Loading
 
 
 
Loading
 
Cardeal do Rio afirma: a falta de Deus leva as pessoas a atos violentos
Loading
 
12 de Junho de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Rio de Janeiro (Quarta-feira, 12-06-2019, Gaudium Press) O Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro concedeu entrevista à Agencia Vatican News e nela trata da violência e das perseguições contra os cristãos no mundo.

Cardeal do Rio afirma-a falta de Deus leva as pessoas a atos violentos-Foto Arquivo Gahdium Press.jpg

O Cardeal Orani João Tempesta, comentou a importância da Igreja em ser portadora da luz de Cristo para transformar os corações e "dizer que é possível uma sociedade diferente".

Um fenômeno que precisa ser interpretado com a experiência da misericórdia, e não com a vingança, sublinhou o Cardeal carioca.

Segundo disse Dom Orani, a violência contra os cristãos em diferentes partes do mundo é motivada, por exemplo, pela intolerância e pela falta de Deus na vida das pessoas.

Ele recorda que esta denúncia também tem sido mostrada também nas manifestações do Papa Francisco, ao chamar constantemente a atenção da comunidade internacional para perseguições aos cristãos, em particular, a perseguição aos católicos, que, rotineiramente, em muitas oportunidades não alcança destaque nos noticiários e nem são mencionadas pela mídia, em geral.

O Cardeal do Rio de Janeiro afirma que no final do mês de maio, um tuíte do Pontífice afirmava:
"Também hoje há tantos cristãos assassinados e perseguidos por amor a Cristo. Dão a vida no silêncio, porque o seu martírio não faz notícia, mas hoje há mais mártires cristãos do que nos primeiros séculos".

Nas trevas da violência, Igreja é luz que transforma corações

A reação das comunidades cristãs tem unido ainda mais as diferentes confissões religiosas, pois têm interpretado o fenômeno com misericórdia, e não com vingança, afirma Dom Orani:

"Neste momento, em que a Igreja é perseguida e que ela sofre dificuldades é que ela fala da experiência da misericórdia, nunca de vingança, justamente como Jesus, no alto da cruz. Nesses momentos, no meio das trevas, é que se faz brilhar a luz de Cristo.

E não há um século, na história da Igreja, que não houve perseguição em algum lugar do mundo. E isso faz parte da intolerância, da própria caminhada da Igreja, como também da falta de Deus que também leva as pessoas a terem violência uns contra os outros."

Quem somos nós, católicos

" Nós somos portadores dessa luz de Cristo para dizer que é possível uma sociedade diferente: aqueles que escutam, terão um coração transformado; aqueles que não escutam, pelo menos passou na vida deles essa oportunidade de se viver algo diferente. "

" É toda uma situação em que parece que se perde o rumo e que parece que se escurece um pouco o horizonte do mundo. Cabe a nós, Igreja, sermos aqueles que levam a luz de Cristo aos irmãos, sermos essa luz no meio do mundo", disse o Cardeal do Rio de Janeiro, Dom Orani. (JSG)

 

Loading
Cardeal do Rio afirma: a falta de Deus leva as pessoas a atos violentos

Rio de Janeiro (Quarta-feira, 12-06-2019, Gaudium Press) O Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro concedeu entrevista à Agencia Vatican News e nela trata da violência e das perseguições contra os cristãos no mundo.

Cardeal do Rio afirma-a falta de Deus leva as pessoas a atos violentos-Foto Arquivo Gahdium Press.jpg

O Cardeal Orani João Tempesta, comentou a importância da Igreja em ser portadora da luz de Cristo para transformar os corações e "dizer que é possível uma sociedade diferente".

Um fenômeno que precisa ser interpretado com a experiência da misericórdia, e não com a vingança, sublinhou o Cardeal carioca.

Segundo disse Dom Orani, a violência contra os cristãos em diferentes partes do mundo é motivada, por exemplo, pela intolerância e pela falta de Deus na vida das pessoas.

Ele recorda que esta denúncia também tem sido mostrada também nas manifestações do Papa Francisco, ao chamar constantemente a atenção da comunidade internacional para perseguições aos cristãos, em particular, a perseguição aos católicos, que, rotineiramente, em muitas oportunidades não alcança destaque nos noticiários e nem são mencionadas pela mídia, em geral.

O Cardeal do Rio de Janeiro afirma que no final do mês de maio, um tuíte do Pontífice afirmava:
"Também hoje há tantos cristãos assassinados e perseguidos por amor a Cristo. Dão a vida no silêncio, porque o seu martírio não faz notícia, mas hoje há mais mártires cristãos do que nos primeiros séculos".

Nas trevas da violência, Igreja é luz que transforma corações

A reação das comunidades cristãs tem unido ainda mais as diferentes confissões religiosas, pois têm interpretado o fenômeno com misericórdia, e não com vingança, afirma Dom Orani:

"Neste momento, em que a Igreja é perseguida e que ela sofre dificuldades é que ela fala da experiência da misericórdia, nunca de vingança, justamente como Jesus, no alto da cruz. Nesses momentos, no meio das trevas, é que se faz brilhar a luz de Cristo.

E não há um século, na história da Igreja, que não houve perseguição em algum lugar do mundo. E isso faz parte da intolerância, da própria caminhada da Igreja, como também da falta de Deus que também leva as pessoas a terem violência uns contra os outros."

Quem somos nós, católicos

" Nós somos portadores dessa luz de Cristo para dizer que é possível uma sociedade diferente: aqueles que escutam, terão um coração transformado; aqueles que não escutam, pelo menos passou na vida deles essa oportunidade de se viver algo diferente. "

" É toda uma situação em que parece que se perde o rumo e que parece que se escurece um pouco o horizonte do mundo. Cabe a nós, Igreja, sermos aqueles que levam a luz de Cristo aos irmãos, sermos essa luz no meio do mundo", disse o Cardeal do Rio de Janeiro, Dom Orani. (JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/103579-Cardeal-do-Rio-afirma--a-falta-de-Deus-leva-as-pessoas-a-atos-violentos. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Originalmente, o projeto de lei ordenava que os sacerdotes da Califórnia quebrassem o sigilo de con ...
 
Na Idade Média havia a perfeita caridade, “a filosofia do Evangelho governava os Estados [...], a ...
 
As escolas católicas fomentam a excelência, especialmente entre os menos favorecidos, mas padecem ...
 
O governo eritreu decidiu nacionalizar os hospitais da Igreja: “retaliação contra a Igreja cat ...
 
É o que diz o relatório divulgado recentemente pelo Observatório sobre Intolerância e Discrimina ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading