Loading
 
 
 
Loading
 
Monjas de clausura utilizam Wathsapp para evangelizar
Loading
 
1 de Março de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Espanha - Lerma (Sexta-feira, 01-03-2019, Gaudium Press) Quando se fala de monjas de clausura existe a crença de que estão totalmente incomunicáveis do mundo, mas nem sempre é assim. Ao menos é o que demonstram as dominicanas do Mosteiro de São Brás em Lerma, Burgos, Espanha, que apesar de ser uma comunidade em claustro, encontrou uma maneira de sair das paredes do convento fazendo uso das novas tecnologias.

Monjas de clausura utilizam Wathsapp para evangelizar 1.jpg

Todos os dias, começando pela manhã, as monjas enviam através do WhatsApp uma reflexão que tem chamado de 'O desafio do amor'; mensagens que para assombro delas mesmas se tornaram virais.

Através de um vídeo publicado no site www.dominicaslerma.es, as Irmãs explicam como funciona o desafio: "A cada manhã, depois de nossa oração, enviamos uma mensagem pelo WhatsApp. No qual contamos, através de fatos reais, como vemos a Cristo atuar em nossa vida, e terminamos propondo um desafio para esse dia, de forma que tudo o que se leia, reze e ame, seja recebido de Cristo e dado depois aos demais, pois a felicidade está em viver de Cristo!".

Ali também dizem: "Cristo ressuscitou e está vivo; e portanto é possível ver-lhe atuar em teu dia a dia. Somente necessitas de olhos novos para descobrir-lhe. Nós queremos ajudar à todos os que buscam ao Cristo vivo (...) Jesus ressuscitou para ti! Aceitas o desafio? Onde tens visto hoje a Cristo?".

'O desafio do amor' nasceu há alguns anos quando uma das dominicanas fazia o acompanhamento espiritual de uma jovem que viveu um processo forte de conversão. Nestes acompanhamentos a monja realizava reflexões matutinas que tinham por objetivo ajudar a jovem a se manter na presença de Deus.

Em pouco tempo alguma pessoas manifestaram seu interesse em receber tais reflexões, as quais foram abertas ao resto da comunidade; de tal maneira que qualquer uma das Irmãs podia compartilhar a leitura cristã dos fatos cotidianos.

Monjas de clausura utilizam Wathsapp para evangelizar 2.jpg

"Assim, uma vista inesperada, o detalhe de uma Irmã, um problema doméstico ou o voo de uma mosca se convertiam em uma 'piscadela de Deus' que se comunica com o ser humano de mil maneiras", comentam as monjas.

"Olá, bom dia! Hoje Aroa nos leva ao Senhor. Que passes um dia feliz", esta é a frase com a qual as dominicanas saúdam a cada manhã a partir do Mosteiro de clausura, tocando as vidas de milhares de pessoas, não apenas na Espanha, mas em várias partes do mundo.

Mas o desafio não se limita somente ao WhatsApp, já que as Irmãs apresentam a cada dia esta reflexão em seu site e também contam com um blog no meio digital 'Religión en Libertad', onde igualmente apresenta a cada dia 'O desafio do amor'.

"Sete dominicanas. Sete monjas de clausura, mas uma única missão: ensinar a viver de Cristo. O meio? Uma pequena mensagem de WhatsApp que agora também podes encontrar neste blog. Atravesse os corredores do mosteiro, compartilhe o dia a dia de um convento e, sobretudo, descubra que Cristo também caminha contigo, em tua casa, em teu trabalho, entre tua gente. Lety, Irmã Carmen, Inés, Aroa, Sión, Israel e Joane; e queremos convidar-te a ser feliz. Como? 'Ora y ama...' Aceitas o desafio?", dizem as Irmãs a partir do blog. (EPC)

Loading
Monjas de clausura utilizam Wathsapp para evangelizar

Espanha - Lerma (Sexta-feira, 01-03-2019, Gaudium Press) Quando se fala de monjas de clausura existe a crença de que estão totalmente incomunicáveis do mundo, mas nem sempre é assim. Ao menos é o que demonstram as dominicanas do Mosteiro de São Brás em Lerma, Burgos, Espanha, que apesar de ser uma comunidade em claustro, encontrou uma maneira de sair das paredes do convento fazendo uso das novas tecnologias.

Monjas de clausura utilizam Wathsapp para evangelizar 1.jpg

Todos os dias, começando pela manhã, as monjas enviam através do WhatsApp uma reflexão que tem chamado de 'O desafio do amor'; mensagens que para assombro delas mesmas se tornaram virais.

Através de um vídeo publicado no site www.dominicaslerma.es, as Irmãs explicam como funciona o desafio: "A cada manhã, depois de nossa oração, enviamos uma mensagem pelo WhatsApp. No qual contamos, através de fatos reais, como vemos a Cristo atuar em nossa vida, e terminamos propondo um desafio para esse dia, de forma que tudo o que se leia, reze e ame, seja recebido de Cristo e dado depois aos demais, pois a felicidade está em viver de Cristo!".

Ali também dizem: "Cristo ressuscitou e está vivo; e portanto é possível ver-lhe atuar em teu dia a dia. Somente necessitas de olhos novos para descobrir-lhe. Nós queremos ajudar à todos os que buscam ao Cristo vivo (...) Jesus ressuscitou para ti! Aceitas o desafio? Onde tens visto hoje a Cristo?".

'O desafio do amor' nasceu há alguns anos quando uma das dominicanas fazia o acompanhamento espiritual de uma jovem que viveu um processo forte de conversão. Nestes acompanhamentos a monja realizava reflexões matutinas que tinham por objetivo ajudar a jovem a se manter na presença de Deus.

Em pouco tempo alguma pessoas manifestaram seu interesse em receber tais reflexões, as quais foram abertas ao resto da comunidade; de tal maneira que qualquer uma das Irmãs podia compartilhar a leitura cristã dos fatos cotidianos.

Monjas de clausura utilizam Wathsapp para evangelizar 2.jpg

"Assim, uma vista inesperada, o detalhe de uma Irmã, um problema doméstico ou o voo de uma mosca se convertiam em uma 'piscadela de Deus' que se comunica com o ser humano de mil maneiras", comentam as monjas.

"Olá, bom dia! Hoje Aroa nos leva ao Senhor. Que passes um dia feliz", esta é a frase com a qual as dominicanas saúdam a cada manhã a partir do Mosteiro de clausura, tocando as vidas de milhares de pessoas, não apenas na Espanha, mas em várias partes do mundo.

Mas o desafio não se limita somente ao WhatsApp, já que as Irmãs apresentam a cada dia esta reflexão em seu site e também contam com um blog no meio digital 'Religión en Libertad', onde igualmente apresenta a cada dia 'O desafio do amor'.

"Sete dominicanas. Sete monjas de clausura, mas uma única missão: ensinar a viver de Cristo. O meio? Uma pequena mensagem de WhatsApp que agora também podes encontrar neste blog. Atravesse os corredores do mosteiro, compartilhe o dia a dia de um convento e, sobretudo, descubra que Cristo também caminha contigo, em tua casa, em teu trabalho, entre tua gente. Lety, Irmã Carmen, Inés, Aroa, Sión, Israel e Joane; e queremos convidar-te a ser feliz. Como? 'Ora y ama...' Aceitas o desafio?", dizem as Irmãs a partir do blog. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/101639-Monjas-de-clausura-utilizam-Wathsapp-para-evangelizar. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Na província montanhosa de Yen Bai, nas Filipinas, após 100 anos foi celebrada a primeira Missa do ...
 
Não somos distribuidores de azeite em garrafa. Somos ungidos para ungir, distribuindo-nos a nós me ...
 
O suspeito estava com quatro galões de gasolina, duas latas de fluído de isqueiro e dois isqueiros ...
 
Esbofeteamos Jesus, como o fizeram seus cruéis algozes: o pecado é, em certa medida, uma participa ...
 
Nosso Senhor Jesus Cristo, com sua Morte na Cruz, derrotou o poder das trevas e quebrou-lhe o vigor, ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading