Loading
 
 
 
Loading
 
Papa na Missa em Maurício: jovens são a primeira missão da Igreja
Loading
 
9 de Setembro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Porto Louis - Maurício (Segunda-feira, 09-09-2019, Gaudium Press) Hoje, segunda-feira, 09 de setembro, a 31ª Viagem Apostólica do Papa Francisco chega à última etapa. Nesta terceira fase Francisco visita a capital de Maurício, Porto Luís.

Papa na Missa em Maurício- jovens são a primeira missão da Igreja-FotoVaticanNews1.jpeg

O Pontífice foi acolhido no aeroporto pelo primeiro-ministro, Pravind Kumar Jugnauth, e demais autoridades civis e eclesiásticas.
Após a execução dos hinos e do piquete de honra, o Papa se transferiu diretamente para o Monumento de Maria Rainha da Paz.

Monumento a Maria, Rainha da Paz

O Monumento foi inaugurado em agosto de 1940, em agradecimento pela preservação do país durante o primeiro conflito mundial.

O monumento situado em um ponto elevado domina a vista da cidade.

Ele foi edificado em ascendentes terraços verdes, intercalados por flores. No ponto mais elevado do outeiro foi colocado um altar com uma imagem de Nossa Senhora em mármore de 3 metros de altura.

A Virgem segura em suas mãos o globo terrestre e é meta de peregrinações.

A esplanada aos pés da Virgem tem capacidade para 80 mil pessoas.

Foi junto ao monumento que Francisco celebrou a missa no dia exato em que a Igreja recorda a memória do Bem-aventurado Jacques-Desiré Laval, conhecido como o "apóstolo da unidade mauriciana".

Como deve ser feita a Evangelização

No Monumento o Papa Francisco celebrou uma Santa Missa e durante a homilia ale pronunciada o Pontífice citou o amor por Cristo e pelos pobres como a marca distintiva da vida do beato francês que morreu na ilha em 1864.

Para Francisco foi este mesmo amor que protegeu o Beato Laval da ilusão de realizar uma evangelização "abstrata e asséptica".

Ele "sabia que evangelizar implica fazer-se tudo para todos: aprendeu a língua dos escravos recém-libertados e anunciou-lhes de maneira simples a Boa Nova da salvação".

Jovens e o objetivo primeiro do Dinamismo missionário

Para o Papa, as pequenas comunidades criadas pelo Beato Laval estão na origem das paróquias atuais e o seu dinamismo missionário, afirmou ele, deram à Igreja mauriciana uma nova juventude:

"São precisamente os jovens que, pela sua vitalidade e dedicação, podem dar à Igreja a beleza e o frescor próprios da juventude, quando desafiam a comunidade cristã a renovar-se e nos convidam a partir para novos horizontes. "

Os jovens, disse, são a primeira missão da Igreja: "Um futuro incerto, que os descarta e obriga a conceber a sua vida à margem da sociedade, deixando-os vulneráveis e quase sem pontos de referência perante as novas formas de escravidão deste século XXI."

Os Jovens encontram a felicidade em Jesus

" Não deixemos que nos roubem o rosto jovem da Igreja e da sociedade! Não permitamos aos mercadores de morte roubar as primícias desta terra! "

A missão da Igreja é convidar os jovens a encontrar a sua felicidade em Jesus.

Para viver o Evangelho, continuou Francisco, não podemos esperar que tudo seja favorável ao nosso redor, porque muitas vezes as ambições do poder e os interesses mundanos jogam contra nós.

Mas é justamente nesta situação que a vivência das bem-aventuranças se torna ainda mais urgente.

Mais que o número, interessa a santidade

O que deve preocupar a Igreja não são os números, mas a carência de homens e mulheres que queiram viver a felicidade pelos caminhos da santidade.

" Rezemos, queridos irmãos e irmãs, pelas nossas comunidades para que, dando testemunho da alegria da vida cristã, vejam florescer a vocação à santidade nas diferentes formas de vida que o Espírito nos propõe. "

Conclusão

Ao final da celebração eucarística, Francisco agradeceu ao cardeal Maurice Piat, às autoridades, voluntários e fiéis que vieram de outras ilhas, como Seychelles e Comores, pela oportunidade de visitar Maurício.

A Nossa Senhora, concluiu o Papa, "peçamos o dom da abertura ao Espírito Santo, da alegria perseverante, a alegria que não se deixa abater nem retroceder, a alegria que sempre nos faz experimentar e afirmar que o Todo Poderoso faz maravilhas, santo é o seu nome".

(JSG) (Da Redação Gaudium Press, com informações VaticanNews)

 

Loading
Papa na Missa em Maurício: jovens são a primeira missão da Igreja

Porto Louis - Maurício (Segunda-feira, 09-09-2019, Gaudium Press) Hoje, segunda-feira, 09 de setembro, a 31ª Viagem Apostólica do Papa Francisco chega à última etapa. Nesta terceira fase Francisco visita a capital de Maurício, Porto Luís.

Papa na Missa em Maurício- jovens são a primeira missão da Igreja-FotoVaticanNews1.jpeg

O Pontífice foi acolhido no aeroporto pelo primeiro-ministro, Pravind Kumar Jugnauth, e demais autoridades civis e eclesiásticas.
Após a execução dos hinos e do piquete de honra, o Papa se transferiu diretamente para o Monumento de Maria Rainha da Paz.

Monumento a Maria, Rainha da Paz

O Monumento foi inaugurado em agosto de 1940, em agradecimento pela preservação do país durante o primeiro conflito mundial.

O monumento situado em um ponto elevado domina a vista da cidade.

Ele foi edificado em ascendentes terraços verdes, intercalados por flores. No ponto mais elevado do outeiro foi colocado um altar com uma imagem de Nossa Senhora em mármore de 3 metros de altura.

A Virgem segura em suas mãos o globo terrestre e é meta de peregrinações.

A esplanada aos pés da Virgem tem capacidade para 80 mil pessoas.

Foi junto ao monumento que Francisco celebrou a missa no dia exato em que a Igreja recorda a memória do Bem-aventurado Jacques-Desiré Laval, conhecido como o "apóstolo da unidade mauriciana".

Como deve ser feita a Evangelização

No Monumento o Papa Francisco celebrou uma Santa Missa e durante a homilia ale pronunciada o Pontífice citou o amor por Cristo e pelos pobres como a marca distintiva da vida do beato francês que morreu na ilha em 1864.

Para Francisco foi este mesmo amor que protegeu o Beato Laval da ilusão de realizar uma evangelização "abstrata e asséptica".

Ele "sabia que evangelizar implica fazer-se tudo para todos: aprendeu a língua dos escravos recém-libertados e anunciou-lhes de maneira simples a Boa Nova da salvação".

Jovens e o objetivo primeiro do Dinamismo missionário

Para o Papa, as pequenas comunidades criadas pelo Beato Laval estão na origem das paróquias atuais e o seu dinamismo missionário, afirmou ele, deram à Igreja mauriciana uma nova juventude:

"São precisamente os jovens que, pela sua vitalidade e dedicação, podem dar à Igreja a beleza e o frescor próprios da juventude, quando desafiam a comunidade cristã a renovar-se e nos convidam a partir para novos horizontes. "

Os jovens, disse, são a primeira missão da Igreja: "Um futuro incerto, que os descarta e obriga a conceber a sua vida à margem da sociedade, deixando-os vulneráveis e quase sem pontos de referência perante as novas formas de escravidão deste século XXI."

Os Jovens encontram a felicidade em Jesus

" Não deixemos que nos roubem o rosto jovem da Igreja e da sociedade! Não permitamos aos mercadores de morte roubar as primícias desta terra! "

A missão da Igreja é convidar os jovens a encontrar a sua felicidade em Jesus.

Para viver o Evangelho, continuou Francisco, não podemos esperar que tudo seja favorável ao nosso redor, porque muitas vezes as ambições do poder e os interesses mundanos jogam contra nós.

Mas é justamente nesta situação que a vivência das bem-aventuranças se torna ainda mais urgente.

Mais que o número, interessa a santidade

O que deve preocupar a Igreja não são os números, mas a carência de homens e mulheres que queiram viver a felicidade pelos caminhos da santidade.

" Rezemos, queridos irmãos e irmãs, pelas nossas comunidades para que, dando testemunho da alegria da vida cristã, vejam florescer a vocação à santidade nas diferentes formas de vida que o Espírito nos propõe. "

Conclusão

Ao final da celebração eucarística, Francisco agradeceu ao cardeal Maurice Piat, às autoridades, voluntários e fiéis que vieram de outras ilhas, como Seychelles e Comores, pela oportunidade de visitar Maurício.

A Nossa Senhora, concluiu o Papa, "peçamos o dom da abertura ao Espírito Santo, da alegria perseverante, a alegria que não se deixa abater nem retroceder, a alegria que sempre nos faz experimentar e afirmar que o Todo Poderoso faz maravilhas, santo é o seu nome".

(JSG) (Da Redação Gaudium Press, com informações VaticanNews)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/104996-Papa-na-Missa-em-Mauricio--jovens-sao-a-primeira-missao-da-Igreja. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A iniciativa, organizada pela Diocese de Getafe, se propõem animar a reflexão sobre a necessidade ...
 
O evento é organizado de forma conjunta pela Conferência Episcopal Portuguesa, da Rede Mundial de ...
 
O Papa Francisco recebeu, no Vaticano, a equipe técnica de televisão e de jornalismo do canal ...
 
“Os sacerdotes não podem cumprir com a lei que lhes exigiria violar seu compromisso com o ensinam ...
 
O Calendário com as cerimônias que serão presididas pelo Papa Francisco nos meses de setembro e o ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading