Loading
 
 
 
Loading
 
Exorcista afirma que raras vezes há coincidências entre a vida real e os filmes
Loading
 
20 de Abril de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Itália - Roma (Sexta-feira, 20-04-2018, Gaudium Press) Illius enim te urge potéstas (usualmente traduzido como "o poder de Cristo te obriga"): Esta expressão, segue sendo utilizada desde 1884 até a atualidade pelos sacerdotes que realizam exorcismos de maneira frequente em seu ministério.

Exorcista afirma que raras vezes há coincidências entre a vida real e os filmes.jpg

Talvez o leitor tenha tido contato com os exorcismos pelo mundo de Hollywood, continuamente buscando o dramatismo que atrai audiência. Entretanto, o mundo real nem sempre é o mundo da tela. "Aqueles que nós vemos nos filmes são casos extremos, os quais são muito raros", diz o Padre Luís Ramírez.

O Padre Luís Ramírez é coordenador do "Instituto Sacerdos", e desde o ano de 2002 organiza o seminário romano sobre exorcismo que se realiza no Ateneo Pontifício Regina Apostolorum, dirigido pelos Legionários de Cristo.

Ainda que Hollywood se encante em apresentar os exorcismos de forma dramática, os 'practicantes' no mundo real afirmam que ditos casos extremos não são realmente rotineiros. Antes de realizar um exorcismo, o sacerdote deve passar por um processo de discernimento para determinar se a pessoa necessita um médico ou um sacerdote.

Durante a 13° conferência anual em Roma dedicada ao "Exorcismo e Oração de Libertação", de duração de uma semana e que iniciou na segunda-feira passada, o Padre Ramírez expressou que "os filmes e os meios apresentam ao exorcismo como algo 'impactante', com manifestações externas que 'impactam nossa sensibilidade'", em declarações recolhidas por Cruxnow.

Mais de 290 personas, incluindo sacerdotes, homens e mulheres leigos, viajaram à Roma para seguir aprendendo sobre este rito. Os organizadores do curso tiveram que esclarecer aos participantes que apesar da forma que se descreve, não é "uma escola para exorcistas" e todos os Sacerdotes Exorcistas tem que ter uma credencial de autorização por parte do Bispo local.

Na manhã da segunda-feira, o Padre Ramírez se desempenhou como tradutor para o orador principal, o Cardeal Ernet Simoni, que passou grande parte de sua vida encarcerado pelo regime comunista de Enver Hoxha, ditador de Albânia entre 1944 e 1985. O Cardeal expressou o seguinte: "Há quem leve a cabo um exorcismo através de seus telefones", disse. "E como isto é possível? Por Jesus. Temos que dar-lhe espaço para que atue. Tudo é possível através dele". O Padre Ramírez explicou que são pessoas com as quais se contacta o Cardeal via telefônica, e que rezam junto com o Cardeal. Os organizadores manifestaram que o purpurado se referia mais especificamente a orações de libertação.

Durante sua apresentação, o Cardeal Simoni insiste em que os exorcismos somente devem praticar-se no caso de que a medicina não emita um diagnóstico explicando a conduta dessa pessoa, que se crê, esteja possuída, enfatizando o papel chave da medicina para levar a cabo o discernimento. No entanto, quando se descartam motivos médicos, ele e outras pessoas que realizam exorcismos se convertem em "ferramentas" de um poder superior. O Cardeal afirmou que Jesus é quem cura. (EPC)

Loading
Exorcista afirma que raras vezes há coincidências entre a vida real e os filmes

Itália - Roma (Sexta-feira, 20-04-2018, Gaudium Press) Illius enim te urge potéstas (usualmente traduzido como "o poder de Cristo te obriga"): Esta expressão, segue sendo utilizada desde 1884 até a atualidade pelos sacerdotes que realizam exorcismos de maneira frequente em seu ministério.

Exorcista afirma que raras vezes há coincidências entre a vida real e os filmes.jpg

Talvez o leitor tenha tido contato com os exorcismos pelo mundo de Hollywood, continuamente buscando o dramatismo que atrai audiência. Entretanto, o mundo real nem sempre é o mundo da tela. "Aqueles que nós vemos nos filmes são casos extremos, os quais são muito raros", diz o Padre Luís Ramírez.

O Padre Luís Ramírez é coordenador do "Instituto Sacerdos", e desde o ano de 2002 organiza o seminário romano sobre exorcismo que se realiza no Ateneo Pontifício Regina Apostolorum, dirigido pelos Legionários de Cristo.

Ainda que Hollywood se encante em apresentar os exorcismos de forma dramática, os 'practicantes' no mundo real afirmam que ditos casos extremos não são realmente rotineiros. Antes de realizar um exorcismo, o sacerdote deve passar por um processo de discernimento para determinar se a pessoa necessita um médico ou um sacerdote.

Durante a 13° conferência anual em Roma dedicada ao "Exorcismo e Oração de Libertação", de duração de uma semana e que iniciou na segunda-feira passada, o Padre Ramírez expressou que "os filmes e os meios apresentam ao exorcismo como algo 'impactante', com manifestações externas que 'impactam nossa sensibilidade'", em declarações recolhidas por Cruxnow.

Mais de 290 personas, incluindo sacerdotes, homens e mulheres leigos, viajaram à Roma para seguir aprendendo sobre este rito. Os organizadores do curso tiveram que esclarecer aos participantes que apesar da forma que se descreve, não é "uma escola para exorcistas" e todos os Sacerdotes Exorcistas tem que ter uma credencial de autorização por parte do Bispo local.

Na manhã da segunda-feira, o Padre Ramírez se desempenhou como tradutor para o orador principal, o Cardeal Ernet Simoni, que passou grande parte de sua vida encarcerado pelo regime comunista de Enver Hoxha, ditador de Albânia entre 1944 e 1985. O Cardeal expressou o seguinte: "Há quem leve a cabo um exorcismo através de seus telefones", disse. "E como isto é possível? Por Jesus. Temos que dar-lhe espaço para que atue. Tudo é possível através dele". O Padre Ramírez explicou que são pessoas com as quais se contacta o Cardeal via telefônica, e que rezam junto com o Cardeal. Os organizadores manifestaram que o purpurado se referia mais especificamente a orações de libertação.

Durante sua apresentação, o Cardeal Simoni insiste em que os exorcismos somente devem praticar-se no caso de que a medicina não emita um diagnóstico explicando a conduta dessa pessoa, que se crê, esteja possuída, enfatizando o papel chave da medicina para levar a cabo o discernimento. No entanto, quando se descartam motivos médicos, ele e outras pessoas que realizam exorcismos se convertem em "ferramentas" de um poder superior. O Cardeal afirmou que Jesus é quem cura. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/94680-Exorcista-afirma-que-raras-vezes-ha-coincidencias-entre-a-vida-real-e-os-filmes. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

...
 
“Temos que levantar a voz em nossa defesa. Nigéria é parte das Nações Unidas e não podemos fi ...
 
No dia de Maria Auxiliadora, Papa fala da escravidão da riqueza e pede pelo “nobre povo chinês ...
 
“Leigos cristãos, com Maria na missão, 60 anos de evangelização” é o tema do novenário e f ...
 
O IX Encontro Mundial das Famílias ocorrerá em Dublin, na Irlanda, de 21 a 26 de agosto deste ano ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading