Loading
 
 
 
Loading
 
Ordem dos Carmelitas Descalços promove dois congressos na Espanha
Loading
 
14 de Janeiro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Espanha - Madri (Segunda-feira, 14-01-2019, Gaudium Press) Por ocasião dos 150 anos da restauração do Carmelo Descalço Masculino na Espanha, a Ordem dos Carmelitas Descalços no país europeu realizará neste ano de 2019 dois importantes congressos.

Ordem dos Carmelitas Descalc?os promove dois congressos na Espanha.jpg

O primeiro ocorrerá entre os dias 15 e 18 de janeiro em Ávila, e abordará a figura da Carmelita Descalça segundo o olhar de Santa Teresa de Jesus, que foi justamente a reformadora da Ordem; e aprofundará a situação que viveu o Carmelo após a exclaustração ocorrida no país europeu no ano de 1835; além da expansão da Ordem no continente americano.

O segundo congresso, que será de caráter internacional, será realizado entre os dias 29 de abril a 02 de maio em Larrea. Tal como detalha a Ordem do Carmelo Descalço, este afrontará, a partir do ponto de vista científico, a exclaustração a nível europeu e espanhol, como foi a reimplantação da Ordem a partir do Convento de Markina, assim como as figuras que intervieram no processo de unificação da Congregação e sua expansão pela América e Índia.

Exclaustração na Espanha

A exclaustração na Espanha se deu como consequência das revoltas liberais e motins que ocorreram no ano de 1835.

María Cristina de Borbón-Dos Sicilias, então regente do reino espanhol e viúva do rei Fernando VII, que havia falecido alguns anos antes, se viu obrigada a nomear à presidência do conselho de ministros a Juan Álvarez de Mendizábal, liberal e progressista, em cujo governo suprimiu as ordens religiosas apreendendo, com o desentendimento, numerosos bens da Igreja.

Como consequência da exclaustração muitas comunidades religiosas se viram debilitadas, outras, inclusive desapareceram na Espanha, como ocorreu com a Ordem do Carmelo Descalço Masculino.

O Padre Silverio, ODC, que é citado pelos Carmelitas Descalços da Província Ibérica, ao narrar como foi a fundação da comunidade de carmelitas em Medina del Campo, se refere a este período difícil para a Ordem e sua recuperação na povoação espanhola:

"Pouco a pouco se foi melhorando o convento, e se edificou a igreja. Medina apreciou aos Descalços e lhes poupou suas esmolas, até, mais adiante, poder sustentar colégio de Artes, chegando a formar uma biblioteca bastante rica, a julgar pelo catálogo que em 1754 fez dela o Padre Manuel de Santa Maria, a pedido do superior desta casa, Frei Manuel de São Pedro. Se perdeu o convento na exclaustração de 35, e passados muitos anos se converteu em fábrica de tecidos. Da igreja não resta nada (...) Com ele desapareceram também todas as demais comunidades que havia de varões, que não voltaram a se estabelecer mais. Nossos religiosos voltaram a Medina em 1891, edificando um convento junto à antiga igreja de Agostinianas Recoletas". (EPC)

Loading
Ordem dos Carmelitas Descalços promove dois congressos na Espanha

Espanha - Madri (Segunda-feira, 14-01-2019, Gaudium Press) Por ocasião dos 150 anos da restauração do Carmelo Descalço Masculino na Espanha, a Ordem dos Carmelitas Descalços no país europeu realizará neste ano de 2019 dois importantes congressos.

Ordem dos Carmelitas Descalc?os promove dois congressos na Espanha.jpg

O primeiro ocorrerá entre os dias 15 e 18 de janeiro em Ávila, e abordará a figura da Carmelita Descalça segundo o olhar de Santa Teresa de Jesus, que foi justamente a reformadora da Ordem; e aprofundará a situação que viveu o Carmelo após a exclaustração ocorrida no país europeu no ano de 1835; além da expansão da Ordem no continente americano.

O segundo congresso, que será de caráter internacional, será realizado entre os dias 29 de abril a 02 de maio em Larrea. Tal como detalha a Ordem do Carmelo Descalço, este afrontará, a partir do ponto de vista científico, a exclaustração a nível europeu e espanhol, como foi a reimplantação da Ordem a partir do Convento de Markina, assim como as figuras que intervieram no processo de unificação da Congregação e sua expansão pela América e Índia.

Exclaustração na Espanha

A exclaustração na Espanha se deu como consequência das revoltas liberais e motins que ocorreram no ano de 1835.

María Cristina de Borbón-Dos Sicilias, então regente do reino espanhol e viúva do rei Fernando VII, que havia falecido alguns anos antes, se viu obrigada a nomear à presidência do conselho de ministros a Juan Álvarez de Mendizábal, liberal e progressista, em cujo governo suprimiu as ordens religiosas apreendendo, com o desentendimento, numerosos bens da Igreja.

Como consequência da exclaustração muitas comunidades religiosas se viram debilitadas, outras, inclusive desapareceram na Espanha, como ocorreu com a Ordem do Carmelo Descalço Masculino.

O Padre Silverio, ODC, que é citado pelos Carmelitas Descalços da Província Ibérica, ao narrar como foi a fundação da comunidade de carmelitas em Medina del Campo, se refere a este período difícil para a Ordem e sua recuperação na povoação espanhola:

"Pouco a pouco se foi melhorando o convento, e se edificou a igreja. Medina apreciou aos Descalços e lhes poupou suas esmolas, até, mais adiante, poder sustentar colégio de Artes, chegando a formar uma biblioteca bastante rica, a julgar pelo catálogo que em 1754 fez dela o Padre Manuel de Santa Maria, a pedido do superior desta casa, Frei Manuel de São Pedro. Se perdeu o convento na exclaustração de 35, e passados muitos anos se converteu em fábrica de tecidos. Da igreja não resta nada (...) Com ele desapareceram também todas as demais comunidades que havia de varões, que não voltaram a se estabelecer mais. Nossos religiosos voltaram a Medina em 1891, edificando um convento junto à antiga igreja de Agostinianas Recoletas". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/100487-Ordem-dos-Carmelitas-Descalcos-promove-dois-congressos-na-Espanha. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

“Esta iniciativa é essencial porque de um lado encoraja a oração e, de outro, contribui para aj ...
 
A missa solene será presidida pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha. ...
 
O bispo Dom Dulcênio Fontes de Matos garantiu que o templo será “uma importante área de missão ...
 
Atualmente a Igreja Católica, possui por volta de 1,3 bilhão de seguidores, sendo uma das religiõ ...
 
As duas capitais assistiram uma grande demonstração de defesa da Vida desde a concepção até seu ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading