Loading
 
 
 
Loading
 
'A entrega da vida a Deus exige conversão', assegura o Cardeal do Rio de Janeiro
Loading
 
8 de Fevereiro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Rio de Janeiro (Sexta-feira, 08-02-2019, Gaudium Press) O Arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, presidiu no último dia 02 de fevereiro uma Santa Missa por ocasião do Dia Mundial da Vida Consagrada. Na ocasião também celebrou o jubileu pelos seus 50 anos de profissão monástica, na Ordem Cisterciense.

'A entrega da vida a Deus exige conversa?o', assegura o Cardeal do Rio de Janeiro.jpg

Estiveram presentes na celebração o vice-governador, Cláudio Castro, e outras autoridades civis, Bispos Auxiliares, Vigários Episcopais, Padres, Diáconos da Escola Diaconal Santo Efrém, Cônegos, o Cabido Arquidiocesano, Cônego Cláudio dos Santos, Pároco da Catedral, a Ordem do Santo Sepulcro, Consagrados e Consagradas, e o Vigário Episcopal para a Vida Consagrada, Dom Roberto Lopes.

"Agradeço muito por essa oportunidade de celebrar meus 50 anos de profissão monástica. Poder servir à Igreja foi uma das normativas da minha vida enquanto prior, enquanto abade, enquanto pároco. Não queria ser uma pessoa à margem da Igreja local, mas servir a Ela onde estivesse inserido. A entrega da vida a Deus exige conversão e mudança de vida. Mas peço a Ele para que, nesse momento em que vivemos, em que a Igreja sofre perseguições e difamações ao redor do mundo, continuemos entregando nossa vida, com esse mesmo entusiasmo", afirmou o Cardeal.

Citando alguns aspectos de sua Carta Pastoral intitulada 'Enviai, Senhor, operários', lançada em janeiro por ocasião do Ano Vocacional Sacerdotal na Arquidiocese, o purpurado pediu para que se reze pelos sacerdotes e pelas vocações. "Os religiosos e religiosas se apresentam ao Senhor e, com um título novo, além do Batismo, são chamados a proclamar que Cristo é o Senhor. Mas todos nós somos chamados a entregar e consagrar nossas vidas a Ele, ser de Deus", concluiu.

Dom Orani foi o primeiro Abade do Mosteiro São Bernardo. Foi ordenado sacerdote em 1974 e pároco da Paróquia São Roque em 1984. Tornou-se abade do mosteiro em 1996 e, no ano seguinte, Bispo de São José do Rio Preto, em São Paulo. (EPC)

Loading
'A entrega da vida a Deus exige conversão', assegura o Cardeal do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro (Sexta-feira, 08-02-2019, Gaudium Press) O Arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, presidiu no último dia 02 de fevereiro uma Santa Missa por ocasião do Dia Mundial da Vida Consagrada. Na ocasião também celebrou o jubileu pelos seus 50 anos de profissão monástica, na Ordem Cisterciense.

'A entrega da vida a Deus exige conversa?o', assegura o Cardeal do Rio de Janeiro.jpg

Estiveram presentes na celebração o vice-governador, Cláudio Castro, e outras autoridades civis, Bispos Auxiliares, Vigários Episcopais, Padres, Diáconos da Escola Diaconal Santo Efrém, Cônegos, o Cabido Arquidiocesano, Cônego Cláudio dos Santos, Pároco da Catedral, a Ordem do Santo Sepulcro, Consagrados e Consagradas, e o Vigário Episcopal para a Vida Consagrada, Dom Roberto Lopes.

"Agradeço muito por essa oportunidade de celebrar meus 50 anos de profissão monástica. Poder servir à Igreja foi uma das normativas da minha vida enquanto prior, enquanto abade, enquanto pároco. Não queria ser uma pessoa à margem da Igreja local, mas servir a Ela onde estivesse inserido. A entrega da vida a Deus exige conversão e mudança de vida. Mas peço a Ele para que, nesse momento em que vivemos, em que a Igreja sofre perseguições e difamações ao redor do mundo, continuemos entregando nossa vida, com esse mesmo entusiasmo", afirmou o Cardeal.

Citando alguns aspectos de sua Carta Pastoral intitulada 'Enviai, Senhor, operários', lançada em janeiro por ocasião do Ano Vocacional Sacerdotal na Arquidiocese, o purpurado pediu para que se reze pelos sacerdotes e pelas vocações. "Os religiosos e religiosas se apresentam ao Senhor e, com um título novo, além do Batismo, são chamados a proclamar que Cristo é o Senhor. Mas todos nós somos chamados a entregar e consagrar nossas vidas a Ele, ser de Deus", concluiu.

Dom Orani foi o primeiro Abade do Mosteiro São Bernardo. Foi ordenado sacerdote em 1974 e pároco da Paróquia São Roque em 1984. Tornou-se abade do mosteiro em 1996 e, no ano seguinte, Bispo de São José do Rio Preto, em São Paulo. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/101192--A-entrega-da-vida-a-Deus-exige-conversao---assegura-o-Cardeal-do-Rio-de-Janeiro. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Um incêndio, de causas desconhecidas, destruiu parte da Matriz de Monte Santo, no interior do sert ...
 
Na província montanhosa de Yen Bai, nas Filipinas, após 100 anos foi celebrada a primeira Missa do ...
 
Não somos distribuidores de azeite em garrafa. Somos ungidos para ungir, distribuindo-nos a nós me ...
 
O suspeito estava com quatro galões de gasolina, duas latas de fluído de isqueiro e dois isqueiros ...
 
Esbofeteamos Jesus, como o fizeram seus cruéis algozes: o pecado é, em certa medida, uma participa ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading