Loading
 
 
 
Loading
 
Índia: hinduístas atacam peregrinos católicos em Velankanni
Loading
 
22 de Agosto de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Velankanni - Índia (Quinta-feira, 22-08-2019, Gaudium PressDe acordo com a Agencia Fides, um grupo de 40 peregrinos católicos foram atacados, insultados e espancados por militantes hinduístas.

Índia- hinduístas atacam peregrinos católicos em Velankanni-Foto Arquivo Gaudium Press.jpg

Os peregrinos dirigiam-se ao conhecido santuário mariano de Velankanni fica na Diocese de Thanjavur, no Estado de Tamil Nadu, na Índia.

Os fiéis católicos vinham do vizinho Estado de Karnataka e foram atacados por um grupo de fanáticos pertencentes a uma organização hinduísta chamada "Hindu Munnani".

Os agressores justificaram seu ataque na acusação de que os peregrinos de faziam proselitismo.
Igreja condena

O fato aconteceu no último domingo e Autoridades da Igreja Católica local expressaram sua firme condenação a este episódio classificado como sendo um ato de provocação e intimidação.

Dom Devadass Ambrose Mariadoss, da Diocese de Thanjavur, expressou publicamente sua perplexidade e condenou o ocorrido, pedindo a intervenção das autoridades responsáveis.

O prelado explicou que a peregrinação é um evento anual realizado há séculos. Para ele,
"Essa ação dos radicais hinduístas foi completamente insensata e gratuita".

Perseguição religiosa

Dom Devadass Ambrose Mariadoss recordou que "Os cidadãos indianos são livres para praticar sua religião de acordo com as disposições constitucionais indianas. Mas essa liberdade passou a ser restringida nos últimos tempos". E as vítimas maiores são os católicos.

O vice-secretário do Conselho Episcopal de Tamil Nadu, padre L. Sahayaraj, disse que "a polícia deve agir com rigor contra os responsáveis pela violência".

Fé e Devoção: a Peregrinação continuou

Após o incidente, os peregrinos apresentaram uma denúncia ao superintendente da polícia e logo foram presas seis que tiveram ações relacionadas com a agressão.

Outros 200 católicos reuniram-se na mesma área do atentado realizando o mesmo trajeto caminhando em procissão dirigindo-se a Velankanni, demonstrando assim, sua fé e devoção a Maria.

Origens da peregrinação mariana de Velankanni

Velankanni tornou-se um famoso centro de peregrinação mariana na Diocese de Thanjavur, no sul da Índia.
Milhões de fiéis devotos de Maria Santíssima visitam a Basílica todos os anos. Sua história remonta ao século 16, quando a Virgem Maria apareceu para um menino portador de deficiência. 

Por volta de 1597, uma nova aparição aconteceu em Sundram, desta vez Nossa Senhora apareceu para um vendedor de leite.

Na mesma época, alguns marinheiros portugueses que navegavam de Macau para o Sri Lanka passaram por uma terrível tempestade na Baía de Bengala.

Então, os católicos marinheiros portugueses rezaram à Virgem Maria, prometendo que, se fossem salvos daquela borrasca, construiriam naquele local uma igreja em homenagem a ela. Eles se salvaram desembarcando com segurança na área.

Com os marinheiros lusos foi dado início à devoção a Nossa Senhora da Boa Saúde, que passou a ser venerada em Velankanni.

Hoje, o Santuário que nasceu depois de um milagre é considerado como dos mais importantes da Índia.

As celebrações da festa de Nossa Senhora da Boa Saúde, que passou a ser venerada em Velankanni, são realizadas de 29 de agosto e 8 de setembro de cada ano e reúnem milhares de peregrinos. (JSG)

 

 

Loading
Índia: hinduístas atacam peregrinos católicos em Velankanni

Velankanni - Índia (Quinta-feira, 22-08-2019, Gaudium PressDe acordo com a Agencia Fides, um grupo de 40 peregrinos católicos foram atacados, insultados e espancados por militantes hinduístas.

Índia- hinduístas atacam peregrinos católicos em Velankanni-Foto Arquivo Gaudium Press.jpg

Os peregrinos dirigiam-se ao conhecido santuário mariano de Velankanni fica na Diocese de Thanjavur, no Estado de Tamil Nadu, na Índia.

Os fiéis católicos vinham do vizinho Estado de Karnataka e foram atacados por um grupo de fanáticos pertencentes a uma organização hinduísta chamada "Hindu Munnani".

Os agressores justificaram seu ataque na acusação de que os peregrinos de faziam proselitismo.
Igreja condena

O fato aconteceu no último domingo e Autoridades da Igreja Católica local expressaram sua firme condenação a este episódio classificado como sendo um ato de provocação e intimidação.

Dom Devadass Ambrose Mariadoss, da Diocese de Thanjavur, expressou publicamente sua perplexidade e condenou o ocorrido, pedindo a intervenção das autoridades responsáveis.

O prelado explicou que a peregrinação é um evento anual realizado há séculos. Para ele,
"Essa ação dos radicais hinduístas foi completamente insensata e gratuita".

Perseguição religiosa

Dom Devadass Ambrose Mariadoss recordou que "Os cidadãos indianos são livres para praticar sua religião de acordo com as disposições constitucionais indianas. Mas essa liberdade passou a ser restringida nos últimos tempos". E as vítimas maiores são os católicos.

O vice-secretário do Conselho Episcopal de Tamil Nadu, padre L. Sahayaraj, disse que "a polícia deve agir com rigor contra os responsáveis pela violência".

Fé e Devoção: a Peregrinação continuou

Após o incidente, os peregrinos apresentaram uma denúncia ao superintendente da polícia e logo foram presas seis que tiveram ações relacionadas com a agressão.

Outros 200 católicos reuniram-se na mesma área do atentado realizando o mesmo trajeto caminhando em procissão dirigindo-se a Velankanni, demonstrando assim, sua fé e devoção a Maria.

Origens da peregrinação mariana de Velankanni

Velankanni tornou-se um famoso centro de peregrinação mariana na Diocese de Thanjavur, no sul da Índia.
Milhões de fiéis devotos de Maria Santíssima visitam a Basílica todos os anos. Sua história remonta ao século 16, quando a Virgem Maria apareceu para um menino portador de deficiência. 

Por volta de 1597, uma nova aparição aconteceu em Sundram, desta vez Nossa Senhora apareceu para um vendedor de leite.

Na mesma época, alguns marinheiros portugueses que navegavam de Macau para o Sri Lanka passaram por uma terrível tempestade na Baía de Bengala.

Então, os católicos marinheiros portugueses rezaram à Virgem Maria, prometendo que, se fossem salvos daquela borrasca, construiriam naquele local uma igreja em homenagem a ela. Eles se salvaram desembarcando com segurança na área.

Com os marinheiros lusos foi dado início à devoção a Nossa Senhora da Boa Saúde, que passou a ser venerada em Velankanni.

Hoje, o Santuário que nasceu depois de um milagre é considerado como dos mais importantes da Índia.

As celebrações da festa de Nossa Senhora da Boa Saúde, que passou a ser venerada em Velankanni, são realizadas de 29 de agosto e 8 de setembro de cada ano e reúnem milhares de peregrinos. (JSG)

 

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/104690-India--hinduistas-atacam-peregrinos-catolicos-em-Velankanni. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Um verdadeiro arauto do Evangelho São Cipriano foi martirizado pelo seu amor ao Evangelho. Uma pers ...
 
Os jihadistas destruiram e saquearam uma importante parte da coleção de obras da biblioteca de Qar ...
 
Na Casa Santa Marta, o Papa Francisco comenta, na missa matutina, a carta de São Paulo a Timóteo, ...
 
Fiéis devotos da Irmã Dulce já podem venerar de perto as relíquias da próxima Santa brasileira, ...
 
"Maria é a amada de Yahvé e Nicarágua é de Maria. Lhes convidamos a rezar em família o Santo Ro ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading