Loading
 
 
 
Loading
 
Cardeal Sarah dá conselhos sobre o Sacramento da Confissão
Loading
 
10 de Abril de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Itália - Roma (Terça-feira, 10-04-2018, Gaudium Press) 600 dos 895 Missionários da Misericórdia reunidos em Roma, Itália, participaram de uma conferência presidida pelo Cardeal Robert Sarah, Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos na Pontifícia Universidade Lateranense. O purpurado deu conselhos aos presbíteros sobre a melhor maneira de ministrar este Sacramento.

Cardeal Sarah dá conselhos sobre o Sacramento da Confissão.jpg

Os Missionários oraram juntos a liturgia das horas e depois escutaram as palavras do Prefeito, que fez comentários de tipo teológico, pastoral, histórico, litúrgico e canônico, pedindo aos sacerdotes uma adequada formação e preparação para celebrar de uma maneira melhor o Sacramento da Confissão. O Cardeal pediu para colocar fim à confusão dos fiéis que relatam com frequência: "Perguntei para três confessores e me disseram três coisas diferentes. Agora estou perguntando a você".

"O confessionário não deve ser uma câmara de tortura, muito menos um laboratório para a experimentação doutrinal. Devemos evitar dar indicações contrárias à doutrina", pediu o purpurado, segundo informações da Infocatólica. "As almas não necessitam ser enganadas, mas guiadas". O Prefeito recordou que se os sacerdotes respeitam os elementos da Confissão os fiéis podem apreciar de uma melhor maneira a realidade do Sacramento e o efeito que este tem para devolvê-los a amizade com Deus.

O Cardeal Sarah pediu aos sacerdotes manter uma atitude de escuta e respeito aos penitentes de forma que não pareçam estar entediados ou cansados de escutar o mesmo, já que cada confissão é para o penitente uma experiência nova e, em algumas ocasiões, dramáticas. "Soubemos da existência de mensagens de texto de sacerdotes nas redes sociais durante a confissão! Creio que isto é um ateísmo prático", alertou o Prefeito. "Não há um pecador maior em tal situação que o sacerdote".

Finalmente o purpurado expôs que os fiéis têm a disposição de escutar Cristo através do sacerdote durante o Sacramento. "Devemos perguntar-nos se isto é certo: O conselho que dou é o que Cristo daria? Ou é um conselho que segue os ensinamentos de um espírito diferente ao do Evangelho, um espírito mundano?". (EPC)

Loading
Cardeal Sarah dá conselhos sobre o Sacramento da Confissão

Itália - Roma (Terça-feira, 10-04-2018, Gaudium Press) 600 dos 895 Missionários da Misericórdia reunidos em Roma, Itália, participaram de uma conferência presidida pelo Cardeal Robert Sarah, Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos na Pontifícia Universidade Lateranense. O purpurado deu conselhos aos presbíteros sobre a melhor maneira de ministrar este Sacramento.

Cardeal Sarah dá conselhos sobre o Sacramento da Confissão.jpg

Os Missionários oraram juntos a liturgia das horas e depois escutaram as palavras do Prefeito, que fez comentários de tipo teológico, pastoral, histórico, litúrgico e canônico, pedindo aos sacerdotes uma adequada formação e preparação para celebrar de uma maneira melhor o Sacramento da Confissão. O Cardeal pediu para colocar fim à confusão dos fiéis que relatam com frequência: "Perguntei para três confessores e me disseram três coisas diferentes. Agora estou perguntando a você".

"O confessionário não deve ser uma câmara de tortura, muito menos um laboratório para a experimentação doutrinal. Devemos evitar dar indicações contrárias à doutrina", pediu o purpurado, segundo informações da Infocatólica. "As almas não necessitam ser enganadas, mas guiadas". O Prefeito recordou que se os sacerdotes respeitam os elementos da Confissão os fiéis podem apreciar de uma melhor maneira a realidade do Sacramento e o efeito que este tem para devolvê-los a amizade com Deus.

O Cardeal Sarah pediu aos sacerdotes manter uma atitude de escuta e respeito aos penitentes de forma que não pareçam estar entediados ou cansados de escutar o mesmo, já que cada confissão é para o penitente uma experiência nova e, em algumas ocasiões, dramáticas. "Soubemos da existência de mensagens de texto de sacerdotes nas redes sociais durante a confissão! Creio que isto é um ateísmo prático", alertou o Prefeito. "Não há um pecador maior em tal situação que o sacerdote".

Finalmente o purpurado expôs que os fiéis têm a disposição de escutar Cristo através do sacerdote durante o Sacramento. "Devemos perguntar-nos se isto é certo: O conselho que dou é o que Cristo daria? Ou é um conselho que segue os ensinamentos de um espírito diferente ao do Evangelho, um espírito mundano?". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/94374-Cardeal-Sarah-da-conselhos-sobre-o-Sacramento-da-Confissao. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Dom Ramón Dus, destacou que “vocação e santidade se juntam como resposta ao amor incondicional, ...
 
O Arcebispo de Islamabad felicitou a comunidade cristã da Faculdade de Agricultura pela construçã ...
 
Centenas de jovens se reuniram no Estádio Rommel Fernández, no Panamá, para participar do 48º En ...
 
O programa da Jornada Mundial de Oração pelas Vocações e as Vocações Nativas leva por lema “ ...
 
A Basílica Nacional de Nossa Senhora de Luján iniciou, com a celebração do rito de mudança do m ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading