Loading
 
 
 
Loading
 
A 56a Assembleia Geral da CNBB chega ao terceiro dia
Loading
 
13 de Abril de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Aparecida - São Paulo (Sexta-feira, 13-04-2018, Gaudium Press) Na programação do terceiro dia da 56a Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), os bispos que se aposentam, isto é, os eméritos foram ouvidos pela 56a Assembleia Geral neste terceiro dia de trabalho. 

13A 56a Assembleia Geral da CNBB chega ao terceiro dia.jpg

Eles estiveram presentes na missa da manhã, às 7h30, no Santuário Nacional, e depois tiveram também uma palavra aos bispos reunidos em Aparecida (SP).

Formalmente, eles não são mais membros da Conferência, mas fraternalmente são convidados, reconhecidos e ouvidos pelos membros da CNBB.

Hoje são mais de 160 bispos que ultrapassaram a idade 75 anos e entraram para a emeritude na Igreja no Brasil. Eles continuam vivendo nas dioceses onde serviram, em sua maioria, mas também escolhem lugares diferentes para viver esse tempo eminentemente de descanso, sem contudo deixar de exercer o ministério sacerdotal.

Programação

Na verdade, a programação de hoje iniciou-se às 9h15 com a realização de uma reunião reservada na qual traçou-se a pesquisa sobre o perfil dos presbíteros brasileiros.

A segunda sessão foi no auditório do Centro de Convenções Pe. Vitor Coelho de Almeida, das 11h15 às 12h45, quando foram abordados três temas: a palavra dos bispos eméritos, assuntos ligados à liturgia e o projeto Igrejas Irmãs.

Reforma de Estatutos

A terceira sessão, das 15h40 às 17h, tratou de assuntos dedicado a apresentação do texto com o resultado do trabalho da Comissão de Reforma do Estatuto da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), instituída em 2015, a pedido da própria Assembleia Geral dos Bispos.

O Estatuto Canônico e Regimento da CNBB foi aprovado em 2001 e publicado como Documento no 70, tendo já completado 17 anos de funcionamento.
"A vida é dinâmica e, por isso se faz de vem em quando alguns ajustes e atualizações nos estatutos da Conferência", avaliou dom Damasceno.

Segundo cardeal Raymundo Damasceno, arcebispo emérito de Aparecida (SP) e que preside o trabalho de revisão do estatuto, a Comissão enviou uma correspondência aos bispos brasileiros pedindo suas contribuições.

"Recebemos sugestões muito importantes e positivas. Fizemos uma análise destas e estamos aproveitando-as para atualizar o documento. Também as que, pelos anos de experiências na CNBB e nas comissões, julgamos oportunas inserir', disse o Cardeal emérito.

Ele explicou que a comissão ainda se reuniu no dia 10 de abril, em Aparecida (SP) para os ajustes finais no texto: "Vamos apresentar o histórico do caminho que percorremos e um texto básico para estudo como ponto de partida", disse.

Após esse processo, o texto vai à aprovação dos bispos que poderão propor sugestões e emendas. Aprovado pela Assembleia Geral, o texto segue para a Congregação dos Bispos no Vaticano para aprovação final.

Quarta Sessão

A quarta, e última sessão do dia foi dedicada a uma reunião reservada com os 18 regionais da CNBB.

Serviço

A 56a Assembleia Geral dos Bispos do Brasil desenvolve a temática "Formação de Novos Presbíteros" e transcorre entre os dias 11 e 20 de abril de 2018, no Centro de Eventos Pe. Vítor Coelho, no Santuário Nacional de Aparecida, em Aparecida, São Paulo. (JSG)

 

 

 

 

Loading
A 56a Assembleia Geral da CNBB chega ao terceiro dia

Aparecida - São Paulo (Sexta-feira, 13-04-2018, Gaudium Press) Na programação do terceiro dia da 56a Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), os bispos que se aposentam, isto é, os eméritos foram ouvidos pela 56a Assembleia Geral neste terceiro dia de trabalho. 

13A 56a Assembleia Geral da CNBB chega ao terceiro dia.jpg

Eles estiveram presentes na missa da manhã, às 7h30, no Santuário Nacional, e depois tiveram também uma palavra aos bispos reunidos em Aparecida (SP).

Formalmente, eles não são mais membros da Conferência, mas fraternalmente são convidados, reconhecidos e ouvidos pelos membros da CNBB.

Hoje são mais de 160 bispos que ultrapassaram a idade 75 anos e entraram para a emeritude na Igreja no Brasil. Eles continuam vivendo nas dioceses onde serviram, em sua maioria, mas também escolhem lugares diferentes para viver esse tempo eminentemente de descanso, sem contudo deixar de exercer o ministério sacerdotal.

Programação

Na verdade, a programação de hoje iniciou-se às 9h15 com a realização de uma reunião reservada na qual traçou-se a pesquisa sobre o perfil dos presbíteros brasileiros.

A segunda sessão foi no auditório do Centro de Convenções Pe. Vitor Coelho de Almeida, das 11h15 às 12h45, quando foram abordados três temas: a palavra dos bispos eméritos, assuntos ligados à liturgia e o projeto Igrejas Irmãs.

Reforma de Estatutos

A terceira sessão, das 15h40 às 17h, tratou de assuntos dedicado a apresentação do texto com o resultado do trabalho da Comissão de Reforma do Estatuto da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), instituída em 2015, a pedido da própria Assembleia Geral dos Bispos.

O Estatuto Canônico e Regimento da CNBB foi aprovado em 2001 e publicado como Documento no 70, tendo já completado 17 anos de funcionamento.
"A vida é dinâmica e, por isso se faz de vem em quando alguns ajustes e atualizações nos estatutos da Conferência", avaliou dom Damasceno.

Segundo cardeal Raymundo Damasceno, arcebispo emérito de Aparecida (SP) e que preside o trabalho de revisão do estatuto, a Comissão enviou uma correspondência aos bispos brasileiros pedindo suas contribuições.

"Recebemos sugestões muito importantes e positivas. Fizemos uma análise destas e estamos aproveitando-as para atualizar o documento. Também as que, pelos anos de experiências na CNBB e nas comissões, julgamos oportunas inserir', disse o Cardeal emérito.

Ele explicou que a comissão ainda se reuniu no dia 10 de abril, em Aparecida (SP) para os ajustes finais no texto: "Vamos apresentar o histórico do caminho que percorremos e um texto básico para estudo como ponto de partida", disse.

Após esse processo, o texto vai à aprovação dos bispos que poderão propor sugestões e emendas. Aprovado pela Assembleia Geral, o texto segue para a Congregação dos Bispos no Vaticano para aprovação final.

Quarta Sessão

A quarta, e última sessão do dia foi dedicada a uma reunião reservada com os 18 regionais da CNBB.

Serviço

A 56a Assembleia Geral dos Bispos do Brasil desenvolve a temática "Formação de Novos Presbíteros" e transcorre entre os dias 11 e 20 de abril de 2018, no Centro de Eventos Pe. Vítor Coelho, no Santuário Nacional de Aparecida, em Aparecida, São Paulo. (JSG)

 

 

 

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/94462-A-56a-Assembleia-Geral-da-CNBB-chega-ao-terceiro-dia. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Estão sendo realizados vários eventos para encerrar os ‘Oito séculos da presença franciscana e ...
 
Mais de 15 mil peregrinos procedentes de diversas partes do mundo serão acolhidos em Nicarágua no ...
 
É essencial que continuemos fazendo o esforço consciente de motivar os jovens a estarem abertos a ...
 
As missões salesianas fazem parte da Rede de Dom Bosco -Dom Bosco Network-, federação mundial de ...
 
"Fátima Hoje: qual o sentido?": procurar novas maneiras de dizer Fátima, para a humanidade do séc ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading