Loading
 
 
 
Loading
 
Milhares de católicos celebram jornada de oração na Polônia
Loading
 
18 de Setembro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Polônia - Wloclawek (Quarta-feira, 18-09-2019, Gaudium Press) Mais de 60 mil pessoas se reuniram nos terrenos de um aeroporto em Wloclawek, Polônia, para celebrar uma jornada penitencial de oração com o lema "Polônia sob a Cruz". A iniciativa não apenas convocou aos peregrinos que se congregaram na solenidade da Exaltação da Santa Cruz, mas que uniu a milhares de fiéis em todo o território nacional.

Milhares de católicos celebram jornada de oração na Polônia.jpg

"A visão do sofrimento de Cristo pode transformar os corações humanos, estimulando o reconhecimento dos pecados e um pedido de perdão", pregou o Bispo de Wloclawek, Dom Wieslaw Mering na Missa central da jornada, segundo informou Crux. "Hoje se nos diz que nos divirtamos, desfrutamos da vida, sejamos nós mesmos e nos demos conta de nossos desejos. Mas o caminho à salvação nos conduz através do egoísmo".

O prelado convidou aos presentes a dar um testemunho valente a todo o mundo, mostrando-se como "verdadeiras testemunhas do Evangelho" e ter "coragem e amor para estar sob a Cruz de Jesus". O porta-voz do encontro, que cumpriu com as expectativas de converter-se em um marco multitudinário como o Rosário nas Fronteiras, destacou o sentido da grande convocatória: "Quando, em nossos dias, tantas pessoas dão as costas à Cristo, quando a vida eterna de tantas pessoas está em perigo, quando nossos olhos buscam cada vez mais as coisas terrenas, queremos levantar a cabeça e olhar para Jesus, que morre por nós na Cruz", informou Religión en Libertad.

Milhares de católicos celebram jornada de oração na Polônia 2.jpg

Diante dos recentes escândalos de acusações à membros da Igreja, atos de vandalismo contra templos católicos e recentes demonstrações blasfemas em manifestações civis condenadas pelos Bispos, a jornada buscava renovar o testemunho dos fiéis. "Vejo nisto uma grande oportunidade para 'arar' a antiga Diocese de Wloclawek, que tem os mesmos problemas e dificuldades que a Igreja na Polônia e no mundo", comentou Dom Mering ao informativo Niedziela. "A identidade católica se vê muito embaçada, especialmente a teologia moral se torna pouco clara. Também há todo tipo de, há que decidi-lo, más tendências na Igreja. por isso necessitamos uma expressão clara e firme de nossa posição em defesa da Igreja e em defesa da Fé".

Milhares de católicos celebram jornada de oração na Polônia 3.jpg

"Sou bastante estrito ao avaliar, especialmente nosso meio ambiente. Nós, que usamos batinas, que somos enviados pelo Senhor para pregar o Evangelho, aos poucos não temos a coragem, não conhecemos ou não encontramos os métodos corretos que devemos usar para pregar o Evangelho", lamentou o prelado. "Hoje, há muita indiferença e um esfriamento dos clérigos. Sua tarefa não é estabelecer relações corretas e amáveis com diversos ambientes, mas proclamar a Cristo em todas as partes, em todos os ambientes. E devido a que tememos a agressão ou inclusive a grosseria, renunciamos a pregação clara, tranquila e reflexiva do Evangelho. É por isso que aqueles leigos que se perguntam o que fazer para apresentar este Evangelho de uma maneira atrativa, para ser notado no mundo, merecem respeito, compreensão e toda ajuda. Os valorizo imensamente". (EPC)

Loading
Milhares de católicos celebram jornada de oração na Polônia

Polônia - Wloclawek (Quarta-feira, 18-09-2019, Gaudium Press) Mais de 60 mil pessoas se reuniram nos terrenos de um aeroporto em Wloclawek, Polônia, para celebrar uma jornada penitencial de oração com o lema "Polônia sob a Cruz". A iniciativa não apenas convocou aos peregrinos que se congregaram na solenidade da Exaltação da Santa Cruz, mas que uniu a milhares de fiéis em todo o território nacional.

Milhares de católicos celebram jornada de oração na Polônia.jpg

"A visão do sofrimento de Cristo pode transformar os corações humanos, estimulando o reconhecimento dos pecados e um pedido de perdão", pregou o Bispo de Wloclawek, Dom Wieslaw Mering na Missa central da jornada, segundo informou Crux. "Hoje se nos diz que nos divirtamos, desfrutamos da vida, sejamos nós mesmos e nos demos conta de nossos desejos. Mas o caminho à salvação nos conduz através do egoísmo".

O prelado convidou aos presentes a dar um testemunho valente a todo o mundo, mostrando-se como "verdadeiras testemunhas do Evangelho" e ter "coragem e amor para estar sob a Cruz de Jesus". O porta-voz do encontro, que cumpriu com as expectativas de converter-se em um marco multitudinário como o Rosário nas Fronteiras, destacou o sentido da grande convocatória: "Quando, em nossos dias, tantas pessoas dão as costas à Cristo, quando a vida eterna de tantas pessoas está em perigo, quando nossos olhos buscam cada vez mais as coisas terrenas, queremos levantar a cabeça e olhar para Jesus, que morre por nós na Cruz", informou Religión en Libertad.

Milhares de católicos celebram jornada de oração na Polônia 2.jpg

Diante dos recentes escândalos de acusações à membros da Igreja, atos de vandalismo contra templos católicos e recentes demonstrações blasfemas em manifestações civis condenadas pelos Bispos, a jornada buscava renovar o testemunho dos fiéis. "Vejo nisto uma grande oportunidade para 'arar' a antiga Diocese de Wloclawek, que tem os mesmos problemas e dificuldades que a Igreja na Polônia e no mundo", comentou Dom Mering ao informativo Niedziela. "A identidade católica se vê muito embaçada, especialmente a teologia moral se torna pouco clara. Também há todo tipo de, há que decidi-lo, más tendências na Igreja. por isso necessitamos uma expressão clara e firme de nossa posição em defesa da Igreja e em defesa da Fé".

Milhares de católicos celebram jornada de oração na Polônia 3.jpg

"Sou bastante estrito ao avaliar, especialmente nosso meio ambiente. Nós, que usamos batinas, que somos enviados pelo Senhor para pregar o Evangelho, aos poucos não temos a coragem, não conhecemos ou não encontramos os métodos corretos que devemos usar para pregar o Evangelho", lamentou o prelado. "Hoje, há muita indiferença e um esfriamento dos clérigos. Sua tarefa não é estabelecer relações corretas e amáveis com diversos ambientes, mas proclamar a Cristo em todas as partes, em todos os ambientes. E devido a que tememos a agressão ou inclusive a grosseria, renunciamos a pregação clara, tranquila e reflexiva do Evangelho. É por isso que aqueles leigos que se perguntam o que fazer para apresentar este Evangelho de uma maneira atrativa, para ser notado no mundo, merecem respeito, compreensão e toda ajuda. Os valorizo imensamente". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/105205-Milhares-de-catolicos-celebram-jornada-de-oracao-na-Polonia. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A imagem do Senhor do Veneno, também conhecida como o “Cristo Negro”, salvou um homem ao qual p ...
 
Propaga-se que ele seja uma inocente brincadeira para descontrair e divertir-se de um modo... difere ...
 
A obra, intitulada “História da Congregação do Santíssimo Redentor: as origens”, foi organiz ...
 
O Terço dos Homens surgiu em 1936 no estado de Sergipe, chegando a Trindade em 2015, onde foi receb ...
 
Francisco falou também a missão de São Paulo e São Barnabé e o Concílio de Jerusalém. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading