Loading
 
 
 
Loading
 
Na luta contra o mal, nunca estamos sós, diz o Papa
Loading
 
25 de Abril de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 25-04-2018, Gaudium Press) O Papa Francisco acolheu milhares de fiéis e peregrinos para a Audiência Geral desta quarta-feira, em um dia primaveril de Roma, dando continuidade ao ciclo de catequese recém iniciado no qual o Pontífice trata do Sacramento do Batismo.

Hoje, 25/04, ele falou sobre "A força de vencer o mal".

Algo de belo: acompanhar os outros com orações

O Papa explicou que "Não vamos à fonte batismal sozinhos". Estamos sempre acompanhados pela oração de toda a Igreja e uma indicação disso é a invocação dos Santos que precede a oração do exorcismo e a unção com o óleo dos catecúmenos.

Estes são gestos realizados deste o início do cristianismo que dão certeza aos que estão para renascer como Filhos de Deus de que a oração da Igreja os assiste na luta contra o mal, ajudando-os a libertar-se do poder do pecado para passar ao reino da graça divina:

"A Igreja reza e reza por todos. É belo rezar pelos outros. Pedir por quem se encontra na necessidade, por quem não tem fé. A oração da Igreja está sempre em ato, devemos rezar por todo o povo de Deus e por quem necessita de oração", relembrou o Santo Padre.

É por isso que o caminho dos catecúmenos adultos até o Batismo é marcado por repetidos exorcismos pronunciados pelo sacerdote: são orações que invocam a libertação de tudo o que os separa de Cristo e impede a sua união íntima com Ele.

Quando se trata de Batismo de crianças, o pedido que se faz a Deus é para que elas sejam libertadas do pecado original e sejam consagradas como habitação do Espírito Santo:

"Não se trata, porém, de uma fórmula mágica, mas é um dom do Espírito Santo que habilita, quem o recebe, a lutar contra o espírito do mal acreditando que Deus enviou o seu Filho ao mundo para destruir o poder de satanás e transferir o homem liberto das trevas para o seu reino de luz infinita", ensinou Francisco.

Vida: combate sem fim contra o mal

A vida cristã é um combate sem fim contra o mal. Estamos sempre sujeitos à tentação de nos afastar Deus e de rejeitar sua vontade, para recair nos laços das seduções mundanas.

"O Batismo nos dá força para esta luta cotidiana", afirmou o Papa Francisco para recordar o auxílio que vem do Céu e nos sustenta.

Encorajamento

O Santo Padre recordou que no Batismo, além da oração de exorcismo, temos a unção no peito com o óleo dos catecúmenos, para significar a força de Cristo nosso Salvador que nos fortalece na luta contra o mal para vencê-lo. Por isso, o Papa alentou e encorajou:

"É cansativo combater contra o mal, fugir de seus enganos, recuperar as forças depois de uma luta exaustiva, mas devemos saber que toda a vida cristã é um combate. Mas, nesta luta, nunca estamos sozinhos!" .

De tudo sou capaz...

A Igreja reza pelos seus filhos regenerados no Batismo para que não caiam diante das ciladas do maligno, mas as vençam com a força do Senhor ressuscitado, que derrotou o demônio, o mundo e a carne.

É isto que nos sustenta na luta e nos dá a oportunidade de poder com a fé expressa por São Paulo dizer: ‘De tudo sou capaz Naquele que me dá força'.

"Todos nós podemos vencer, mas com a força que vem de Jesus", animou o Papa, antes de concluir. (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações Vatican News)

 

 

Loading
Na luta contra o mal, nunca estamos sós, diz o Papa

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 25-04-2018, Gaudium Press) O Papa Francisco acolheu milhares de fiéis e peregrinos para a Audiência Geral desta quarta-feira, em um dia primaveril de Roma, dando continuidade ao ciclo de catequese recém iniciado no qual o Pontífice trata do Sacramento do Batismo.

Hoje, 25/04, ele falou sobre "A força de vencer o mal".

Algo de belo: acompanhar os outros com orações

O Papa explicou que "Não vamos à fonte batismal sozinhos". Estamos sempre acompanhados pela oração de toda a Igreja e uma indicação disso é a invocação dos Santos que precede a oração do exorcismo e a unção com o óleo dos catecúmenos.

Estes são gestos realizados deste o início do cristianismo que dão certeza aos que estão para renascer como Filhos de Deus de que a oração da Igreja os assiste na luta contra o mal, ajudando-os a libertar-se do poder do pecado para passar ao reino da graça divina:

"A Igreja reza e reza por todos. É belo rezar pelos outros. Pedir por quem se encontra na necessidade, por quem não tem fé. A oração da Igreja está sempre em ato, devemos rezar por todo o povo de Deus e por quem necessita de oração", relembrou o Santo Padre.

É por isso que o caminho dos catecúmenos adultos até o Batismo é marcado por repetidos exorcismos pronunciados pelo sacerdote: são orações que invocam a libertação de tudo o que os separa de Cristo e impede a sua união íntima com Ele.

Quando se trata de Batismo de crianças, o pedido que se faz a Deus é para que elas sejam libertadas do pecado original e sejam consagradas como habitação do Espírito Santo:

"Não se trata, porém, de uma fórmula mágica, mas é um dom do Espírito Santo que habilita, quem o recebe, a lutar contra o espírito do mal acreditando que Deus enviou o seu Filho ao mundo para destruir o poder de satanás e transferir o homem liberto das trevas para o seu reino de luz infinita", ensinou Francisco.

Vida: combate sem fim contra o mal

A vida cristã é um combate sem fim contra o mal. Estamos sempre sujeitos à tentação de nos afastar Deus e de rejeitar sua vontade, para recair nos laços das seduções mundanas.

"O Batismo nos dá força para esta luta cotidiana", afirmou o Papa Francisco para recordar o auxílio que vem do Céu e nos sustenta.

Encorajamento

O Santo Padre recordou que no Batismo, além da oração de exorcismo, temos a unção no peito com o óleo dos catecúmenos, para significar a força de Cristo nosso Salvador que nos fortalece na luta contra o mal para vencê-lo. Por isso, o Papa alentou e encorajou:

"É cansativo combater contra o mal, fugir de seus enganos, recuperar as forças depois de uma luta exaustiva, mas devemos saber que toda a vida cristã é um combate. Mas, nesta luta, nunca estamos sozinhos!" .

De tudo sou capaz...

A Igreja reza pelos seus filhos regenerados no Batismo para que não caiam diante das ciladas do maligno, mas as vençam com a força do Senhor ressuscitado, que derrotou o demônio, o mundo e a carne.

É isto que nos sustenta na luta e nos dá a oportunidade de poder com a fé expressa por São Paulo dizer: ‘De tudo sou capaz Naquele que me dá força'.

"Todos nós podemos vencer, mas com a força que vem de Jesus", animou o Papa, antes de concluir. (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações Vatican News)

 

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/94756-Na-luta-contra-o-mal--nunca-estamos-sos--diz-o-Papa-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Os preparativos para a Festa de Nossa Senhora Aparecida deste ano já estão acontecendo. ...
 
Nesta segunda-feira, 21 de maio, a Igreja celebra pela primeira vez a festa de Santa Maria Mãe de D ...
 
Durante a cerimônia, houve o testemunho de fé de Maria Helena Chartuni, responsável pela restaura ...
 
Uma Igreja que é mãe segue o caminho da ternura, conhece a linguagem da sabedoria do carinho, do s ...
 
Programação extensa animou o público presente nas celebrações em memória à descida do Espíri ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading