Loading
 
 
 
Loading
 
Hungria está pronta para sediar o Congresso Eucarístico Internacional 2020
Loading
 
16 de Maio de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Hungria - Budapeste (Quinta-feira, 16-05-2019, Gaudium Press) Membros do Comitê Pontifício para os Congressos Eucarísticos Internacionais e Delegados Nacionais, representando as respectivas Conferências Episcopais, provenientes de mais de 70 países do mundo, se reuniram em Assembleia Plenária na cidade de Budapeste (Hungria) entre os dias 8 e 11 de maio de 2019.

Durante o encontro, os participantes da Assembleia visitaram os principais locais onde, em setembro de 2020, se realizará a 52ª edição do Congresso Eucarístico Internacional, como o Estádio Ferenc Puskás ainda em construção, Hungexpo, que acolherá os eventos matinais do Congresso, a Praça dos Heróis, a rua Andrássy, a Basílica de Santo Estêvão, a praça da Basílica e a Praça Kossuth.

Hungria esta? pronta para sediar o Congresso Eucari?stico Internacional 2020 GP.png

"Budapeste é uma cidade que tem uma infraestrutura perfeita, com certeza não foi difícil escolher os locais do evento, chega a ser constrangedor a quantidade da oferta. A última vez, em Cebu, nas Filipinas, a situação era muito diferente, lá eles tiveram que construir prédios inteiros para as dezenas de milhares de peregrinos. Este problema não existe aqui", afirmou Dom Piero Marini, presidente do Pontifício Comitê para os Congressos Eucarísticos Internacionais.

No Parlamento, os participantes foram recebidos por László Kövér, presidente da Assembleia Nacional húngara. No dia anterior, János Áder, presidente da Hungria, fez um discurso aos participantes da conferência, expressando sua alegria pela escolha da capital húngara como cidade anfitriã do evento internacional.

Além disso, eles participaram de apresentações nas quais foram informados, entre outras coisas, sobre os preparativos do evento, as condições de participação e a conferência científica que será realizada no Congresso em 2020.

Lajos Dolhai apresentou a conferência científica eucarística do próximo ano; o Padre Vittore Boccardi, secretário do Pontifício Comitê para os Congressos Eucarísticos Internacionais, falou sobre o papel do Secretário na preparação do Congresso; e Dom Piero Marini, presidente do Pontifício Comitê para os Congressos Eucarísticos Internacionais, ressaltou a importância da Santa Missa no mundo novo de hoje e explicou como chegar à alma das pessoas quando a atividade religiosa em muitos lugares está à margem da vida.

A 52ª edic?a?o do Congresso Eucari?stico Internacional ocorrera? entre os dias 13 e 20 de setembro de 2020 na Arquidiocese de Esztergom-Budapeste, na Hungria 2.jpg

Dom Marini explicou também, a metodologia utilizada para a escolha dos países que sediarão os Congressos Eucarísticos Internacionais. Segundo ele, as nações interessadas enviam o pedido ao Conselho de Presidência do Pontifício Comitê, que, seguindo um regulamento próprio, após a escolha, se discute o lema do evento, e por fim, se apresenta ao Papa para aprovação.

A atual Assembleia em Budapeste faz parte ainda dessa fase preparatória, na qual os participantes verificaram o quanto os lugares escolhidos eram adequados, os delegados arcebispos conseguiram reunir informações relevantes para os peregrinos vindos de seus países. Serão eles que ajudarão na organização das viagens, acomodação e registro nas Dioceses de seus países.

O objetivo dos Congressos Eucarísticos

Segundo Dom Marini, o objetivo dos Congressos Eucarísticos foram mudando ao longo da história. No início, final do século XIX, muitos governos europeus eram anticlericais, por este motivo os Congressos tinham como objetivo expressar a presença da Igreja, mostrar que a Igreja estava viva. Esses Congressos eram demonstrações de força para os políticos. As atividades mais importantes eram as enormes procissões, a Santa Missa, mas a Comunhão era de interesse secundário.

No entanto, nessas ocasiões, a Igreja se voltava para as massas como um contraponto ao jansenismo, que defendia que a Comunhão era um Sacramento para o qual somente os santos eram convidados. Enquanto a resposta da Igreja era que Deus não incutia medo, não era distante e não julgava, mas Deus tinha coração. Os congressos funcionaram então como verdadeiras salas de ensino móveis, até o nascimento das Jornadas Mundiais da Juventude, ou até o nascimento do Dia Mundial do Enfermo.

Não se falava mais em demonstração de forças, mas da celebração das comunidades locais, para as quais eram convidados fiéis de todo o mundo. O Papa Pio X desejava a primeira comunhão de jovens, também por isso mudou o propósito dos Congressos. Foi introduzida a expressão Statio Orbis, para chamar a atenção para a celebração da Eucaristia. A comunhão local foi colocada no centro do evento.

A 52ª edição do Congresso Eucarístico Internacional ocorrerá entre os dias 13 e 20 de setembro de 2020 na Arquidiocese de Esztergom-Budapeste, na Hungria. Instaurados em 1881, sob o pontificado do Papa Leão XIII, atualmente os Congressos Eucarísticos são realizados a cada quatro anos, sendo uma oportunidade singular para os católicos do mundo inteiro professarem e manifestarem publicamente sua Fé na presença real e substancial de Jesus Cristo na Eucaristia. (EPC)

Loading
Hungria está pronta para sediar o Congresso Eucarístico Internacional 2020

Hungria - Budapeste (Quinta-feira, 16-05-2019, Gaudium Press) Membros do Comitê Pontifício para os Congressos Eucarísticos Internacionais e Delegados Nacionais, representando as respectivas Conferências Episcopais, provenientes de mais de 70 países do mundo, se reuniram em Assembleia Plenária na cidade de Budapeste (Hungria) entre os dias 8 e 11 de maio de 2019.

Durante o encontro, os participantes da Assembleia visitaram os principais locais onde, em setembro de 2020, se realizará a 52ª edição do Congresso Eucarístico Internacional, como o Estádio Ferenc Puskás ainda em construção, Hungexpo, que acolherá os eventos matinais do Congresso, a Praça dos Heróis, a rua Andrássy, a Basílica de Santo Estêvão, a praça da Basílica e a Praça Kossuth.

Hungria esta? pronta para sediar o Congresso Eucari?stico Internacional 2020 GP.png

"Budapeste é uma cidade que tem uma infraestrutura perfeita, com certeza não foi difícil escolher os locais do evento, chega a ser constrangedor a quantidade da oferta. A última vez, em Cebu, nas Filipinas, a situação era muito diferente, lá eles tiveram que construir prédios inteiros para as dezenas de milhares de peregrinos. Este problema não existe aqui", afirmou Dom Piero Marini, presidente do Pontifício Comitê para os Congressos Eucarísticos Internacionais.

No Parlamento, os participantes foram recebidos por László Kövér, presidente da Assembleia Nacional húngara. No dia anterior, János Áder, presidente da Hungria, fez um discurso aos participantes da conferência, expressando sua alegria pela escolha da capital húngara como cidade anfitriã do evento internacional.

Além disso, eles participaram de apresentações nas quais foram informados, entre outras coisas, sobre os preparativos do evento, as condições de participação e a conferência científica que será realizada no Congresso em 2020.

Lajos Dolhai apresentou a conferência científica eucarística do próximo ano; o Padre Vittore Boccardi, secretário do Pontifício Comitê para os Congressos Eucarísticos Internacionais, falou sobre o papel do Secretário na preparação do Congresso; e Dom Piero Marini, presidente do Pontifício Comitê para os Congressos Eucarísticos Internacionais, ressaltou a importância da Santa Missa no mundo novo de hoje e explicou como chegar à alma das pessoas quando a atividade religiosa em muitos lugares está à margem da vida.

A 52ª edic?a?o do Congresso Eucari?stico Internacional ocorrera? entre os dias 13 e 20 de setembro de 2020 na Arquidiocese de Esztergom-Budapeste, na Hungria 2.jpg

Dom Marini explicou também, a metodologia utilizada para a escolha dos países que sediarão os Congressos Eucarísticos Internacionais. Segundo ele, as nações interessadas enviam o pedido ao Conselho de Presidência do Pontifício Comitê, que, seguindo um regulamento próprio, após a escolha, se discute o lema do evento, e por fim, se apresenta ao Papa para aprovação.

A atual Assembleia em Budapeste faz parte ainda dessa fase preparatória, na qual os participantes verificaram o quanto os lugares escolhidos eram adequados, os delegados arcebispos conseguiram reunir informações relevantes para os peregrinos vindos de seus países. Serão eles que ajudarão na organização das viagens, acomodação e registro nas Dioceses de seus países.

O objetivo dos Congressos Eucarísticos

Segundo Dom Marini, o objetivo dos Congressos Eucarísticos foram mudando ao longo da história. No início, final do século XIX, muitos governos europeus eram anticlericais, por este motivo os Congressos tinham como objetivo expressar a presença da Igreja, mostrar que a Igreja estava viva. Esses Congressos eram demonstrações de força para os políticos. As atividades mais importantes eram as enormes procissões, a Santa Missa, mas a Comunhão era de interesse secundário.

No entanto, nessas ocasiões, a Igreja se voltava para as massas como um contraponto ao jansenismo, que defendia que a Comunhão era um Sacramento para o qual somente os santos eram convidados. Enquanto a resposta da Igreja era que Deus não incutia medo, não era distante e não julgava, mas Deus tinha coração. Os congressos funcionaram então como verdadeiras salas de ensino móveis, até o nascimento das Jornadas Mundiais da Juventude, ou até o nascimento do Dia Mundial do Enfermo.

Não se falava mais em demonstração de forças, mas da celebração das comunidades locais, para as quais eram convidados fiéis de todo o mundo. O Papa Pio X desejava a primeira comunhão de jovens, também por isso mudou o propósito dos Congressos. Foi introduzida a expressão Statio Orbis, para chamar a atenção para a celebração da Eucaristia. A comunhão local foi colocada no centro do evento.

A 52ª edição do Congresso Eucarístico Internacional ocorrerá entre os dias 13 e 20 de setembro de 2020 na Arquidiocese de Esztergom-Budapeste, na Hungria. Instaurados em 1881, sob o pontificado do Papa Leão XIII, atualmente os Congressos Eucarísticos são realizados a cada quatro anos, sendo uma oportunidade singular para os católicos do mundo inteiro professarem e manifestarem publicamente sua Fé na presença real e substancial de Jesus Cristo na Eucaristia. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/103057-Hungria-esta-pronta-para-sediar-o-Congresso-Eucaristico-Internacional-2020. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Esta será a segunda edição da procissão, que ocorreu pela primeira vez no ano de 2017, com a par ...
 
Com expectativa de participação de 50 mil pessoas por dia, de 23 a 26 de maio, a Igreja em Recife ...
 
O novo museu faz parte do projeto cultural ‘Segóvia Sacra' e busca dar uma oportunidade aos fiéi ...
 
O Hospital dos Inocentes de Florença, há seiscentos anos, acolhe, assiste e promove a infância h ...
 
Francisco defende necessidade de colocar pessoas antes dos projetos, na ação social da Igreja. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading