Loading
 
 
 
Loading
 
Simpósio em Roma: Tratado de Latrão, Santa Sé e Vaticano no novo contexto internacional
Loading
 
7 de Fevereiro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 07-02-2019, Gaudium Press) O Simpósio que a "Escola de Alta Formação em Direito Canônico, Eclesiástico e Vaticano" programou para ser rezalizado nesta quinta-feira, 07 de fevereiro, tratará da temática "Santa Sé e Estado da Cidade do Vaticano no novo contexto internacional (1929-2019)".

Simpósio em Roma- Tratado de Latrão, Santa Sé e Vaticano no novo contexto internacional.jpg

Este Simpósio transcorrerá em Roma, na Livre Universidade Maria Santíssima Assunta (LUMSA) e tem o patrocínio do "Consociatio internationalis studio iuris canonici promovendo", no aniversário dos 90 anos da assinatura do Tratado de Latrão (11 de fevereiro de 1929), ato que sancionou o início de relações bilaterais entre Itália e Santa Sé.

Serão realizadas duas sessões de trabalho reunindo alguns dos maiores estudiosos do setor para uma reflexão multidisciplinar sobre a Santa Sé e sobre o Estado da Cidade do Vaticano no novo contexto internacional.

Tratado de Latrão dentro da realidade italiana e cenário internacional de hoje

A primeira das sessões será uma dissertação sobre o Tratado de Latrão hoje: desafios e perspectivas, com atenção particular ao Tratado na realidade italiana e no novo cenário internacional.

O destaque será para a participação do presidente do Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano, cardeal Giuseppe Bertello; do reitor da LUMSA, professor Francesco Bonini; do professor Paolo Cavana (Universidade LUMSA); do diplomata vaticano Dom Antonio Mennini e do diretor da Escola de Alta Formação em Direito Canônico, Eclesiástico e Vaticano, professor Giuseppe Dalla Torre, que presidirá a sessão.

Dentro da nova realidade europeia e global: o Estado da Cidade do Vaticano

A segunda sessão do Simpósio será presidida pelo professor Carlo Cardia, da Universidade de Roma Ter.

Nesta sessão, juristas e historiadores desenvolverão estudos sobre o Estado da Cidade do Vaticano na nova realidade europeia e global.

Esta sessão terá a presença ativa das professoras Geraldina Boni (Universidade de Bolonha) e Monica Lugato (Universidade LUMSA).

A mesa-redonda "Santa Sé e Estado da Cidade do Vaticano num mundo globalizado", que será desenvolvida logo em seguida, terá a participação do secretário do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos, Dom Juan Ignácio Arrieta, além dos professores Philippe Chenaux, da Pontifícia Universidade Lateranense e Giovanni Maria Varnier da Universidade de Gênova.

No final do dia, o Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado do Vaticano, deverá encerrar os trabalhos do Simpósio quando oferecerá aos participantes a conferência que leva o título: Tratado de Latrão manifesta ainda hoje vitalidade singular.

Tratado de Latrão: uma vitalidade singular

Para o professor Giuesppe Dalla Torre, diretor da Escola de Alta Formação em Direito Canônico, Eclesiástico e Vaticano da LUMSA e presidente do Tribunal do Estado da Cidade do Vaticano, "O Tratado de Latrão constitui um evento importante para a nossa história: encerrou o conflito entre Estado e Igreja na Itália e conciliou o caso de consciência dos católicos italianos, divididos entre as razões de duas fidelidades, à Igreja e à Pátria."

Para Dalla Torre, "A prova do tempo transcorrido desde aquele 11 de fevereiro de 1929, dia da assinatura dos Acordos, fez emergir a bondade das soluções de então, que manifestam ainda hoje uma vitalidade singular."

"Por outro lado, - continua o Professor- a revisão dos Acordos, ocorrida em 1984, constituiu confirmação e desenvolvimento de um programa de colaboração entre Estado e Igreja, que no respeito pela laicidade é direito à promoção do homem e ao bem do país. "(JSG)

 

Loading
Simpósio em Roma: Tratado de Latrão, Santa Sé e Vaticano no novo contexto internacional

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 07-02-2019, Gaudium Press) O Simpósio que a "Escola de Alta Formação em Direito Canônico, Eclesiástico e Vaticano" programou para ser rezalizado nesta quinta-feira, 07 de fevereiro, tratará da temática "Santa Sé e Estado da Cidade do Vaticano no novo contexto internacional (1929-2019)".

Simpósio em Roma- Tratado de Latrão, Santa Sé e Vaticano no novo contexto internacional.jpg

Este Simpósio transcorrerá em Roma, na Livre Universidade Maria Santíssima Assunta (LUMSA) e tem o patrocínio do "Consociatio internationalis studio iuris canonici promovendo", no aniversário dos 90 anos da assinatura do Tratado de Latrão (11 de fevereiro de 1929), ato que sancionou o início de relações bilaterais entre Itália e Santa Sé.

Serão realizadas duas sessões de trabalho reunindo alguns dos maiores estudiosos do setor para uma reflexão multidisciplinar sobre a Santa Sé e sobre o Estado da Cidade do Vaticano no novo contexto internacional.

Tratado de Latrão dentro da realidade italiana e cenário internacional de hoje

A primeira das sessões será uma dissertação sobre o Tratado de Latrão hoje: desafios e perspectivas, com atenção particular ao Tratado na realidade italiana e no novo cenário internacional.

O destaque será para a participação do presidente do Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano, cardeal Giuseppe Bertello; do reitor da LUMSA, professor Francesco Bonini; do professor Paolo Cavana (Universidade LUMSA); do diplomata vaticano Dom Antonio Mennini e do diretor da Escola de Alta Formação em Direito Canônico, Eclesiástico e Vaticano, professor Giuseppe Dalla Torre, que presidirá a sessão.

Dentro da nova realidade europeia e global: o Estado da Cidade do Vaticano

A segunda sessão do Simpósio será presidida pelo professor Carlo Cardia, da Universidade de Roma Ter.

Nesta sessão, juristas e historiadores desenvolverão estudos sobre o Estado da Cidade do Vaticano na nova realidade europeia e global.

Esta sessão terá a presença ativa das professoras Geraldina Boni (Universidade de Bolonha) e Monica Lugato (Universidade LUMSA).

A mesa-redonda "Santa Sé e Estado da Cidade do Vaticano num mundo globalizado", que será desenvolvida logo em seguida, terá a participação do secretário do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos, Dom Juan Ignácio Arrieta, além dos professores Philippe Chenaux, da Pontifícia Universidade Lateranense e Giovanni Maria Varnier da Universidade de Gênova.

No final do dia, o Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado do Vaticano, deverá encerrar os trabalhos do Simpósio quando oferecerá aos participantes a conferência que leva o título: Tratado de Latrão manifesta ainda hoje vitalidade singular.

Tratado de Latrão: uma vitalidade singular

Para o professor Giuesppe Dalla Torre, diretor da Escola de Alta Formação em Direito Canônico, Eclesiástico e Vaticano da LUMSA e presidente do Tribunal do Estado da Cidade do Vaticano, "O Tratado de Latrão constitui um evento importante para a nossa história: encerrou o conflito entre Estado e Igreja na Itália e conciliou o caso de consciência dos católicos italianos, divididos entre as razões de duas fidelidades, à Igreja e à Pátria."

Para Dalla Torre, "A prova do tempo transcorrido desde aquele 11 de fevereiro de 1929, dia da assinatura dos Acordos, fez emergir a bondade das soluções de então, que manifestam ainda hoje uma vitalidade singular."

"Por outro lado, - continua o Professor- a revisão dos Acordos, ocorrida em 1984, constituiu confirmação e desenvolvimento de um programa de colaboração entre Estado e Igreja, que no respeito pela laicidade é direito à promoção do homem e ao bem do país. "(JSG)

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Seguindo o tema 'A missão do Santuário é celebrar com o povo de Deus', o evento seguirá até o d ...
 
“Padre Antonio César se soma a outros mártires da Igreja de hoje no mundo, alguns deles salesian ...
 
O anúncio foi feito no Vaticano, após reunião de três dias entre o pontífice e o seu Conselho c ...
 
Apesar de todo homem dever percorrer um vale de lágrimas, em meio da escuridão desse vale, Deus de ...
 
O Vaticano publicou orientações para o encontro de presidentes de Conferências Episcopais sobre a ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading