Loading
 
 
 
Loading
 
Seminaristas Mártires da Guerra Civil Espanhola são beatificados
Loading
 
11 de Março de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Espanha - Oviedo (Segunda-feira, 11-03-2019, Gaudium Press) Na manhã do último sábado, 09 de março, o Cardeal Angelo Becciu, Prefeito da Congregação das Causas dos Santos, presidiu na Catedral de Oviedo, na Espanha, a cerimônia de Beatificação de Ángel Cuartas Cristóbal e seus oito Companheiros Seminaristas mártires.

Em sua homilia, o purpurado destacou o testemunho dos novos beatos que decidiram entregar suas vidas a Cristo ao invés de renunciar sua vocação e missão, sendo um exemplo válido para os sacerdotes de nossos dias. "Necessitamos sacerdotes, pessoas consagradas, pastores generosos, como estes mártires de Oviedo. Necessitamos sacerdotes honestos e irrepreensíveis que levem as almas à Deus e não causem sofrimento à Igreja nem confusão ao povo de Deus", afirmou.

O Prefeito da Congregação das Causas dos Santos ressaltou que os mártires asturianos "não duvidaram em confessar seu amor por Cristo, subindo com ele à Cruz, na oferenda extrema de suas jovens vidas. Unidos pelo mesmo testemunho de Fé em Jesus, os novos Beatos foram vítimas da mesma violência feroz marcada pela acalorada hostilidade anticatólica, que tinha como objetivo a eliminação da Igreja e em particular do clero".

Seminaristas Ma?rtires da Guerra Civil Espanhola sa?o beatificados 1.jpg

"Estes nove jovens seminaristas da Arquidiocese de Oviedo, estavam convencidos de sua vocação ao sacerdócio ministerial, comprometidos sinceramente em um caminho formativo para converter-se em fiéis servidores do Evangelho. Entusiastas, cordiais e devotos, se dedicaram por completo ao estilo de vida do Seminário, feito de oração, de estudo, do compartilhar fraterno, de compromisso apostólico", sublinhou.

O Cardeal Angelo Becciu afirmou ainda que esses jovens mártires "sempre se mostraram decididos a seguir ao chamado de Jesus, apesar do clima de intolerância religiosa, sendo conscientes das insídias e dos perigos aos quais enfrentariam. Souberam preservar com particular fortaleza até o último instante de suas vidas, sem negar sua identidade de clérigos em formação".

Durante a Guerra Civil Espanhola, "a afirmação da condição de ser clérigos equivalia a uma sentença de morte, que podia ser executada imediatamente", portanto, "cada um deles, conscientemente ofereceu sua vida por Cristo nas circunstâncias trágicas ocorridas durante a perseguição religiosa dos anos trinta do século passado".

Seminaristas Ma?rtires da Guerra Civil Espanhola sa?o beatificados 2.jpg

"No momento da terrível ameaça dos torturadores providos de meios de opressão, eles se refugiaram em Deus. Eles não salvaram a vida temporal. Encontraram a morte. Entregaram a vida terrena, para obter a vida verdadeira e eterna com Cristo".

O testemunho dos nove seminaristas "são de grande atualidade: eles não fugiram diante das dificuldades, mas escolheram a fidelidade a Cristo. A mensagem destes seminaristas mártires fala à Espanha e fala à Europa com suas comuns raízes cristãs. Eles nos recordam que o amor por Cristo prevalece sobre qualquer outra opção e que a coerência de vida pode levar inclusive à morte. Nos recordam que não podemos aceitar compromissos com nossa própria consciência e que não há autoridade humana que possa competir com a primazia de Deus".

Concluindo sua homilia, o Cardeal Becciu enfatizou que "os novos Beatos, com sua mensagem e seu martírio, nos falam a todos e nos recordam que morrer pela Fé é um dom que se concede somente à alguns; mas viver a Fé é um chamado que se dirige à todos". (EPC)

Loading
Seminaristas Mártires da Guerra Civil Espanhola são beatificados

Espanha - Oviedo (Segunda-feira, 11-03-2019, Gaudium Press) Na manhã do último sábado, 09 de março, o Cardeal Angelo Becciu, Prefeito da Congregação das Causas dos Santos, presidiu na Catedral de Oviedo, na Espanha, a cerimônia de Beatificação de Ángel Cuartas Cristóbal e seus oito Companheiros Seminaristas mártires.

Em sua homilia, o purpurado destacou o testemunho dos novos beatos que decidiram entregar suas vidas a Cristo ao invés de renunciar sua vocação e missão, sendo um exemplo válido para os sacerdotes de nossos dias. "Necessitamos sacerdotes, pessoas consagradas, pastores generosos, como estes mártires de Oviedo. Necessitamos sacerdotes honestos e irrepreensíveis que levem as almas à Deus e não causem sofrimento à Igreja nem confusão ao povo de Deus", afirmou.

O Prefeito da Congregação das Causas dos Santos ressaltou que os mártires asturianos "não duvidaram em confessar seu amor por Cristo, subindo com ele à Cruz, na oferenda extrema de suas jovens vidas. Unidos pelo mesmo testemunho de Fé em Jesus, os novos Beatos foram vítimas da mesma violência feroz marcada pela acalorada hostilidade anticatólica, que tinha como objetivo a eliminação da Igreja e em particular do clero".

Seminaristas Ma?rtires da Guerra Civil Espanhola sa?o beatificados 1.jpg

"Estes nove jovens seminaristas da Arquidiocese de Oviedo, estavam convencidos de sua vocação ao sacerdócio ministerial, comprometidos sinceramente em um caminho formativo para converter-se em fiéis servidores do Evangelho. Entusiastas, cordiais e devotos, se dedicaram por completo ao estilo de vida do Seminário, feito de oração, de estudo, do compartilhar fraterno, de compromisso apostólico", sublinhou.

O Cardeal Angelo Becciu afirmou ainda que esses jovens mártires "sempre se mostraram decididos a seguir ao chamado de Jesus, apesar do clima de intolerância religiosa, sendo conscientes das insídias e dos perigos aos quais enfrentariam. Souberam preservar com particular fortaleza até o último instante de suas vidas, sem negar sua identidade de clérigos em formação".

Durante a Guerra Civil Espanhola, "a afirmação da condição de ser clérigos equivalia a uma sentença de morte, que podia ser executada imediatamente", portanto, "cada um deles, conscientemente ofereceu sua vida por Cristo nas circunstâncias trágicas ocorridas durante a perseguição religiosa dos anos trinta do século passado".

Seminaristas Ma?rtires da Guerra Civil Espanhola sa?o beatificados 2.jpg

"No momento da terrível ameaça dos torturadores providos de meios de opressão, eles se refugiaram em Deus. Eles não salvaram a vida temporal. Encontraram a morte. Entregaram a vida terrena, para obter a vida verdadeira e eterna com Cristo".

O testemunho dos nove seminaristas "são de grande atualidade: eles não fugiram diante das dificuldades, mas escolheram a fidelidade a Cristo. A mensagem destes seminaristas mártires fala à Espanha e fala à Europa com suas comuns raízes cristãs. Eles nos recordam que o amor por Cristo prevalece sobre qualquer outra opção e que a coerência de vida pode levar inclusive à morte. Nos recordam que não podemos aceitar compromissos com nossa própria consciência e que não há autoridade humana que possa competir com a primazia de Deus".

Concluindo sua homilia, o Cardeal Becciu enfatizou que "os novos Beatos, com sua mensagem e seu martírio, nos falam a todos e nos recordam que morrer pela Fé é um dom que se concede somente à alguns; mas viver a Fé é um chamado que se dirige à todos". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/101806-Seminaristas-Martires-da-Guerra-Civil-Espanhola-sao-beatificados. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Na manhã desta quarta-feira, 19, o Papa Francisco nomeou Dom Otacílio Ferreira de Lacerda como Bis ...
 
O “Lauda Sion” é uma Síntese Teológica em forma de poesia onde São Tomás expõe a doutrina ...
 
Originalmente, o projeto de lei ordenava que os sacerdotes da Califórnia quebrassem o sigilo de con ...
 
Na Idade Média havia a perfeita caridade, “a filosofia do Evangelho governava os Estados [...], a ...
 
As escolas católicas fomentam a excelência, especialmente entre os menos favorecidos, mas padecem ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading