Loading
 
 
 
Loading
 
Arquidiocese de Bogotá reconhece nos leigos a força ativa e dinâmica da Igreja
Loading
 
28 de Março de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Colômbia - Bogotá (Quarta-feira, 28-03-2018, Gaudium Press) Associações, comunidades, movimentos e grupos de leigos da capital colombiana, juntamente com os sacerdotes que são seus diretores espirituais e religiosas que lhes acompanham, participaram recentemente de um encontro organizado pelo Conselho de Leigos da Arquidiocese de Bogotá (CLAB). O objetivo: traçar caminhos conjuntos de formação e evangelização.

Arquidiocese de Bogotá reconhece nos leigos a força ativa e dinâmica da Igreja.jpg

A reunião foi presidida por Dom Luis Manuel Ali Herrera, Bispo Auxiliar de Bogotá, que em uma entrevista com o Departamento Arquidiocesano de Comunicações (OAC) falou da importante presença dos leigos na Diocese da capital. "No CLAB, foram registrados 86 grupos, mas são muitíssimos mais. Com a visita do Papa, aos nossos departamentos bateram na porta mais de 500 grupos, associações, grupos de oração, fiéis que se reuniram na Arquidiocese. (...) É uma força ativa e dinâmica da Igreja, que é o sinal de que o Espírito Santo está trabalhando em tantos leigos que desejam evangelizar e desejam ser comunidade".

O encontro também contou com a presença de Dom Jorge Humberto Acevedo, Vigário de Santa Isabel da Hungria, que em entrevista se referiu ao papel fundamental do leigo dentro da Igreja. Ele disse que nas mãos dos leigos está "a transformação do mundo através do fermento do Evangelho", já que a Fé que o leigo tem é traduzida "em sua vida ordinária, onde Deus quer que ele tenha".

Enquanto isso, Nohora Angélica Durango, da Comunidade Missionária de Jesus Internacional, expressou que o encontro "nos convida a estar mais unidos à Igreja", reconhecendo que "é maravilhoso saber que a Igreja trabalha unida. Isso nos motiva muitíssimo mais a seguir trabalhando na Evangelização".

Por sua parte, Norma Constanza Castillo, representante da Milícia da Imaculada, assinalou que "é muito importante que possamos nos articular entre religiosos, sacerdotes, leigos, para atuar como Igreja, nos sentirmos convocados como batizados, independentemente dos espaços que ocupemos, e sentir o compromisso e a responsabilidade, assim como a grande oportunidade de poder servir sem buscar protagonismos, mas tratando de personificar Nosso Senhor Jesus".

Frei Cristián Jesús Pereira, dos Franciscanos Menores, destacou no encontro a comunhão da Arquidiocese, "que quer que todos os grupos leigos vivam e se reúnam em uma projeção comum". Segundo ele, "ali é onde está a riqueza da Igreja, em cada um dos carismas que o Espírito Santo dá, vinculados em cada um dos grupos paroquiais, e que eles podem ajudar em um crescimento maior da Igreja".

A partir do CLAB estão sendo organizados diferentes jornadas de formação e encontros com os líderes de cada uma das comunidades. "A ideia é que cada movimento se abra à ação do Espírito Santo na Igreja Católica, mas que todos saibamos que somos uma só Igreja, que nos integremos e tenhamos uma atividade em conjunto (...) A ideia é que nos unamos todos juntos, no Plano de Evangelização e respondamos a isso que queremos: aderindo à pessoa de Jesus Cristo, vivendo em comunidade em um espírito missionário e evangelizador", complementou o Bispo auxiliar de Bogotá. (EPC)

Loading
Arquidiocese de Bogotá reconhece nos leigos a força ativa e dinâmica da Igreja

Colômbia - Bogotá (Quarta-feira, 28-03-2018, Gaudium Press) Associações, comunidades, movimentos e grupos de leigos da capital colombiana, juntamente com os sacerdotes que são seus diretores espirituais e religiosas que lhes acompanham, participaram recentemente de um encontro organizado pelo Conselho de Leigos da Arquidiocese de Bogotá (CLAB). O objetivo: traçar caminhos conjuntos de formação e evangelização.

Arquidiocese de Bogotá reconhece nos leigos a força ativa e dinâmica da Igreja.jpg

A reunião foi presidida por Dom Luis Manuel Ali Herrera, Bispo Auxiliar de Bogotá, que em uma entrevista com o Departamento Arquidiocesano de Comunicações (OAC) falou da importante presença dos leigos na Diocese da capital. "No CLAB, foram registrados 86 grupos, mas são muitíssimos mais. Com a visita do Papa, aos nossos departamentos bateram na porta mais de 500 grupos, associações, grupos de oração, fiéis que se reuniram na Arquidiocese. (...) É uma força ativa e dinâmica da Igreja, que é o sinal de que o Espírito Santo está trabalhando em tantos leigos que desejam evangelizar e desejam ser comunidade".

O encontro também contou com a presença de Dom Jorge Humberto Acevedo, Vigário de Santa Isabel da Hungria, que em entrevista se referiu ao papel fundamental do leigo dentro da Igreja. Ele disse que nas mãos dos leigos está "a transformação do mundo através do fermento do Evangelho", já que a Fé que o leigo tem é traduzida "em sua vida ordinária, onde Deus quer que ele tenha".

Enquanto isso, Nohora Angélica Durango, da Comunidade Missionária de Jesus Internacional, expressou que o encontro "nos convida a estar mais unidos à Igreja", reconhecendo que "é maravilhoso saber que a Igreja trabalha unida. Isso nos motiva muitíssimo mais a seguir trabalhando na Evangelização".

Por sua parte, Norma Constanza Castillo, representante da Milícia da Imaculada, assinalou que "é muito importante que possamos nos articular entre religiosos, sacerdotes, leigos, para atuar como Igreja, nos sentirmos convocados como batizados, independentemente dos espaços que ocupemos, e sentir o compromisso e a responsabilidade, assim como a grande oportunidade de poder servir sem buscar protagonismos, mas tratando de personificar Nosso Senhor Jesus".

Frei Cristián Jesús Pereira, dos Franciscanos Menores, destacou no encontro a comunhão da Arquidiocese, "que quer que todos os grupos leigos vivam e se reúnam em uma projeção comum". Segundo ele, "ali é onde está a riqueza da Igreja, em cada um dos carismas que o Espírito Santo dá, vinculados em cada um dos grupos paroquiais, e que eles podem ajudar em um crescimento maior da Igreja".

A partir do CLAB estão sendo organizados diferentes jornadas de formação e encontros com os líderes de cada uma das comunidades. "A ideia é que cada movimento se abra à ação do Espírito Santo na Igreja Católica, mas que todos saibamos que somos uma só Igreja, que nos integremos e tenhamos uma atividade em conjunto (...) A ideia é que nos unamos todos juntos, no Plano de Evangelização e respondamos a isso que queremos: aderindo à pessoa de Jesus Cristo, vivendo em comunidade em um espírito missionário e evangelizador", complementou o Bispo auxiliar de Bogotá. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/94096-Arquidiocese-de-Bogota-reconhece-nos-leigos-a-forca-ativa-e-dinamica-da-Igreja. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

“Caminhemos em família com Maria”, este é o lema com o qual milhares de uruguaios peregrinam a ...
 
“Aqueles [exorcismos] que nós vemos nos filmes são casos extremos, os quais são muito raros”, ...
 
Santuário de Fátima de olhos postos na Ásia: Ela é o eixo para onde o mundo cristão caminha, di ...
 
A plataforma faz uma seleção dos melhores artigos de diversos meios que podem interessar as mulher ...
 
“Acreditamos que o sino tem um papel muito importante na história. Não faz muito tempo que seu s ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading