Loading
 
 
 
Loading
 
Vaticano-Vietnã: encontro assegura ‘salvaguarda da liberdade religiosa’
Loading
 
23 de Agosto de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 23-08-2019, Gaudium Press) Um comunicado do grupo conjunto de trabalho dedicado às relações diplomáticas entre o Vaticano e o Vietnã foi divulgado nesta sexta-feira pela sala de Imprensa da Santa Sé.

Vaticano-Vietnã - encontro assegura salvaguarda da liberdade religiosa-FOTO Arquivo Gaudium Press.jpeg

O Grupo de trabalhos esteve reunido nestes últimos dias em Roma.

O texto divulgado diz que os membros daquele grupo de trabalho diplomático afirmam e destacam os "desenvolvimentos positivos" que "nos anos mais recentes" marcam as relações bilaterais entre a Santa Sé e o Vietnã.

Vietnamitas

A delegação vietnamita, que foi conduzida pelo vice-ministro vietnamita para os Assuntos Exteriores, To Anh Dung, destacou que foi reforçado o empenho na "execução de uma política consistente de respeito e salvaguarda da liberdade religiosa e de crença".

Incluindo nessa afirmação no que se refere "à atividade e ao desenvolvimento da comunidade católica presente no território".

Representantes do Vaticano

A representação Vaticana que foi encabeçada pelo subsecretário das Relações com os Estados, padre Antoine Camilleri, saudou "o apoio que o Estado vietnamita tem concedido à Igreja Católica", e "reafirmou o desejo de que os fiéis católicos possam viver de acordo com a sua vocação" e "contribuir" também, enquanto cidadãos, "para o desenvolvimento e bem-estar do Vietnã".

Estatuto do representante diplomático

Este foi o oitavo encontro deste grupo de trabalho entre representantes do Vaticano e Vietnã e um dos aspetos que marcou a reunião de trabalho foi a regulamentação do estatuto do representante diplomático da Santa Sé e do Papa no Vietnã.

Um outro compromisso surgido entre os representantes dos dois estados foi o de "prosseguir com este diálogo bilateral", num clima de "confiança e de respeito mútuo".

Relações Diplomáticas

A Santa Sé e o Vietnã não têm relações diplomáticas plenas e vêm sendo realizados, através do referido grupo de trabalho bilateral, encontros visando o estabelecimento dessas relações.

Mais de 20 prelados da Cúria Romana ou delegações do Vaticano já estiveram em território vietnamita, para encontros com a comunidade católica e autoridades governamentais, desde que em 2007, foram restabelecidos os contatos bilaterais.

O comunicado distribuído na Sala Stampa indica que tudo conduz a que, de futuro, se venha a "estender estes contatos bilaterais ao mais alto nível"..

Já durante a atual visita ao Vaticano, a delegação vietnamita teve uma audiência com o Papa Francisco e também reuniu-se com o secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin, e com o secretário da Santa Sé para as Relações com os Estados, o arcebispo Paul Richard Gallagher.

Católicos no Vietnã

O Vietnã tem cerca de 82 milhões de habitantes. Os católicos chegam 6 milhões. É o segundo em número de fiéis no sudeste da Ásia, ficando apenas atrás das Filipinas.

Porém as relações entre o Estado vietnamita e a comunidade católica têm sido marcadas por fortes tensões e desavenças.

Exigências de liberdade religiosa e de restituição das propriedades confiscadas pelo regime comunista marcam os desentendimentos.

O último encontro entre as duas delegações tinha sido em dezembro de 2018. (JSG)

 

 

Loading
Vaticano-Vietnã: encontro assegura ‘salvaguarda da liberdade religiosa’

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 23-08-2019, Gaudium Press) Um comunicado do grupo conjunto de trabalho dedicado às relações diplomáticas entre o Vaticano e o Vietnã foi divulgado nesta sexta-feira pela sala de Imprensa da Santa Sé.

Vaticano-Vietnã - encontro assegura salvaguarda da liberdade religiosa-FOTO Arquivo Gaudium Press.jpeg

O Grupo de trabalhos esteve reunido nestes últimos dias em Roma.

O texto divulgado diz que os membros daquele grupo de trabalho diplomático afirmam e destacam os "desenvolvimentos positivos" que "nos anos mais recentes" marcam as relações bilaterais entre a Santa Sé e o Vietnã.

Vietnamitas

A delegação vietnamita, que foi conduzida pelo vice-ministro vietnamita para os Assuntos Exteriores, To Anh Dung, destacou que foi reforçado o empenho na "execução de uma política consistente de respeito e salvaguarda da liberdade religiosa e de crença".

Incluindo nessa afirmação no que se refere "à atividade e ao desenvolvimento da comunidade católica presente no território".

Representantes do Vaticano

A representação Vaticana que foi encabeçada pelo subsecretário das Relações com os Estados, padre Antoine Camilleri, saudou "o apoio que o Estado vietnamita tem concedido à Igreja Católica", e "reafirmou o desejo de que os fiéis católicos possam viver de acordo com a sua vocação" e "contribuir" também, enquanto cidadãos, "para o desenvolvimento e bem-estar do Vietnã".

Estatuto do representante diplomático

Este foi o oitavo encontro deste grupo de trabalho entre representantes do Vaticano e Vietnã e um dos aspetos que marcou a reunião de trabalho foi a regulamentação do estatuto do representante diplomático da Santa Sé e do Papa no Vietnã.

Um outro compromisso surgido entre os representantes dos dois estados foi o de "prosseguir com este diálogo bilateral", num clima de "confiança e de respeito mútuo".

Relações Diplomáticas

A Santa Sé e o Vietnã não têm relações diplomáticas plenas e vêm sendo realizados, através do referido grupo de trabalho bilateral, encontros visando o estabelecimento dessas relações.

Mais de 20 prelados da Cúria Romana ou delegações do Vaticano já estiveram em território vietnamita, para encontros com a comunidade católica e autoridades governamentais, desde que em 2007, foram restabelecidos os contatos bilaterais.

O comunicado distribuído na Sala Stampa indica que tudo conduz a que, de futuro, se venha a "estender estes contatos bilaterais ao mais alto nível"..

Já durante a atual visita ao Vaticano, a delegação vietnamita teve uma audiência com o Papa Francisco e também reuniu-se com o secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin, e com o secretário da Santa Sé para as Relações com os Estados, o arcebispo Paul Richard Gallagher.

Católicos no Vietnã

O Vietnã tem cerca de 82 milhões de habitantes. Os católicos chegam 6 milhões. É o segundo em número de fiéis no sudeste da Ásia, ficando apenas atrás das Filipinas.

Porém as relações entre o Estado vietnamita e a comunidade católica têm sido marcadas por fortes tensões e desavenças.

Exigências de liberdade religiosa e de restituição das propriedades confiscadas pelo regime comunista marcam os desentendimentos.

O último encontro entre as duas delegações tinha sido em dezembro de 2018. (JSG)

 

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Um verdadeiro arauto do Evangelho São Cipriano foi martirizado pelo seu amor ao Evangelho. Uma pers ...
 
Os jihadistas destruiram e saquearam uma importante parte da coleção de obras da biblioteca de Qar ...
 
Na Casa Santa Marta, o Papa Francisco comenta, na missa matutina, a carta de São Paulo a Timóteo, ...
 
Fiéis devotos da Irmã Dulce já podem venerar de perto as relíquias da próxima Santa brasileira, ...
 
"Maria é a amada de Yahvé e Nicarágua é de Maria. Lhes convidamos a rezar em família o Santo Ro ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading