Loading
 
 
 
Loading
 
Bispo filipino destaca testemunho de Santa Teresa de Lisieux durante sua visita ao país
Loading
 
8 de Fevereiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Filipinas - Malolo (Quinta-feira, 08-02-2018, Gaudium Press) Por ocasião da peregrinação das relíquias de Santa Teresa de Lisieux à Catedral e a Basílica Menor da Imaculada Conceição em Malolos, Filipinas, o Bispo local, Dom José Oliveros, exaltou as virtudes da Santa que desperta uma notável admiração no país e no mundo, apesar de ter vivido sua vida religiosa na discrição do convento de clausura. "Santa Teresinha curou aos que pediram sua intercessão, proclamou o Evangelho do Senhor enquanto vivia na terra e passou uma vida de oração em um mosteiro Carmelita em Lisieux", expressou o prelado como resumo de sua vida.

Bispo filipino destaca testemunho de Santa Teresa de Lisieux durante sua visita ao país.png

"Santa Teresinha cumpriu e seguiu o que o Senhor disse: 'A menos que se tornem como crianças pequenas, nunca entrarão no reino de Deus'", expôs Dom Oliveros em sua homilia. "Ela personificou a vida de uma criança que depende inteiramente da vontade de Deus". Por esta razão, pediu de forma especial aos fiéis que rezem para que a Santa interceda por todos os sacerdotes e pessoas consagradas, a fim de que eles também se tornem instrumentos de Deus à sua imitação e ofereçam cura, testemunho e oração ao mundo de hoje.

A relíquia que visita as Filipinas corresponde aos ossos da perna direita da Santa, que segundo o Padre Froilan Torres, membro do Quarto Comitê Organizador da Visita das Relíquias, é levado por todo o mundo para cumprir o desejo da religiosa de se tornar missionária e levar o Evangelho ao mundo inteiro. Santa Teresinha é considerada Padroeira das Missões apesar de não ter deixado o convento por seu ardente desejo evangelizador e seu oferecimento de suas dificuldades e doenças em favor do êxito do apostolado da Igreja missionária.

As relíquias permanecem na Diocese de Malolos desde o dia 03 de fevereiro até o dia 08, data de sua partida para a Diocese de Kalookan em meio de uma viagem pelas Filipinas. O percurso das relíquias em sua quarta peregrinação pelo país terminará no dia 31 de maio. (EPC)

Loading
Bispo filipino destaca testemunho de Santa Teresa de Lisieux durante sua visita ao país

Filipinas - Malolo (Quinta-feira, 08-02-2018, Gaudium Press) Por ocasião da peregrinação das relíquias de Santa Teresa de Lisieux à Catedral e a Basílica Menor da Imaculada Conceição em Malolos, Filipinas, o Bispo local, Dom José Oliveros, exaltou as virtudes da Santa que desperta uma notável admiração no país e no mundo, apesar de ter vivido sua vida religiosa na discrição do convento de clausura. "Santa Teresinha curou aos que pediram sua intercessão, proclamou o Evangelho do Senhor enquanto vivia na terra e passou uma vida de oração em um mosteiro Carmelita em Lisieux", expressou o prelado como resumo de sua vida.

Bispo filipino destaca testemunho de Santa Teresa de Lisieux durante sua visita ao país.png

"Santa Teresinha cumpriu e seguiu o que o Senhor disse: 'A menos que se tornem como crianças pequenas, nunca entrarão no reino de Deus'", expôs Dom Oliveros em sua homilia. "Ela personificou a vida de uma criança que depende inteiramente da vontade de Deus". Por esta razão, pediu de forma especial aos fiéis que rezem para que a Santa interceda por todos os sacerdotes e pessoas consagradas, a fim de que eles também se tornem instrumentos de Deus à sua imitação e ofereçam cura, testemunho e oração ao mundo de hoje.

A relíquia que visita as Filipinas corresponde aos ossos da perna direita da Santa, que segundo o Padre Froilan Torres, membro do Quarto Comitê Organizador da Visita das Relíquias, é levado por todo o mundo para cumprir o desejo da religiosa de se tornar missionária e levar o Evangelho ao mundo inteiro. Santa Teresinha é considerada Padroeira das Missões apesar de não ter deixado o convento por seu ardente desejo evangelizador e seu oferecimento de suas dificuldades e doenças em favor do êxito do apostolado da Igreja missionária.

As relíquias permanecem na Diocese de Malolos desde o dia 03 de fevereiro até o dia 08, data de sua partida para a Diocese de Kalookan em meio de uma viagem pelas Filipinas. O percurso das relíquias em sua quarta peregrinação pelo país terminará no dia 31 de maio. (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Secretário da Pontifícia Academia para o Latim, Padre Roberto Spataro, explicou os motivos pelos ...
 
Construída a pedido do ex-presidente da Venezuela, Herrera Campins, a imagem de Nossa Senhora da Pa ...
 
A Conferência Espiscopal dos Bispos peruanos coletam fundos, nas missas do dia 3 de junho, afim de ...
 
Reflexões para enfrentar os problemas de hoje dentro de uma perspectiva católica. ...
 
O texto entregue ao Presidente da República de Portugal tem o título: ‘Eutanásia, Suicídio Ass ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading