Loading
 
 
 
Loading
 
Somos chamados e desafiados a caminhar nas Bem-aventuranças, diz Papa na homilia em Santiago
Loading
 
16 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Santiago do Chile (Terça-feira, 16-01-2018, Gaudium Press) O primeiro grande encontro do Papa Francisco com os chilenos aconteceu hoje pela manhã no Parque O'Higgins, em Santiago, durante a celebração de uma Missa.

16-01Papa Francisco.jpg

Quase meio milhão de pessoas estiveram presente e ouviram a homilia de Francisco, quando ele falou bem-aventuranças:

"As Bem-aventuranças são aquele novo dia para quantos continuam a apostar no futuro, continuam a sonhar, continuam a deixar-se tocar e impelir pelo Espírito de Deus".

O Papa falou das Bem-aventuranças, sublinhando as atitudes que levam a "construir a paz" e acreditar nas possibilidades de mudança.

Onde Nascem as Bem-aventuranças

Disse o Pontífice que a multidão que seguia Jesus, encontra em seu olhar "o eco das suas buscas e aspirações e que de tal encontro, nasce este elenco de Bem-aventuranças, o horizonte para o qual somos convidados e desafiados a caminhar".

Referindo-se ao Evangelho de São Mateus, Francisco sublinhou que "A primeira atitude de Jesus é ver, fixar o rosto dos seus. Aqueles rostos põem em movimento o entranhado amor de Deus. Não foram ideias nem conceitos que moveram Jesus; foram os rostos, as pessoas. É a vida que clama pela Vida, que o Pai nos quer transmitir".

"As Bem-aventuranças não nascem de uma atitude passiva perante a realidade, nem podem nascer de um espectador que se limite a ser um triste autor de estatísticas do que acontece". Elas "Não nascem dos profetas de desgraças, que se contentam em semear decepções; nem de miragens que nos prometem a felicidade com um «clique», num abrir e fechar de olhos. Pelo contrário"

Para o Santo Padre, "As Bem-aventuranças nascem do coração compassivo de Jesus, que se encontra com o coração de homens e mulheres que desejam e anseiam por uma vida feliz; de homens e mulheres que conhecem o sofrimento, que conhecem a frustração e a angústia geradas quando «o chão lhes treme debaixo dos pés» ou «os sonhos acabam submersos» e se arruína o trabalho duma vida inteira; mas conhecem ainda mais a tenacidade e a luta para continuar para diante; conhecem ainda mais o reconstruir e o recomeçar.

Para o coração chileno nascem as Bem-aventuranças

Foi então que o Papa referiu-se ao povo chileno exclamando:

E "como é perito o coração chileno em reconstruções e novos inícios!"
"Vocês são peritos em se levantar depois de tantas derrocadas! A este coração, faz apelo Jesus; para este coração são as Bem-aventuranças!"

Depois Francisco prosseguiu explicando que "as Bem-aventuranças não nascem de atitudes de crítica fácil nem do «palavreado barato» daqueles que julgam saber tudo, mas não querem se comprometer com nada nem com ninguém, acabando assim por bloquear toda a possibilidade de gerar processos de transformação e reconstrução nas nossas comunidades, na nossa vida".

"As Bem-aventuranças nascem do coração misericordioso, que não se cansa de esperar; antes, experimenta que a esperança é o novo dia".

Quando Jesus diz bem-aventurados...

Francisco explicou para seus atentos ouvintes que quando Jesus diz bem-aventurado "o pobre, o que chorou, o aflito, o que sofre, o que perdoou, vem extirpar a imobilidade paralisadora de quem pensa que as coisas não podem mudar, de quem deixou de crer no poder transformador de Deus Pai e nos seus irmãos, especialmente nos seus irmãos mais frágeis, nos seus irmãos descartados":

"Jesus, quando proclama as Bem-aventuranças vem sacudir aquela prostração negativa chamada resignação que nos faz crer que se pode viver melhor, se evitarmos os problemas, se fugirmos dos outros, se nos escondermos ou fecharmos nas nossas comodidades, se nos adormentarmos num consumismo tranquilizador. Aquela resignação que nos leva a isolar-nos de todos, a dividir-nos, a separar-nos, a fazer-nos cegos perante a vida e o sofrimento dos outros".

Nossa Senhora do Carmo Patrona do Chile

Que a Virgem Imaculada "nos ajude a viver e a desejar o espírito das Bem-aventuranças, para que, em todos os cantos desta cidade, se ouça como um sussurro: ‘Bem-aventurados os obreiros de paz, porque serão chamados filhos de Deus'.
Após a homilia, o Papa Francisco coroou a Imagem da Bem Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo. (JSG)

 

(Da Redação Gaudium Press, com Informações Vatican Newa)

 

Loading
Somos chamados e desafiados a caminhar nas Bem-aventuranças, diz Papa na homilia em Santiago

Santiago do Chile (Terça-feira, 16-01-2018, Gaudium Press) O primeiro grande encontro do Papa Francisco com os chilenos aconteceu hoje pela manhã no Parque O'Higgins, em Santiago, durante a celebração de uma Missa.

16-01Papa Francisco.jpg

Quase meio milhão de pessoas estiveram presente e ouviram a homilia de Francisco, quando ele falou bem-aventuranças:

"As Bem-aventuranças são aquele novo dia para quantos continuam a apostar no futuro, continuam a sonhar, continuam a deixar-se tocar e impelir pelo Espírito de Deus".

O Papa falou das Bem-aventuranças, sublinhando as atitudes que levam a "construir a paz" e acreditar nas possibilidades de mudança.

Onde Nascem as Bem-aventuranças

Disse o Pontífice que a multidão que seguia Jesus, encontra em seu olhar "o eco das suas buscas e aspirações e que de tal encontro, nasce este elenco de Bem-aventuranças, o horizonte para o qual somos convidados e desafiados a caminhar".

Referindo-se ao Evangelho de São Mateus, Francisco sublinhou que "A primeira atitude de Jesus é ver, fixar o rosto dos seus. Aqueles rostos põem em movimento o entranhado amor de Deus. Não foram ideias nem conceitos que moveram Jesus; foram os rostos, as pessoas. É a vida que clama pela Vida, que o Pai nos quer transmitir".

"As Bem-aventuranças não nascem de uma atitude passiva perante a realidade, nem podem nascer de um espectador que se limite a ser um triste autor de estatísticas do que acontece". Elas "Não nascem dos profetas de desgraças, que se contentam em semear decepções; nem de miragens que nos prometem a felicidade com um «clique», num abrir e fechar de olhos. Pelo contrário"

Para o Santo Padre, "As Bem-aventuranças nascem do coração compassivo de Jesus, que se encontra com o coração de homens e mulheres que desejam e anseiam por uma vida feliz; de homens e mulheres que conhecem o sofrimento, que conhecem a frustração e a angústia geradas quando «o chão lhes treme debaixo dos pés» ou «os sonhos acabam submersos» e se arruína o trabalho duma vida inteira; mas conhecem ainda mais a tenacidade e a luta para continuar para diante; conhecem ainda mais o reconstruir e o recomeçar.

Para o coração chileno nascem as Bem-aventuranças

Foi então que o Papa referiu-se ao povo chileno exclamando:

E "como é perito o coração chileno em reconstruções e novos inícios!"
"Vocês são peritos em se levantar depois de tantas derrocadas! A este coração, faz apelo Jesus; para este coração são as Bem-aventuranças!"

Depois Francisco prosseguiu explicando que "as Bem-aventuranças não nascem de atitudes de crítica fácil nem do «palavreado barato» daqueles que julgam saber tudo, mas não querem se comprometer com nada nem com ninguém, acabando assim por bloquear toda a possibilidade de gerar processos de transformação e reconstrução nas nossas comunidades, na nossa vida".

"As Bem-aventuranças nascem do coração misericordioso, que não se cansa de esperar; antes, experimenta que a esperança é o novo dia".

Quando Jesus diz bem-aventurados...

Francisco explicou para seus atentos ouvintes que quando Jesus diz bem-aventurado "o pobre, o que chorou, o aflito, o que sofre, o que perdoou, vem extirpar a imobilidade paralisadora de quem pensa que as coisas não podem mudar, de quem deixou de crer no poder transformador de Deus Pai e nos seus irmãos, especialmente nos seus irmãos mais frágeis, nos seus irmãos descartados":

"Jesus, quando proclama as Bem-aventuranças vem sacudir aquela prostração negativa chamada resignação que nos faz crer que se pode viver melhor, se evitarmos os problemas, se fugirmos dos outros, se nos escondermos ou fecharmos nas nossas comodidades, se nos adormentarmos num consumismo tranquilizador. Aquela resignação que nos leva a isolar-nos de todos, a dividir-nos, a separar-nos, a fazer-nos cegos perante a vida e o sofrimento dos outros".

Nossa Senhora do Carmo Patrona do Chile

Que a Virgem Imaculada "nos ajude a viver e a desejar o espírito das Bem-aventuranças, para que, em todos os cantos desta cidade, se ouça como um sussurro: ‘Bem-aventurados os obreiros de paz, porque serão chamados filhos de Deus'.
Após a homilia, o Papa Francisco coroou a Imagem da Bem Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo. (JSG)

 

(Da Redação Gaudium Press, com Informações Vatican Newa)

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A primeira vez em que se celebrará esta memória será na próxima segunda-feira, dia 21 de maio. ...
 
O Santo se destacou por seu cuidado aos enfermos e a experiência mística de ter levado os estigmas ...
 
“Ser músico e ser sacerdote são duas vocações que se entrelaçam na minha vida de uma maneira ...
 
O autor propõe um retorno às bases que permitam a aproximação do bem comum através da promoçã ...
 
Por ocasião da festa de Maria, Mãe da Igreja, que se celebrará pela primeira vez no próximo dia ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading