Loading
 
 
 
Loading
 
Salesianos celebram os 150 anos da Consagração da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora
Loading
 
4 de Abril de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Itália - Turim (Quarta-feira, 04-04-2018, Gaudium Press) Neste ano de 2018 a Família Salesiana está celebrando os 150 anos da Consagração da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora, templo que foi edificado por São João Bosco no distrito de Valdocco em Turim a pedido de Nossa Senhora. Como parte das celebrações a cidade italiana acolherá dois eventos especiais durante o mês de abril.

Salesianos celebram os 150 anos da Consagração da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora.jpg

O primeiro ocorrerá na sexta-feira, 06 de abril, com um encontro a partir das 18h30, que começará com a Missa que será presidida na Basílica pelo Padre Davide Banzato, Assistente Espiritual Geral da Associação Internacional "Nuovi Orizzonti", que trabalha com jovens em dificuldade e está presente em diversos países.

Posteriormente, às 21h, o sacerdote, que em 2016 foi nomeado pelo Papa Francisco "Missionário da Misericórdia", oferecerá a palestra intitulada "Levar o Evangelho ali onde nasceu: no caminho".

O segundo evento ocorrerá no sábado 07 de abril a partir das 20h45 com um concerto homenagem à Maria Auxiliadora, que terá como epicentro a música clássica e uma meditação espiritual, a cargo da Academia Coral "Guido d'Arezzo" e do Coro Polifônico de Aosta.

"Um convite dirigido a todos aqueles que amam a música e desejam conceder-se momentos (...) de respiro, de pensamento imerso em um ambiente acolhedor e introspectivo na casa de Maria Auxiliadora", como refere nota de imprensa da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora.

As comemorações pelos 150 anos serão concluídas no sábado 09 de junho com a concelebração Solene, que será presidida às 10h na Basílica por Dom Renato Boccardo, Arcebispo de Spoleto-Norcia e Presidente da Conferência Episcopal da Umbria.

O caminho preparatório da celebração da Basílica, se iniciou no dia 06 de dezembro com um concerto a cargo do coro "GiovanInVivaVoce", para continuar no dia 20 de janeiro com outro evento musical a cargo do coral da Basílica de Maria Auxiliadora, e retomar no dia 29 de janeiro com a apresentação do livro "Os sonhos de Dom Bosco".

Uma Basílica edificada em terreno santificado

A Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora tem por trás de si uma grande história. São João Bosco, ao narrar um de seus sonhos, contou que foi a própria Virgem Maria quem lhe pediu para construir o templo indicando-lhe um terreno muito especial: um lugar santificado pelos mártires de Turim.

O fundador da Família Salesiana disse: "Recorri novamente à amável Senhora e Ela me mostrou outra igreja muito grande e com uma casa ao lado. Me levou um pouco mais além até um terreno cultivado (...) e acrescentou: 'Neste lugar, onde os gloriosos mártires de Turim, Adventor e Octavio, sofreram seu martírio, sobre essa terra banhada e santificada com seu sangue, quero que Deus seja honrado de modo especialíssimo'. E, assim dizendo, adiantou um pé até colocá-lo no ponto exato onde teve lugar o martírio e me indicou com precisão".

Para Dom Bosco, toda a edificação foi obra da Providência. O mesmo dizia que cada ladrilho "era um milagre", obra de Deus e de Maria Santíssima. (EPC)

Loading
Salesianos celebram os 150 anos da Consagração da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora

Itália - Turim (Quarta-feira, 04-04-2018, Gaudium Press) Neste ano de 2018 a Família Salesiana está celebrando os 150 anos da Consagração da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora, templo que foi edificado por São João Bosco no distrito de Valdocco em Turim a pedido de Nossa Senhora. Como parte das celebrações a cidade italiana acolherá dois eventos especiais durante o mês de abril.

Salesianos celebram os 150 anos da Consagração da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora.jpg

O primeiro ocorrerá na sexta-feira, 06 de abril, com um encontro a partir das 18h30, que começará com a Missa que será presidida na Basílica pelo Padre Davide Banzato, Assistente Espiritual Geral da Associação Internacional "Nuovi Orizzonti", que trabalha com jovens em dificuldade e está presente em diversos países.

Posteriormente, às 21h, o sacerdote, que em 2016 foi nomeado pelo Papa Francisco "Missionário da Misericórdia", oferecerá a palestra intitulada "Levar o Evangelho ali onde nasceu: no caminho".

O segundo evento ocorrerá no sábado 07 de abril a partir das 20h45 com um concerto homenagem à Maria Auxiliadora, que terá como epicentro a música clássica e uma meditação espiritual, a cargo da Academia Coral "Guido d'Arezzo" e do Coro Polifônico de Aosta.

"Um convite dirigido a todos aqueles que amam a música e desejam conceder-se momentos (...) de respiro, de pensamento imerso em um ambiente acolhedor e introspectivo na casa de Maria Auxiliadora", como refere nota de imprensa da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora.

As comemorações pelos 150 anos serão concluídas no sábado 09 de junho com a concelebração Solene, que será presidida às 10h na Basílica por Dom Renato Boccardo, Arcebispo de Spoleto-Norcia e Presidente da Conferência Episcopal da Umbria.

O caminho preparatório da celebração da Basílica, se iniciou no dia 06 de dezembro com um concerto a cargo do coro "GiovanInVivaVoce", para continuar no dia 20 de janeiro com outro evento musical a cargo do coral da Basílica de Maria Auxiliadora, e retomar no dia 29 de janeiro com a apresentação do livro "Os sonhos de Dom Bosco".

Uma Basílica edificada em terreno santificado

A Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora tem por trás de si uma grande história. São João Bosco, ao narrar um de seus sonhos, contou que foi a própria Virgem Maria quem lhe pediu para construir o templo indicando-lhe um terreno muito especial: um lugar santificado pelos mártires de Turim.

O fundador da Família Salesiana disse: "Recorri novamente à amável Senhora e Ela me mostrou outra igreja muito grande e com uma casa ao lado. Me levou um pouco mais além até um terreno cultivado (...) e acrescentou: 'Neste lugar, onde os gloriosos mártires de Turim, Adventor e Octavio, sofreram seu martírio, sobre essa terra banhada e santificada com seu sangue, quero que Deus seja honrado de modo especialíssimo'. E, assim dizendo, adiantou um pé até colocá-lo no ponto exato onde teve lugar o martírio e me indicou com precisão".

Para Dom Bosco, toda a edificação foi obra da Providência. O mesmo dizia que cada ladrilho "era um milagre", obra de Deus e de Maria Santíssima. (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

“Caminhemos em família com Maria”, este é o lema com o qual milhares de uruguaios peregrinam a ...
 
“Aqueles [exorcismos] que nós vemos nos filmes são casos extremos, os quais são muito raros”, ...
 
Santuário de Fátima de olhos postos na Ásia: Ela é o eixo para onde o mundo cristão caminha, di ...
 
A plataforma faz uma seleção dos melhores artigos de diversos meios que podem interessar as mulher ...
 
“Acreditamos que o sino tem um papel muito importante na história. Não faz muito tempo que seu s ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading