Loading
 
 
 
Loading
 
Primeiro padre cego de Portugal foi a Fátima consagrar seu ministério a Nossa Senhora
Loading
 
15 de Julho de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Fátima - Portugal (Segunda-feira, 15-07-2019, Gaudium Press) Pela primeira vez, em Portugal, neste domingo, um cego recebeu o sacramento da ordem.

Primeiro padre cego de Portugal foi a Fátima consagrar seu ministério a Nossa Senhora-FotoSAntuário de Fátima.jpg

O Agora Padre Tiago Varanda, de 35 anos, é cego desde a adolescência, ele recebeu a ordem do sacerdócio na cripta do Santuário do Sameiro, em Braga.

Hoje, segunda-feira, ele esteve na Cova da Iria para celebrar a Missa na Capelinha das Aparições e consagrar a Nossa Senhora o seu ministério.

Entrevista

Antes da celebração, Padre Tiago explicou na Sala de Imprensa do Santuário a razão de sua visita:

"Fátima sempre foi um lugar muito especial para mim, desde criança, e, neste momento importante da minha vida, quis vir consagrar também o meu ministério sacerdotal às mãos da nossa Mãe, por que sei que, com Ela, mais facilmente me posso unir a Jesus."

Tiago Varanda, que é natural de Lamego, perdeu totalmente a visão aos 16 anos, devido a um glaucoma congénito.

Antes de perder totalmente a visão, tinha ido ao Santuário de Fátima. Voltando agora a Fátima, a "casa da Mãe", ele percebe tudo de outro modo, com outros sentidos:

"Os sons, das pessoas, do sino e de um ou outro passarinho, transportam-me para a paz que é este lugar, e o cheiro característico das velas para a devoção e para o recolhimento... Tudo com muita lentidão e serenidade, que ajudam muito a parar e a concentrar-me em Deus."

Padre Tiago percebe que as limitações que a doença lhe trouxe fizeram-no concentrar a percepção do mundo nos outros sentidos.

Do mal que é não ter visão, ele tirou vantagens que procura aplicar para a concretização do seu ministério:

"O não ver permite-me, exteriormente, não me distrair tanto, ainda que, interiormente, tenha de fazer o mesmo percurso, tantas vezes difícil, de recolhimento e de silêncio interior.

Depois, sinto que me vou apurando na sensibilidade de outros sentidos, nomeadamente a audição, que é o sentido da escuta, o que pode ser um dom para poder ser um sacerdote que melhor escuta as pessoas nos seus dramas, nas suas alegrias e na sua fé", explicou ele sem revolta por causa de sua cegueira.

Os outros sentidos a serviço de Deus

No final do ano passado, então diácono recém-ordenado, o agora padre Tiago Varanda proclamou o Evangelho na Missa da Capelinha das Aparições, fazendo a leitura em Braille.

Os textos em escrita tátil e a orientação no espaço são as únicas adaptações de que precisa para celebrar a Eucaristia.

Nesta ajuda, têm sido essenciais os amigos e familiares, que também fizeram questão de estar presentes hoje, na Capelinha das Aparições, e a quem o novo sacerdote se sente grato por toda a ajuda recebida ao longo do seu percurso.

Concelebrantes

Concelebraram a Missa outros dois novos sacerdotes que também foram ordenados ontem, na Sé de Aveiro: o Padre Jorge Gonçalves e o padre Pedro Oliveira.

Concelebrou com os novos padres Monsenhor Joaquim Fernandes que é da Arquidiocese de Braga e que hoje, dia 15, aos 103 anos de idade, completou 74 anos de sacerdócio.

No final da Eucaristia, a assembleia saudou, com aplausos e muita alegria os neo-sacerdotes. (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações Site Santuário de Fátima)

 

Loading
Primeiro padre cego de Portugal foi a Fátima consagrar seu ministério a Nossa Senhora

Fátima - Portugal (Segunda-feira, 15-07-2019, Gaudium Press) Pela primeira vez, em Portugal, neste domingo, um cego recebeu o sacramento da ordem.

Primeiro padre cego de Portugal foi a Fátima consagrar seu ministério a Nossa Senhora-FotoSAntuário de Fátima.jpg

O Agora Padre Tiago Varanda, de 35 anos, é cego desde a adolescência, ele recebeu a ordem do sacerdócio na cripta do Santuário do Sameiro, em Braga.

Hoje, segunda-feira, ele esteve na Cova da Iria para celebrar a Missa na Capelinha das Aparições e consagrar a Nossa Senhora o seu ministério.

Entrevista

Antes da celebração, Padre Tiago explicou na Sala de Imprensa do Santuário a razão de sua visita:

"Fátima sempre foi um lugar muito especial para mim, desde criança, e, neste momento importante da minha vida, quis vir consagrar também o meu ministério sacerdotal às mãos da nossa Mãe, por que sei que, com Ela, mais facilmente me posso unir a Jesus."

Tiago Varanda, que é natural de Lamego, perdeu totalmente a visão aos 16 anos, devido a um glaucoma congénito.

Antes de perder totalmente a visão, tinha ido ao Santuário de Fátima. Voltando agora a Fátima, a "casa da Mãe", ele percebe tudo de outro modo, com outros sentidos:

"Os sons, das pessoas, do sino e de um ou outro passarinho, transportam-me para a paz que é este lugar, e o cheiro característico das velas para a devoção e para o recolhimento... Tudo com muita lentidão e serenidade, que ajudam muito a parar e a concentrar-me em Deus."

Padre Tiago percebe que as limitações que a doença lhe trouxe fizeram-no concentrar a percepção do mundo nos outros sentidos.

Do mal que é não ter visão, ele tirou vantagens que procura aplicar para a concretização do seu ministério:

"O não ver permite-me, exteriormente, não me distrair tanto, ainda que, interiormente, tenha de fazer o mesmo percurso, tantas vezes difícil, de recolhimento e de silêncio interior.

Depois, sinto que me vou apurando na sensibilidade de outros sentidos, nomeadamente a audição, que é o sentido da escuta, o que pode ser um dom para poder ser um sacerdote que melhor escuta as pessoas nos seus dramas, nas suas alegrias e na sua fé", explicou ele sem revolta por causa de sua cegueira.

Os outros sentidos a serviço de Deus

No final do ano passado, então diácono recém-ordenado, o agora padre Tiago Varanda proclamou o Evangelho na Missa da Capelinha das Aparições, fazendo a leitura em Braille.

Os textos em escrita tátil e a orientação no espaço são as únicas adaptações de que precisa para celebrar a Eucaristia.

Nesta ajuda, têm sido essenciais os amigos e familiares, que também fizeram questão de estar presentes hoje, na Capelinha das Aparições, e a quem o novo sacerdote se sente grato por toda a ajuda recebida ao longo do seu percurso.

Concelebrantes

Concelebraram a Missa outros dois novos sacerdotes que também foram ordenados ontem, na Sé de Aveiro: o Padre Jorge Gonçalves e o padre Pedro Oliveira.

Concelebrou com os novos padres Monsenhor Joaquim Fernandes que é da Arquidiocese de Braga e que hoje, dia 15, aos 103 anos de idade, completou 74 anos de sacerdócio.

No final da Eucaristia, a assembleia saudou, com aplausos e muita alegria os neo-sacerdotes. (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações Site Santuário de Fátima)

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Em entrevista, Bispo diz que quardará segredo de confissão e que está pronto para ser preso. ...
 
Bispo de Frederico Westphalen, comenta a liturgia do XXI Domingo do Tempo Comum e ressalta a uni ...
 
O 8.º encontro bilateral realçou “desenvolvimentos positivos” na relação entre a Santa Sé e ...
 
Seu nome de batismo era Isabel Mariana de Jesus Paredes Flores y Oliva. Bela como uma flor, todos a ...
 
Em outubro a Igreja vai promover em todo o mundo o Mês Missionário Extraordinário, com o tema: Ba ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading