Loading
 
 
 
Loading
 
Bispos Filipinos lançam Carta Pastoral sobre Alterações Climáticas
Loading
 
18 de Julho de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 18-07-2019, Gaudium Press) - A propósito das alterações climáticas que castigam países em todo o mundo, a Conferência dos Bispos Católicos das Filipinas (CBCF) acaba lançar uma carta pastoral onde trata dessas alterações e apelam para a implementação de ações concretas que invertam o ciclo de devastação do planeta.

Bispso Filipinos lançam Carta Pastoral sobre Alterações Climáticas.jpg

A Carta Pastoral, publicada neste mês de julho é a oitava de uma série de textos que a Conferência dos Bispos Católicos das Filipinas já dedicou à questão do ambiente, nos últimos 30 anos.

O primeiro documento, datado de 1988, tinha como título ‘O que é que está acontecendo com a nossa linda Terra?'.

A atual Carta

O documento atual foi publicado pelo Vatican News.

Na carta dos Bispos filipinos é feito um desfio às diversas comunidades para que haja uma "conversão ecológica" para que sejam capazes de "ouvir o grito da Terra" e para que sejam capazes de ‘mitigar os efeitos nocivos das alterações climáticas".

Causas do desequilíbrio

A Carta Pastoral enumera práticas que persistem no território das Filipinas e que ameaçam o equilíbrio ambiental e humano.

Ela fala de uma "atividade mineira irresponsável, a construção de barragens, a crescente dependência da energia baseada em combustíveis fosseis, como o carvão".

Para Dom Romulo Valles, arcebispo de Davao e presidente da Conferência Episcopal das Filipinas, "Vários estudos indicam que as Filipinas são um dos territórios mais vulneráveis às alterações climáticas".

Para ele é essencial "ativar a ação climática em nome do planeta" e também "em nome de todos quantos não têm voz" no mundo.

Responsabilidades

Os bispos católicos não omitem a responsabilidade da Igreja Católica nesta matéria.

Eles pedem que também as instituições católicas retirem o seu investimento de projetos relacionados com o uso de "energias sujas", como "centrais elétricas impulsionadas a carvão, as companhias mineiras e outros projetos destrutivos deste gênero".

"O desinvestimento desde gênero de projetos tem de ser encorajado", pode ler-se.

"Temos o imperativo moral de agir juntos e de forma decisiva de modo a salvaguardarmos a nossa casa comum. Trata-se de uma responsabilidade e de um dever de todos os cristãos", afirmam os Bispos das Filipinas. (JSG)

 

Loading
Bispos Filipinos lançam Carta Pastoral sobre Alterações Climáticas

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 18-07-2019, Gaudium Press) - A propósito das alterações climáticas que castigam países em todo o mundo, a Conferência dos Bispos Católicos das Filipinas (CBCF) acaba lançar uma carta pastoral onde trata dessas alterações e apelam para a implementação de ações concretas que invertam o ciclo de devastação do planeta.

Bispso Filipinos lançam Carta Pastoral sobre Alterações Climáticas.jpg

A Carta Pastoral, publicada neste mês de julho é a oitava de uma série de textos que a Conferência dos Bispos Católicos das Filipinas já dedicou à questão do ambiente, nos últimos 30 anos.

O primeiro documento, datado de 1988, tinha como título ‘O que é que está acontecendo com a nossa linda Terra?'.

A atual Carta

O documento atual foi publicado pelo Vatican News.

Na carta dos Bispos filipinos é feito um desfio às diversas comunidades para que haja uma "conversão ecológica" para que sejam capazes de "ouvir o grito da Terra" e para que sejam capazes de ‘mitigar os efeitos nocivos das alterações climáticas".

Causas do desequilíbrio

A Carta Pastoral enumera práticas que persistem no território das Filipinas e que ameaçam o equilíbrio ambiental e humano.

Ela fala de uma "atividade mineira irresponsável, a construção de barragens, a crescente dependência da energia baseada em combustíveis fosseis, como o carvão".

Para Dom Romulo Valles, arcebispo de Davao e presidente da Conferência Episcopal das Filipinas, "Vários estudos indicam que as Filipinas são um dos territórios mais vulneráveis às alterações climáticas".

Para ele é essencial "ativar a ação climática em nome do planeta" e também "em nome de todos quantos não têm voz" no mundo.

Responsabilidades

Os bispos católicos não omitem a responsabilidade da Igreja Católica nesta matéria.

Eles pedem que também as instituições católicas retirem o seu investimento de projetos relacionados com o uso de "energias sujas", como "centrais elétricas impulsionadas a carvão, as companhias mineiras e outros projetos destrutivos deste gênero".

"O desinvestimento desde gênero de projetos tem de ser encorajado", pode ler-se.

"Temos o imperativo moral de agir juntos e de forma decisiva de modo a salvaguardarmos a nossa casa comum. Trata-se de uma responsabilidade e de um dever de todos os cristãos", afirmam os Bispos das Filipinas. (JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/104116-Bispos-Filipinos-lancam-Carta-Pastoral-sobre-Alteracoes-Climaticas. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A 25ª edição da Romaria, além de ressaltar as alegrias e complexidades da vida de quem mora no c ...
 
O objetivo da iniciativa é o de sensibilizar a opinião pública, e corrigir um pensamento equivoca ...
 
Com 46 anos de sacerdócio, o presbítero teve os pés e as mãos amarrados antes de ser morto. ...
 
A maior parte de sua vida passou no confessionário, escutando as misérias e as dores de uns e de o ...
 
A celebração dos fiéis católicos provenientes da Itália cresceu com os anos e chegou a converte ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading