Loading
 
 
 
Loading
 
Os Sacramentos não são algo que se compre, adverte sacerdote
Loading
 
22 de Fevereiro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Rio Grande do Sul - Porto Alegre (Sexta-feira, 22-02-2019, Gaudium Press) A Paróquia São Pedro, localizada em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, completa o seu centenário neste ano de 2019. O pároco local, Padre Luciano Massullo, indicou que incentiva os fiéis a viverem essa efeméride "não como uma data de museu mas com um reavivamento da chama do Evangelho" na vida comunitária.

Os Sacramentos na?o sa?o algo que se compre, adverte sacerdote 2.jpg

Segundo o sacerdote, o maior desafio que a paróquia enfrenta atualmente é o de conseguir levar a palavra de Deus e o testemunho do Evangelho em meio a um ambiente onde as pessoas se mostram muitas vezes indiferentes a tudo isso.

"Penso que o maior desafio em nossos dias é conseguir traduzir o Evangelho, a Boa Nova e aquilo que a Igreja quer ser para a sociedade que vem nos procurar nas realidade paroquiais, com a ideia de comprar alguma coisa, comprar um serviço religioso: então eu venho comprar um sacramento, seja do Batismo, Eucaristia, Matrimônio, e eu tenho que transformar esse desejo de compra num desejo de aproximação do Senhor e conseguir traduzir isso pra eles. Esse é o desafio. Porque eu posso também vender o produto: eles vêm comprar e eu poderia vender o produto. Eles vêm, pagam pelo sacramento, recebem o sacramento e vão embora felizes", lamentou o pároco.

O Padre Luciano explicou que "essa não é a missão da Igreja! Nós temos uma missão muito maior do que essa! Sabemos que é uma realidade triste, mas na mentalidade de muitas pessoas perpassa essa ideia - talvez até construída por nós; quem sabe nós tenhamos construído isso ao longo dos séculos de que o sacramento é alguma coisa que se compra e que alguém está vendendo o sacramento".

Os Sacramentos na?o sa?o algo que se compre, adverte sacerdote 1.jpg

Como forma de reverter essa ideia de compra e venda de um sacramento, a Paróquia São Pedro trabalha casais jovens e com a própria juventude, mas especialmente seguindo o desafio pastoral da Arquidiocese que é a Iniciação à Vida Cristã "que não se faz de um dia para o outro".

A Igreja local oferece atividades com o objetivo de resgatar a comunidade através dos sacramentos do Batismo, da Eucaristia e da Crisma, "não como catequese, mas como um percurso que aproxima as pessoas do Evangelho".

De acordo com o sacerdote, esse trabalho faz parte do empenho da Igreja no Brasil em implantar a Iniciação à Vida Cristã envolvendo toda a comunidade evangelizadora. "A resposta ainda é lenta, porque a iniciação à vida cristã não se faz de um dia para o outro. Como nós não queremos encarar esse processo como uma simples catequese - alguém que começa a ser iniciado, será iniciado a vida inteira - não será em 2-3-4 anos. Então, a gente espera que com o tempo isso possa repercutir na vida das famílias. Iniciarmos os jovens e as crianças mas, ao mesmo tempo, fazermos com que as famílias que estão por trás dessas crianças e jovens sejam iniciadas também", concluiu. (EPC)

Loading
Os Sacramentos não são algo que se compre, adverte sacerdote

Rio Grande do Sul - Porto Alegre (Sexta-feira, 22-02-2019, Gaudium Press) A Paróquia São Pedro, localizada em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, completa o seu centenário neste ano de 2019. O pároco local, Padre Luciano Massullo, indicou que incentiva os fiéis a viverem essa efeméride "não como uma data de museu mas com um reavivamento da chama do Evangelho" na vida comunitária.

Os Sacramentos na?o sa?o algo que se compre, adverte sacerdote 2.jpg

Segundo o sacerdote, o maior desafio que a paróquia enfrenta atualmente é o de conseguir levar a palavra de Deus e o testemunho do Evangelho em meio a um ambiente onde as pessoas se mostram muitas vezes indiferentes a tudo isso.

"Penso que o maior desafio em nossos dias é conseguir traduzir o Evangelho, a Boa Nova e aquilo que a Igreja quer ser para a sociedade que vem nos procurar nas realidade paroquiais, com a ideia de comprar alguma coisa, comprar um serviço religioso: então eu venho comprar um sacramento, seja do Batismo, Eucaristia, Matrimônio, e eu tenho que transformar esse desejo de compra num desejo de aproximação do Senhor e conseguir traduzir isso pra eles. Esse é o desafio. Porque eu posso também vender o produto: eles vêm comprar e eu poderia vender o produto. Eles vêm, pagam pelo sacramento, recebem o sacramento e vão embora felizes", lamentou o pároco.

O Padre Luciano explicou que "essa não é a missão da Igreja! Nós temos uma missão muito maior do que essa! Sabemos que é uma realidade triste, mas na mentalidade de muitas pessoas perpassa essa ideia - talvez até construída por nós; quem sabe nós tenhamos construído isso ao longo dos séculos de que o sacramento é alguma coisa que se compra e que alguém está vendendo o sacramento".

Os Sacramentos na?o sa?o algo que se compre, adverte sacerdote 1.jpg

Como forma de reverter essa ideia de compra e venda de um sacramento, a Paróquia São Pedro trabalha casais jovens e com a própria juventude, mas especialmente seguindo o desafio pastoral da Arquidiocese que é a Iniciação à Vida Cristã "que não se faz de um dia para o outro".

A Igreja local oferece atividades com o objetivo de resgatar a comunidade através dos sacramentos do Batismo, da Eucaristia e da Crisma, "não como catequese, mas como um percurso que aproxima as pessoas do Evangelho".

De acordo com o sacerdote, esse trabalho faz parte do empenho da Igreja no Brasil em implantar a Iniciação à Vida Cristã envolvendo toda a comunidade evangelizadora. "A resposta ainda é lenta, porque a iniciação à vida cristã não se faz de um dia para o outro. Como nós não queremos encarar esse processo como uma simples catequese - alguém que começa a ser iniciado, será iniciado a vida inteira - não será em 2-3-4 anos. Então, a gente espera que com o tempo isso possa repercutir na vida das famílias. Iniciarmos os jovens e as crianças mas, ao mesmo tempo, fazermos com que as famílias que estão por trás dessas crianças e jovens sejam iniciadas também", concluiu. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/101501-Os-Sacramentos-nao-sao-algo-que-se-compre--adverte-sacerdote. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Na manhã desta sexta-feira, 22, o reitor do Oratório de São José em Montreal (Canadá), Padre Cl ...
 
As Irmãs Discípulas do Cordeiro, além de seu carisma e espiritualidade característica, tem ainda ...
 
O presente foi entregue pelo missionário redentorista Padre Valdivino Guimarães, durante uma audi ...
 
A visita, que ocorrerá entre os dias 30 de maio à 03 de junho de 2019, atende a um pedido do Patri ...
 
Suportando pequenos padecimentos do relacionamento humano, colaboramos com a obra da Redenção. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading