Loading
 
 
 
Loading
 
Paróquia pessoal para refugiados é criada em Israel
Loading
 
5 de Abril de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Israel - Jerusalém (Quinta-feira, 05-04-2018, Gaudium Press) Através de declaração oficial, na última quarta-feira, 04 de abril, o Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém, Dom Pierbattista Pizzaballa, anunciou a criação de uma Paróquia Pessoal para Migrantes e Refugiados em Israel. A iniciativa busca potencializar e promover a atenção pastoral dos estrangeiros que residem no país e que enfrentam algumas limitações para ter acesso aos serviços religiosos.

Paróquia pessoal para refugiados é criada em Israel.jpg

"Durante vários anos, a comunidade da Igreja em Israel se enriqueceu com dezenas de milhares de estrangeiros que vivem permanentemente em nosso território e enchem nossas igrejas", indicou o Administrador Apostólico. "Filipinos, indianos, srilankeses e muitos outros se converteram em uma parte integral de nossa comunidade. Junto a eles, os refugiados chegaram nos últimos anos, procedentes do Sudão do Sul e Eritreia". O prelado relatou como o apostolado destas comunidades começou com sacerdotes individuais e passou ao estabelecimento de capelanias oficiais e da coordenação de um mistério pastoral com migrantes.

Graves limitações como localização de trabalho distante das paróquias locais tem feito com que muitas pessoas não tenham acesso aos lugares de culto tradicionais o que as coloca em situação de risco espiritual. Os estrangeiros migrantes poderão continuar frequentando as paróquias territoriais normais e acessar aos sacramentos em ditas paróquias sem distinção, mas gozarão de serviços pastorais em locais distantes dos templos. A paróquia pessoal estará encarregada dos aspectos pastorais sacramentais e formativos dos refugiados e migrantes, mas não dos estrangeiros e diplomatas permanentes.

Para cumprir estes fins, a Coordenação para o Cuidado Pastoral dos Migrantes e Refugiados existente se converterá no Vicariato Episcopal para Migrantes e Refugiados e será dirigida por um Vigário Episcopal. Este Vigário coordenará as atividades e ministérios das capelanias e os assistentes que trabalham neste campo pastoral no país. A data escolhida para a ereção canônica da Paróquia Pessoal e do Vicariato Episcopal se fixou para o dia 20 de maio, solenidade de Pentecostes. (EPC)

Loading
Paróquia pessoal para refugiados é criada em Israel

Israel - Jerusalém (Quinta-feira, 05-04-2018, Gaudium Press) Através de declaração oficial, na última quarta-feira, 04 de abril, o Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém, Dom Pierbattista Pizzaballa, anunciou a criação de uma Paróquia Pessoal para Migrantes e Refugiados em Israel. A iniciativa busca potencializar e promover a atenção pastoral dos estrangeiros que residem no país e que enfrentam algumas limitações para ter acesso aos serviços religiosos.

Paróquia pessoal para refugiados é criada em Israel.jpg

"Durante vários anos, a comunidade da Igreja em Israel se enriqueceu com dezenas de milhares de estrangeiros que vivem permanentemente em nosso território e enchem nossas igrejas", indicou o Administrador Apostólico. "Filipinos, indianos, srilankeses e muitos outros se converteram em uma parte integral de nossa comunidade. Junto a eles, os refugiados chegaram nos últimos anos, procedentes do Sudão do Sul e Eritreia". O prelado relatou como o apostolado destas comunidades começou com sacerdotes individuais e passou ao estabelecimento de capelanias oficiais e da coordenação de um mistério pastoral com migrantes.

Graves limitações como localização de trabalho distante das paróquias locais tem feito com que muitas pessoas não tenham acesso aos lugares de culto tradicionais o que as coloca em situação de risco espiritual. Os estrangeiros migrantes poderão continuar frequentando as paróquias territoriais normais e acessar aos sacramentos em ditas paróquias sem distinção, mas gozarão de serviços pastorais em locais distantes dos templos. A paróquia pessoal estará encarregada dos aspectos pastorais sacramentais e formativos dos refugiados e migrantes, mas não dos estrangeiros e diplomatas permanentes.

Para cumprir estes fins, a Coordenação para o Cuidado Pastoral dos Migrantes e Refugiados existente se converterá no Vicariato Episcopal para Migrantes e Refugiados e será dirigida por um Vigário Episcopal. Este Vigário coordenará as atividades e ministérios das capelanias e os assistentes que trabalham neste campo pastoral no país. A data escolhida para a ereção canônica da Paróquia Pessoal e do Vicariato Episcopal se fixou para o dia 20 de maio, solenidade de Pentecostes. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/94249-Paroquia-pessoal-para-refugiados-e-criada-em-Israel. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Estão sendo realizados vários eventos para encerrar os ‘Oito séculos da presença franciscana e ...
 
Mais de 15 mil peregrinos procedentes de diversas partes do mundo serão acolhidos em Nicarágua no ...
 
É essencial que continuemos fazendo o esforço consciente de motivar os jovens a estarem abertos a ...
 
As missões salesianas fazem parte da Rede de Dom Bosco -Dom Bosco Network-, federação mundial de ...
 
"Fátima Hoje: qual o sentido?": procurar novas maneiras de dizer Fátima, para a humanidade do séc ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading