Loading
 
 
 
Loading
 
"Amar a Igreja sempre!" – Conselho do Papa aos fiéis da Diocese de Benevento
Loading
 
20 de Fevereiro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 20-02-2019, Gaudium Press) Cerca de 2.500 peregrinos vindos da diocese de Benevento, na Itália foram recebidos em Audiência pelo Papa Francisco na Basílica de São Pedro na manhã desta quarta-feira (20/02).

Amar a Igreja sempre! ? Conselho do Papa aos fiéis da Diocese de Benevento1.jpg

O Bispo de Benevento, Dom Felice Accrocca, acompanhava os peregrinos de sua diocese que vieram ao Vaticano par agradecer ao Papa a visita realizada por ele a Pietrelcina, 17 de março de 2018, nas comemorações dos 100 anos das aparições dos estigmas permanentes de São Pio e 50 anos de sua morte,

Agradecimento

As palavras iniciais do Papa foram de agradecimento pela calorosa acolhida recebida quando de sua visita em Pietrelcina, no ano passado.

Disse Francisco:

"Gostaria de renovar os meus sinceros agradecimentos a todos vocês pela calorosa acolhida que me dispensaram naquela ocasião.

Que a memória desse acontecimento, cheia de significado eclesial e espiritual, suscite em cada um de vocês o desejo de aprofundar a vida de fé, na esteira dos ensinamentos do ilustre e santo compatriota Padre Pio. Ele distinguiu-se pela sua fé firme em Deus, pela sua firme esperança nas realidades celestes, pela sua generosa dedicação ao povo, pela sua fidelidade à Igreja, que sempre amou com todos os seus problemas e adversidades."

"Permaneceu no meu coração aquela visita", disse o Papa.

Exemplo de São Pio

O Pontífice sublinhou que o exemplo deixado por São Pio deve ser imitado, não se cansando de difundir a caridade Divina, especialmente aos mais necessitados.

"Encorajo vocês a compreenderem e a aceitarem sempre mais o amor de Deus, fonte e motivo da nossa verdadeira alegria. Somos chamados a dar este amor que muda a vida, especialmente aos mais fracos e necessitados. Cada um de nós, ao difundir a caridade divina, contribui para a construção de um mundo mais justo e solidário. A exemplo do Padre Pio, não se cansem de se entregar a Cristo e de anunciar a sua bondade e misericórdia através do testemunho de sua vida. Isto é o que homens e mulheres também em nosso tempo esperam dos discípulos do Senhor."

São Pio de Pietrelcina amou a Santa Igreja

Recordando algumas características de São Pio, Francisco ressaltou seu grande amor pela Igreja, independente dos pecados de seus filhos:

São Pio "sempre amou a igreja, com todos os seus problemas e suas adversidades e com tantos pecadores, pois a Igreja é Santa, mas nós filhos da Igreja somos todos pecadores, e alguns grandes, mas ele amou a Igreja, não a destruiu com a língua, como é a moda agora.

Não, não: amou. Aquele que ama a Igreja sabe perdoar, porque sabe que ele mesmo é pecador e precisa do perdão de Deus. "

O Papa afirmou que os que acusam constantemente a Igreja são considerados parentes e amigos do grande acusador: o Diabo. Ele reafirma que se deve corrigir, denunciar, mas uma correção que não se esqueça do amor:

"Mas não se pode viver uma vida sempre acusando, acusando, acusando a Igreja. O oficio de acusador de quem é? Quem é aquele que a Bíblia chama de grande acusador? É o Diabo! E aqueles que passam a vida acusando, não digo que são filhos, mas amigos, primos, parentes do Diabo.

Não! Isto não está certo.

Deve-se assinalar os defeitos para corrigir, mas no momento que se assinalam os defeitos, se denuncia os defeitos, também se ama a Igreja. "

Dar testemunho, sempre

Já caminhando para o fim de sua Audiência, Francisco disse aos peregrinos de Benevento:

" Testemunho! Pensem em São Francisco, que o Bispo de vocês conhece bem. O que ele disse aos seus discípulos? Vão! Deem testemunho! Não são necessárias as palavras, mas comecem com o testemunho. Vivam como cristãos, dando testemunho que o amor é mais belo que o ódio, que a amizade é mais bela que a inimizade, que a fraternidade entre todos nós é mais bela que a guerra. " (JSG)

 

 

Loading
"Amar a Igreja sempre!" – Conselho do Papa aos fiéis da Diocese de Benevento

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 20-02-2019, Gaudium Press) Cerca de 2.500 peregrinos vindos da diocese de Benevento, na Itália foram recebidos em Audiência pelo Papa Francisco na Basílica de São Pedro na manhã desta quarta-feira (20/02).

Amar a Igreja sempre! ? Conselho do Papa aos fiéis da Diocese de Benevento1.jpg

O Bispo de Benevento, Dom Felice Accrocca, acompanhava os peregrinos de sua diocese que vieram ao Vaticano par agradecer ao Papa a visita realizada por ele a Pietrelcina, 17 de março de 2018, nas comemorações dos 100 anos das aparições dos estigmas permanentes de São Pio e 50 anos de sua morte,

Agradecimento

As palavras iniciais do Papa foram de agradecimento pela calorosa acolhida recebida quando de sua visita em Pietrelcina, no ano passado.

Disse Francisco:

"Gostaria de renovar os meus sinceros agradecimentos a todos vocês pela calorosa acolhida que me dispensaram naquela ocasião.

Que a memória desse acontecimento, cheia de significado eclesial e espiritual, suscite em cada um de vocês o desejo de aprofundar a vida de fé, na esteira dos ensinamentos do ilustre e santo compatriota Padre Pio. Ele distinguiu-se pela sua fé firme em Deus, pela sua firme esperança nas realidades celestes, pela sua generosa dedicação ao povo, pela sua fidelidade à Igreja, que sempre amou com todos os seus problemas e adversidades."

"Permaneceu no meu coração aquela visita", disse o Papa.

Exemplo de São Pio

O Pontífice sublinhou que o exemplo deixado por São Pio deve ser imitado, não se cansando de difundir a caridade Divina, especialmente aos mais necessitados.

"Encorajo vocês a compreenderem e a aceitarem sempre mais o amor de Deus, fonte e motivo da nossa verdadeira alegria. Somos chamados a dar este amor que muda a vida, especialmente aos mais fracos e necessitados. Cada um de nós, ao difundir a caridade divina, contribui para a construção de um mundo mais justo e solidário. A exemplo do Padre Pio, não se cansem de se entregar a Cristo e de anunciar a sua bondade e misericórdia através do testemunho de sua vida. Isto é o que homens e mulheres também em nosso tempo esperam dos discípulos do Senhor."

São Pio de Pietrelcina amou a Santa Igreja

Recordando algumas características de São Pio, Francisco ressaltou seu grande amor pela Igreja, independente dos pecados de seus filhos:

São Pio "sempre amou a igreja, com todos os seus problemas e suas adversidades e com tantos pecadores, pois a Igreja é Santa, mas nós filhos da Igreja somos todos pecadores, e alguns grandes, mas ele amou a Igreja, não a destruiu com a língua, como é a moda agora.

Não, não: amou. Aquele que ama a Igreja sabe perdoar, porque sabe que ele mesmo é pecador e precisa do perdão de Deus. "

O Papa afirmou que os que acusam constantemente a Igreja são considerados parentes e amigos do grande acusador: o Diabo. Ele reafirma que se deve corrigir, denunciar, mas uma correção que não se esqueça do amor:

"Mas não se pode viver uma vida sempre acusando, acusando, acusando a Igreja. O oficio de acusador de quem é? Quem é aquele que a Bíblia chama de grande acusador? É o Diabo! E aqueles que passam a vida acusando, não digo que são filhos, mas amigos, primos, parentes do Diabo.

Não! Isto não está certo.

Deve-se assinalar os defeitos para corrigir, mas no momento que se assinalam os defeitos, se denuncia os defeitos, também se ama a Igreja. "

Dar testemunho, sempre

Já caminhando para o fim de sua Audiência, Francisco disse aos peregrinos de Benevento:

" Testemunho! Pensem em São Francisco, que o Bispo de vocês conhece bem. O que ele disse aos seus discípulos? Vão! Deem testemunho! Não são necessárias as palavras, mas comecem com o testemunho. Vivam como cristãos, dando testemunho que o amor é mais belo que o ódio, que a amizade é mais bela que a inimizade, que a fraternidade entre todos nós é mais bela que a guerra. " (JSG)

 

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Na manhã desta quarta-feira, 19, o Papa Francisco nomeou Dom Otacílio Ferreira de Lacerda como Bis ...
 
O “Lauda Sion” é uma Síntese Teológica em forma de poesia onde São Tomás expõe a doutrina ...
 
Originalmente, o projeto de lei ordenava que os sacerdotes da Califórnia quebrassem o sigilo de con ...
 
Na Idade Média havia a perfeita caridade, “a filosofia do Evangelho governava os Estados [...], a ...
 
As escolas católicas fomentam a excelência, especialmente entre os menos favorecidos, mas padecem ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading