Loading
 
 
 
Loading
 
"Abandonar o egocentrismo e não temer a diversidade", recomenda Papa
Loading
 
12 de Junho de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 12-06-2019, Gaudium Press) Na manhã desta quarta-feira, 12 de junho, o Papa Francisco deu continuidade ao ciclo de catequeses sobre os Atos dos Apóstolos.

Cerca de 20 mil pessoas estavam na Praça São Pedro para assistirem essa Audiência Geral.

Abandonar o egocentrismo e não temer a diversidade, recomenda PapaMatias-foto Arquivo Gaudium Press.jpg

A Ressurreição não é um evento qualquer

Francisco deu início a suas palavras afirmando que a Ressurreição de Cristo não foi um evento entre outros, mas a fonte da vida nova.

Os discípulos do Senhor sabiam disso. Foi por isso que ficaram unidos a Maria, perseverantes na oração e fortalecidos na comunhão.
Eles, então, procuraram recompor colégio dos apóstolos que, após a Paixão do Senhor, ficara reduzido a 11 membros, depois da traição e morte de Judas Escariotes.

Judas tinha tido a graça incomensurável de estar entre os mais íntimos de Jesus. Ele participava do ministério do Senhor, porém, em determinado momento o orgulho dominou sua alma.

Judas isolou-se, apegou-se ao mundo, aos bens materiais, tornou-se egoísta.

Por isso os valores que aprendera a cultivar foram baralhados em sua alma e ele preferiu o mal: trocou o Mestre por 30 moedas, trocou o bem pelo mal, preferiu a morte à vida, comentou o Papa.

Diferença de atitude dos Apóstolos

Diferente foi a escolha dos Apóstolos: eles escolheram a vida e a bênção.

Mas era necessário eleger alguém para o lugar de Judas.

A indicação de Pedro foi para que fosse escolhido alguém que tivesse sido discípulo de Jesus desde o Batismo no Jordão até a Ascensão de Jesus ao Céu.

Matias foi eleito. Sem dúvidas com graças de discernimento de espírito comum para todos, que os levava a procurar a realidade com os olhos de Deus segundo a ótica da unidade entre os discípulos e a comunhão a comunhão entre eles.

Isolamento, divisão, comunhão

Para Francisco, " O novo corpo dos Doze é um sinal de que a comunhão vence sobre as divisões e o isolamento, que a comunhão é o primeiro testemunho oferecido pelos Apóstolos da obra de salvação de Cristo e da ação de Deus na história, na fidelidade às palavras do Senhor. "

Exortação

O Pontífice, ao encerrar suas reflexões, recomendou testemunhar o Ressuscitado, abandonando atitudes egocêntricas, renunciando a apropriar-nos dos dons de Deus e não cedendo à mediocridade.

Para ele, "a recomposição do colégio apostólico demonstra que no DNA da comunidade cristã existem unidade e liberdade de si mesmos. Isto permite não temer a diversidade, não se apegar às coisas e dons e tornarmo-nos mártires, testemunhas luminosas do Deus vivo e atuante na história". (JSG)


(Da Redação Gaudium Press, com informações Vatican News)

 

Loading
"Abandonar o egocentrismo e não temer a diversidade", recomenda Papa

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 12-06-2019, Gaudium Press) Na manhã desta quarta-feira, 12 de junho, o Papa Francisco deu continuidade ao ciclo de catequeses sobre os Atos dos Apóstolos.

Cerca de 20 mil pessoas estavam na Praça São Pedro para assistirem essa Audiência Geral.

Abandonar o egocentrismo e não temer a diversidade, recomenda PapaMatias-foto Arquivo Gaudium Press.jpg

A Ressurreição não é um evento qualquer

Francisco deu início a suas palavras afirmando que a Ressurreição de Cristo não foi um evento entre outros, mas a fonte da vida nova.

Os discípulos do Senhor sabiam disso. Foi por isso que ficaram unidos a Maria, perseverantes na oração e fortalecidos na comunhão.
Eles, então, procuraram recompor colégio dos apóstolos que, após a Paixão do Senhor, ficara reduzido a 11 membros, depois da traição e morte de Judas Escariotes.

Judas tinha tido a graça incomensurável de estar entre os mais íntimos de Jesus. Ele participava do ministério do Senhor, porém, em determinado momento o orgulho dominou sua alma.

Judas isolou-se, apegou-se ao mundo, aos bens materiais, tornou-se egoísta.

Por isso os valores que aprendera a cultivar foram baralhados em sua alma e ele preferiu o mal: trocou o Mestre por 30 moedas, trocou o bem pelo mal, preferiu a morte à vida, comentou o Papa.

Diferença de atitude dos Apóstolos

Diferente foi a escolha dos Apóstolos: eles escolheram a vida e a bênção.

Mas era necessário eleger alguém para o lugar de Judas.

A indicação de Pedro foi para que fosse escolhido alguém que tivesse sido discípulo de Jesus desde o Batismo no Jordão até a Ascensão de Jesus ao Céu.

Matias foi eleito. Sem dúvidas com graças de discernimento de espírito comum para todos, que os levava a procurar a realidade com os olhos de Deus segundo a ótica da unidade entre os discípulos e a comunhão a comunhão entre eles.

Isolamento, divisão, comunhão

Para Francisco, " O novo corpo dos Doze é um sinal de que a comunhão vence sobre as divisões e o isolamento, que a comunhão é o primeiro testemunho oferecido pelos Apóstolos da obra de salvação de Cristo e da ação de Deus na história, na fidelidade às palavras do Senhor. "

Exortação

O Pontífice, ao encerrar suas reflexões, recomendou testemunhar o Ressuscitado, abandonando atitudes egocêntricas, renunciando a apropriar-nos dos dons de Deus e não cedendo à mediocridade.

Para ele, "a recomposição do colégio apostólico demonstra que no DNA da comunidade cristã existem unidade e liberdade de si mesmos. Isto permite não temer a diversidade, não se apegar às coisas e dons e tornarmo-nos mártires, testemunhas luminosas do Deus vivo e atuante na história". (JSG)


(Da Redação Gaudium Press, com informações Vatican News)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/103567--Abandonar-o-egocentrismo-e-nao-temer-a-diversidade---recomenda-Papa. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Seminário Central São João Maria Vianney, de Salvador, abrirá suas portas para visitação no ...
 
Cerca de 80 mil peregrinos participaram das celebrações da Assunção de Maria que foram concluíd ...
 
O Dicastério assumiu as funções exercidas pelos Pontifícios Conselhos para os Leigos e para a Fa ...
 
Este é o 7º encontro do grupo de trabalho entre a Santa Sé e o Vietnã. ...
 
“... será um grande pregador, latirá para guardar a Casa de Deus, curará as chagas de muitas al ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading