Loading
 
 
 
Loading
 
“Mês de Maria” é celebrado na Basílica da Penha, no Rio
Loading
 
7 de Maio de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Rio de Janeiro (Segunda-feira, 07-05-2018, Gaudium Press) O "Mês de Maria" vem sendo comemorado na Basílica Santuário Arquidiocesano Mariano de Nossa Senhora da Penha, no Rio de Janeiro.

Mês de Maria é celebrado na Basílica da Penha, no Rio.png

Com uma programação especial, a homenagem a Nossa Senhora, durante o mês de maio, é uma tradição antiga da Igreja Católica que remete, também, ao Dia das Mães.

"Neste momento, relembramos a mãe espiritual, que foi e é a Virgem Maria. Ela nos foi dada como mãe pelo próprio filho, aos pés da cruz", afirmou o reitor, Padre Thiago Sardinha.

A abertura das festividades aconteceu no dia 5 de maio, com a missa intitulada "O Rio Celebra", presidida pelo Cardeal Orani João Tempesta, seguida de procissão e consagração da Cidade Maravilhosa a Virgem Maria.

Na sacada do santuário, Dom Orani concedeu a bênção e fez a consagração da cidade do Rio de Janeiro a Nossa Senhora da Penha. Depois, os fiéis realizaram um momento de oração pelo Papa Francisco.

Padre Sardinha explicou que nesse dia houve três atos de devoção a Mãe do Filho de Deus, que foram a missa, a consagração da cidade e a oração pelo Papa, seguida de consagração.

"Ao longo dos anos, homenageávamos Maria no último domingo do mês de maio, no encerramento das festividades do Mês Mariano. Porém, no ano passado, 2017, alteramos a data para o início do mês para possibilitar que outros padres participem do momento conosco, uma vez que também possuem seus compromissos paroquiais", explicou o sacerdote.

Neste Ano dos Leigos, Padre Sardinha recomendou aos fiéis que seja observado o exemplo de Maria Santíssima, que foi um modelo de cristã leiga. "Ela nos inspirou a tê-la como tema da festa de Nossa Senhora da Penha de 2018 nos seus 383 anos. As festividades acontecerão em outubro próximo, e já queremos nos motivar para esta grande comemoração mariana no Rio de Janeiro".

A expectativa dos paroquianos para este evento é de que seja expandido o amor mariano a todos os cristãos. "Ela (Nossa Senhora) deu seu ‘sim' para o projeto de Deus para nos salvar e, assim, mediante a encarnação do Verbo em seu seio, o Cristo viesse realizar seu plano de salvação", ressaltou o Padre Sardinha.

O ato de venerar e agradecer a Virgem Maria durante o mês de maio, segundo o presbítero, é também uma forma de agradecimento por ela ser o reflexo do amor de Deus pelos homens.

"Ao nos aproximarmos mais de Nossa Senhora, com este amor e carinho, ela nos conduzirá a Cristo. Maria é um modelo para nós e para os cristãos leigos porque foi através de seu ‘sim', de sua humildade e caridade, que os planos de Deus puderam acontecer em nossas vidas", declarou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Arquidiocese do Rio de Janeiro

Loading
“Mês de Maria” é celebrado na Basílica da Penha, no Rio

Rio de Janeiro (Segunda-feira, 07-05-2018, Gaudium Press) O "Mês de Maria" vem sendo comemorado na Basílica Santuário Arquidiocesano Mariano de Nossa Senhora da Penha, no Rio de Janeiro.

Mês de Maria é celebrado na Basílica da Penha, no Rio.png

Com uma programação especial, a homenagem a Nossa Senhora, durante o mês de maio, é uma tradição antiga da Igreja Católica que remete, também, ao Dia das Mães.

"Neste momento, relembramos a mãe espiritual, que foi e é a Virgem Maria. Ela nos foi dada como mãe pelo próprio filho, aos pés da cruz", afirmou o reitor, Padre Thiago Sardinha.

A abertura das festividades aconteceu no dia 5 de maio, com a missa intitulada "O Rio Celebra", presidida pelo Cardeal Orani João Tempesta, seguida de procissão e consagração da Cidade Maravilhosa a Virgem Maria.

Na sacada do santuário, Dom Orani concedeu a bênção e fez a consagração da cidade do Rio de Janeiro a Nossa Senhora da Penha. Depois, os fiéis realizaram um momento de oração pelo Papa Francisco.

Padre Sardinha explicou que nesse dia houve três atos de devoção a Mãe do Filho de Deus, que foram a missa, a consagração da cidade e a oração pelo Papa, seguida de consagração.

"Ao longo dos anos, homenageávamos Maria no último domingo do mês de maio, no encerramento das festividades do Mês Mariano. Porém, no ano passado, 2017, alteramos a data para o início do mês para possibilitar que outros padres participem do momento conosco, uma vez que também possuem seus compromissos paroquiais", explicou o sacerdote.

Neste Ano dos Leigos, Padre Sardinha recomendou aos fiéis que seja observado o exemplo de Maria Santíssima, que foi um modelo de cristã leiga. "Ela nos inspirou a tê-la como tema da festa de Nossa Senhora da Penha de 2018 nos seus 383 anos. As festividades acontecerão em outubro próximo, e já queremos nos motivar para esta grande comemoração mariana no Rio de Janeiro".

A expectativa dos paroquianos para este evento é de que seja expandido o amor mariano a todos os cristãos. "Ela (Nossa Senhora) deu seu ‘sim' para o projeto de Deus para nos salvar e, assim, mediante a encarnação do Verbo em seu seio, o Cristo viesse realizar seu plano de salvação", ressaltou o Padre Sardinha.

O ato de venerar e agradecer a Virgem Maria durante o mês de maio, segundo o presbítero, é também uma forma de agradecimento por ela ser o reflexo do amor de Deus pelos homens.

"Ao nos aproximarmos mais de Nossa Senhora, com este amor e carinho, ela nos conduzirá a Cristo. Maria é um modelo para nós e para os cristãos leigos porque foi através de seu ‘sim', de sua humildade e caridade, que os planos de Deus puderam acontecer em nossas vidas", declarou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Arquidiocese do Rio de Janeiro

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/95015--ldquo-Mes-de-Maria-rdquo--e-celebrado-na-Basilica-da-Penha--no-Rio. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Os preparativos para a Festa de Nossa Senhora Aparecida deste ano já estão acontecendo. ...
 
Nesta segunda-feira, 21 de maio, a Igreja celebra pela primeira vez a festa de Santa Maria Mãe de D ...
 
Durante a cerimônia, houve o testemunho de fé de Maria Helena Chartuni, responsável pela restaura ...
 
Uma Igreja que é mãe segue o caminho da ternura, conhece a linguagem da sabedoria do carinho, do s ...
 
Programação extensa animou o público presente nas celebrações em memória à descida do Espíri ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading