Loading
 
 
 
Loading
 
Igreja em Grenoble foi queimada intencionalmente, diz justiça francesa
Loading
 
10 de Outubro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

França - Grenoble (Quinta-feira, 10-10-2019, Gaudium Press) Após 10 meses, em que um incêndio destruiu a igreja de Santiago, em Grenoble, na noite de 16 a 17 de janeiro passado, a investigação levada adiante pela justiça francesa acredita que o fato não foi acidental, mas teve mãos criminosas como responsáveis.

Igreja em Grenoble foi queimada intencionalmente, diz justiça francesa.jpg

A princípio se acreditou que o incêndio foi devido a uma falha elétrica na armação da construção, apesar de um grupo anarquista ter reivindicado o atentado no dia 22 de janeiro.

Entretanto, recentemente se descobriram restos de combustível, o que ocasionou que os fatos fossem requalificados como criminosos.

O Bispo de Grenoble-Vienne, Dom Guy de Kerimel, denunciou "um atentado à liberdade de consciência, à liberdade de culto, à qualidade de viver em comunidade". "Este atentado parece inscrever-se em uma onda de incêndios criminosos que visam lugares simbólicos no conjunto da cidade de Grenoble", expressou o prelado.

Em abril deste ano, Gaudium Press destacou a reportagem da ABC, que informava que doze igrejas na França haviam sido vítimas de vandalismo anticatólico, em um lapso de somente 7 dias. Particularmente horrorizante foi o ataque à igreja de São Sulpício, em Paris, em 17 de abril, quando após a celebração eucarística dominical do meio-dia, o pároco viu um indivíduo colocando fogo em madeiras ao redor do templo. (EPC)

Loading
Igreja em Grenoble foi queimada intencionalmente, diz justiça francesa

França - Grenoble (Quinta-feira, 10-10-2019, Gaudium Press) Após 10 meses, em que um incêndio destruiu a igreja de Santiago, em Grenoble, na noite de 16 a 17 de janeiro passado, a investigação levada adiante pela justiça francesa acredita que o fato não foi acidental, mas teve mãos criminosas como responsáveis.

Igreja em Grenoble foi queimada intencionalmente, diz justiça francesa.jpg

A princípio se acreditou que o incêndio foi devido a uma falha elétrica na armação da construção, apesar de um grupo anarquista ter reivindicado o atentado no dia 22 de janeiro.

Entretanto, recentemente se descobriram restos de combustível, o que ocasionou que os fatos fossem requalificados como criminosos.

O Bispo de Grenoble-Vienne, Dom Guy de Kerimel, denunciou "um atentado à liberdade de consciência, à liberdade de culto, à qualidade de viver em comunidade". "Este atentado parece inscrever-se em uma onda de incêndios criminosos que visam lugares simbólicos no conjunto da cidade de Grenoble", expressou o prelado.

Em abril deste ano, Gaudium Press destacou a reportagem da ABC, que informava que doze igrejas na França haviam sido vítimas de vandalismo anticatólico, em um lapso de somente 7 dias. Particularmente horrorizante foi o ataque à igreja de São Sulpício, em Paris, em 17 de abril, quando após a celebração eucarística dominical do meio-dia, o pároco viu um indivíduo colocando fogo em madeiras ao redor do templo. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/105544-Igreja-em-Grenoble-foi-queimada-intencionalmente--diz-justica-francesa. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Agora, dezena de milhares de fiéis católicos que falam a língua Konkani e vivem nos Estados de Go ...
 
A Venezuela se assemelha “ao que a Europa viveu após a Segunda Guerra Mundial". ...
 
“O principal instrumento para despertar vocações é a santidade dos evangelizadores. Se levassem ...
 
O corpo do sacerdote foi encontrado enterrado com sinais de estrangulamento e um profundo corte na g ...
 
Criação do novo santuário, que terá como núcleo uma réplica da Capelinha das Aparições. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading