Loading
 
 
 
Loading
 
Bispos franceses contra a proposta de tirar expressões “pai” e “mãe” de documentos
Loading
 
21 de Fevereiro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Paris - França (Quinta-feira, 21-02-2019, Gaudium Press) A Conferência Episcopal Francesa (CEF) manifestou a sua oposição à proposta governamental para que os documentos administrativos das escolas deixem de usar as palavras "mãe" e "pai".

Bispos franceses contra a proposta de tirar expressões pai e mãe de documentos.jpg

"Mais uma vez, lamentamos ver uma tentativa no Parlamento que, sob o pretexto de unificar procedimentos administrativos, desconstrói a realidade da família".

A afirmação é do presidente do Conselho Família e Sociedade da CEF, Dom Bruno Feillet que assina a nota.

Dom Feillet, também bispo auxiliar de Reims, considera que as referências a "pai" e "mãe" não são "atrasadas" ou "ultrapassadas".
A escola "deve participar dessa percepção profundamente estruturante".

"Esta asseptização da vida familiar representa a enésima metamorfose da teoria de gênero, que desejaria que fosse indiferente ter pais do mesmo sexo ou de sexo diferente. Além disso, em nenhuma família, incluindo as poucas famílias onde há dois adultos do mesmo sexo, ninguém se apresenta como pai 1 e pai 2", acrescenta o texto, pedindo que o "bom senso" prevaleça, disse o Bispo.

Encarregado 1, Encarregado 2

Deputados da bancada parlamentar do partido do presidente Emmanuel Macron, o República em Marcha, propuseram que os documentos administrativos nas escolas deixassem de contemplar as opções "Mãe" e "Pai", para que estas fossem substituídas por "Encarregado 1" e "Encarregado 2″.

A emenda foi apresentada a 12 de fevereiro e chegou a ser aprovada; os deputados propõem agora que possa ser selecionado, no caso de cada "encarregado", a opção "mãe" ou "pai". (JSG)

 

Loading
Bispos franceses contra a proposta de tirar expressões “pai” e “mãe” de documentos

Paris - França (Quinta-feira, 21-02-2019, Gaudium Press) A Conferência Episcopal Francesa (CEF) manifestou a sua oposição à proposta governamental para que os documentos administrativos das escolas deixem de usar as palavras "mãe" e "pai".

Bispos franceses contra a proposta de tirar expressões pai e mãe de documentos.jpg

"Mais uma vez, lamentamos ver uma tentativa no Parlamento que, sob o pretexto de unificar procedimentos administrativos, desconstrói a realidade da família".

A afirmação é do presidente do Conselho Família e Sociedade da CEF, Dom Bruno Feillet que assina a nota.

Dom Feillet, também bispo auxiliar de Reims, considera que as referências a "pai" e "mãe" não são "atrasadas" ou "ultrapassadas".
A escola "deve participar dessa percepção profundamente estruturante".

"Esta asseptização da vida familiar representa a enésima metamorfose da teoria de gênero, que desejaria que fosse indiferente ter pais do mesmo sexo ou de sexo diferente. Além disso, em nenhuma família, incluindo as poucas famílias onde há dois adultos do mesmo sexo, ninguém se apresenta como pai 1 e pai 2", acrescenta o texto, pedindo que o "bom senso" prevaleça, disse o Bispo.

Encarregado 1, Encarregado 2

Deputados da bancada parlamentar do partido do presidente Emmanuel Macron, o República em Marcha, propuseram que os documentos administrativos nas escolas deixassem de contemplar as opções "Mãe" e "Pai", para que estas fossem substituídas por "Encarregado 1" e "Encarregado 2″.

A emenda foi apresentada a 12 de fevereiro e chegou a ser aprovada; os deputados propõem agora que possa ser selecionado, no caso de cada "encarregado", a opção "mãe" ou "pai". (JSG)

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Foram ordenados, em Caieiras - São Paulo, pelo Bispo Dom Benedito Beni dos Santos, dezessete novos ...
 
De acordo com o Cardeal Konrad Krajewski, atual Esmoler, a sua função é "esvaziar a conta do Sant ...
 
O objetivo é tornar o conteúdo acessível às 38 mil pessoas surdas que vivem no Uruguai, aproxima ...
 
Não sejamos nós ingratos, mas – como Isabel – recebamos de coração aberto a visita de Deus e ...
 
“Amar como Ele nos amou e ama é amar sempre. A medida deste amor é amor sem medida. É amar sem ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading