquidiocese.

Arquidiocese de Santiago se pronuncia sobre os ataques a igrejas dias antes da visita do Papa.jpg

"Nos dói profundamente estes fatos, que contradizem o espírito de paz que anima a visita do Papa ao país. Com humildade e serenidade pedimos aos que realizaram estes atos -que consideramos não representar o sentimento da vasta maioria da população-, refletir sobre a necessidade de que exista respeito e tolerância entre todos, para construir uma pátria de irmãos", continua.

Os prelados convidaram à reflexão e ao diálogo

A paróquia Santa Isabel da Hungria sofreu um ataque incendiário. Os agressores deixaram panfletos com uma mensagem: "Não nos subteremos jamais ao domínio que querem exercer sobre nossos corpos, nossas ideias e atos, porque nascemos livres para escolher o caminho que queremos tomar. Contra todo religioso e pregador. Corpos livres, impuros e selvagens. Atacamos com o fogo do combate fazendo explodir sua asquerosa moral". "Papa Francisco as próximas bombas serão em tua batina", diz o texto.

Na capela Emmanuel, pertencente à paróquia dos Santos Apóstolos comunidade da Recoleta, agressores arrancaram a porta e quebraram as janelas com um artefato explosivo. Ali deixaram as mesmas mensagens agressivas que na paróquia de Santa Isabel da Hungria.

Na comunidade de Peñalolén, a capela do Cristo Vencedor, da Paróquia de Jesus Servidor, foi atacada com um extintor e recipientes de plástico. (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Papa autorizou a promulgação dos decretos relativos às virtudes heroicas de 12 servos de Deus. ...
 
Os prelados recordaram que receber a aula de religião é um direito fundamental reconhecido pela Co ...
 
Mais de 2 mil pessoas, além de dezenas de sacerdotes, participaram do evento realizado no municípi ...
 
Com um chicote, Jesus expulsou todos do Templo: "Não façais da casa de meu Pai uma casa de com ...
 
A iniciativa pretende estimular os fiéis a vivenciarem um processo contínuo de preparação para a ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading