Loading
 
 
 
Loading
 
Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma
Loading
 
26 de Junho de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma1.jpg

Roma (Quarta-feira, 26-06-2019, Gaudium Press) Desde hoje, 26 de junho, até o sábado dia 29, serão realizadas no Palácio de Congressos Auditorium Aurelia, de Roma, as Jornadas Internacionais de Editoras Católicas.

Essas Jornadas são organizadas pelo Dicastério para a Comunicação Social da Santa Sé, em colaboração com o Escritório Nacional de Comunicações Sociais da Conferência Episcopal Italiana.

Motivo do encontro

Segundo informam os organizadores do evento, o motivo do Encontro "é trabalhar juntos para abordar o tema digital".
Espera-se a presença de representantes de mais de 50 editoras católicas provenientes de 4 continentes.

Atos e Programação

O programa está dividido em conferencias, debates e grupos de trabalho centralizados para a oportunidade de repensar as estratégias editoriais à luz das mudanças nos hábitos de consumo da multimidia, assim como na complexidade do contexto econômico e a dinâmica do mercado digital.

O ato de abertura tem como responsável o Prefeito do Dicastério da Comunicação, Dom Paolo Ruffini, e do diretor editorial da Livraria Editora Vaticana (LEV), frei Giulio Cesareo. Logo após a abertura da Jornada o Padre Marko Ivan Rupnik, diretor do Centro Aletti, dissertará sobre "A publicação religiosa no contexto cultural atual".

Terá destaque no programa das Jornadas a mesa redonda dirigida por Jean-Marie Montel, presidente da Federação de Meios de Comunicação Católicos da Francia e vice diretor geral do Grupo Bayard, e por Ipeleng Thlankana, redator chefe da revista Reality Magazine, sobre o tema: "A missão pastoral e eclesial de um editor católico"

Dentro de sua missão, atualizar as editoras católicas ao tempo

"Se o Facebook fosse uma nação, ela seria uma nação muito mais populosa que a Índia", disse frei Julio Cesareo, em declarações ao VaticanNews.

Sobre os desafios que enfrentam as editoras católicas, disse o diretor da LEV:
"O setor tem que fazer frente à dinâmica contemporânea para adaptar sua missão de anúncio ao espírito dos tempos".

Ele acrescentou que "A ideia é reflexionar juntos sobre o fato de que o serviço evangélico que estamos chamados a realizar através de nossos livros não necessita correr atrás de emergências, modas e tendências culturais. Por outro lado, necessitamos entender melhor estes processos para converter nos de algum modo em protagonistas".

"Trata-se de estar a serviço da humanidade, que mudou muito com relação às décadas anteriores, mantendo intacta a necessidade da fé e do encontro com o Senhor", disse frei Cesáreo.

Em seguida ele disse que "A contínua expansão das redes sociais está debaixo dos olhos de todos, assim como a desintegração das fronteiras entre os diferentes meios de comunicação. Porém, apesar de que tudo isto ter colocado em crise os modelos tradicionais de produção e consumo, devemos viver sem medo com o digital contemporâneo em busca de uma relação com os demais".

Sobre como aproveitar as possibilidades de nosso tempo, o diretor da LEV informou que na quinta-feira, pela manhã, deverá estar falando desses temas um membro do Google, que "no imaginário coletivo representa a versatilidade por excelência no mundo digital. Contudo, a experiência do Google se comparará com a de Bayard, que é um grupo editorial católico ativo em todo o mundo".

(JSG)

 

Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma.jpg

Loading
Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma

Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma1.jpg

Roma (Quarta-feira, 26-06-2019, Gaudium Press) Desde hoje, 26 de junho, até o sábado dia 29, serão realizadas no Palácio de Congressos Auditorium Aurelia, de Roma, as Jornadas Internacionais de Editoras Católicas.

Essas Jornadas são organizadas pelo Dicastério para a Comunicação Social da Santa Sé, em colaboração com o Escritório Nacional de Comunicações Sociais da Conferência Episcopal Italiana.

Motivo do encontro

Segundo informam os organizadores do evento, o motivo do Encontro "é trabalhar juntos para abordar o tema digital".
Espera-se a presença de representantes de mais de 50 editoras católicas provenientes de 4 continentes.

Atos e Programação

O programa está dividido em conferencias, debates e grupos de trabalho centralizados para a oportunidade de repensar as estratégias editoriais à luz das mudanças nos hábitos de consumo da multimidia, assim como na complexidade do contexto econômico e a dinâmica do mercado digital.

O ato de abertura tem como responsável o Prefeito do Dicastério da Comunicação, Dom Paolo Ruffini, e do diretor editorial da Livraria Editora Vaticana (LEV), frei Giulio Cesareo. Logo após a abertura da Jornada o Padre Marko Ivan Rupnik, diretor do Centro Aletti, dissertará sobre "A publicação religiosa no contexto cultural atual".

Terá destaque no programa das Jornadas a mesa redonda dirigida por Jean-Marie Montel, presidente da Federação de Meios de Comunicação Católicos da Francia e vice diretor geral do Grupo Bayard, e por Ipeleng Thlankana, redator chefe da revista Reality Magazine, sobre o tema: "A missão pastoral e eclesial de um editor católico"

Dentro de sua missão, atualizar as editoras católicas ao tempo

"Se o Facebook fosse uma nação, ela seria uma nação muito mais populosa que a Índia", disse frei Julio Cesareo, em declarações ao VaticanNews.

Sobre os desafios que enfrentam as editoras católicas, disse o diretor da LEV:
"O setor tem que fazer frente à dinâmica contemporânea para adaptar sua missão de anúncio ao espírito dos tempos".

Ele acrescentou que "A ideia é reflexionar juntos sobre o fato de que o serviço evangélico que estamos chamados a realizar através de nossos livros não necessita correr atrás de emergências, modas e tendências culturais. Por outro lado, necessitamos entender melhor estes processos para converter nos de algum modo em protagonistas".

"Trata-se de estar a serviço da humanidade, que mudou muito com relação às décadas anteriores, mantendo intacta a necessidade da fé e do encontro com o Senhor", disse frei Cesáreo.

Em seguida ele disse que "A contínua expansão das redes sociais está debaixo dos olhos de todos, assim como a desintegração das fronteiras entre os diferentes meios de comunicação. Porém, apesar de que tudo isto ter colocado em crise os modelos tradicionais de produção e consumo, devemos viver sem medo com o digital contemporâneo em busca de uma relação com os demais".

Sobre como aproveitar as possibilidades de nosso tempo, o diretor da LEV informou que na quinta-feira, pela manhã, deverá estar falando desses temas um membro do Google, que "no imaginário coletivo representa a versatilidade por excelência no mundo digital. Contudo, a experiência do Google se comparará com a de Bayard, que é um grupo editorial católico ativo em todo o mundo".

(JSG)

 

Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma.jpg

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/103779-Jornada-Internacional-de-Editoras-Catolicas-comeca-hoje-em-Roma. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A imagem do Senhor do Veneno, também conhecida como o “Cristo Negro”, salvou um homem ao qual p ...
 
Propaga-se que ele seja uma inocente brincadeira para descontrair e divertir-se de um modo... difere ...
 
A obra, intitulada “História da Congregação do Santíssimo Redentor: as origens”, foi organiz ...
 
O Terço dos Homens surgiu em 1936 no estado de Sergipe, chegando a Trindade em 2015, onde foi receb ...
 
Francisco falou também a missão de São Paulo e São Barnabé e o Concílio de Jerusalém. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading