Loading
 
 
 
Loading
 
Religioso beneditino digitaliza milhões de páginas de manuscritos religiosos
Loading
 
14 de Outubro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Estados Unidos - Washington (Segunda-feira, 14-10-2019, Gaudium Press) Um sacerdote beneditino norte-americano, o Padre Columba Stewart, havia vivido perto de uma vasta coleção de manuscritos com conteúdos sacros desde o início de sua vida religiosa em 1980, mas uma particular missão o levou a liderar a digitalização de mais de 70 milhões de páginas. O esforço de conservação se estende agora a 13 países e inclui regiões afetadas pela guerra civil e a perseguição aos cristãos.

Religioso beneditino digitaliza milhões de páginas de manuscritos religiosos.jpg

"Já havia 40 milhões (de documentos) quando comecei (a digitalização em 2003). Temos que estar mais próximos de 60, 75 milhões", indicou o sacerdote a CNS sobre seu trabalho documental. "Posso dizer-lhe quantos arquivos digitais: 12,5 milhões de arquivos digitais depois de 2003, muitos deles são extensões de 20 páginas. Isso sugere que nosso número real está mais próximo de 70, 75 milhões".

A chegada do religioso a este trabalho se gerou quando um grupo de cristãos do Líbano pediu recuperar parte de seu patrimônio manuscrito e o sacerdote foi designado para assessorar o projeto. Uma mudança de direção na biblioteca lhe deu acesso aos documentos e marcou o começo de um caminho que permitiu preservar documentos em zonas de guerra e perseguição. "As coisas explodem muito de repente. Já estávamos no lugar, em ambas crises, na Síria e Iraque, respectivamente, depois de ter começado a trabalhar antes de suas crises", relatou o sacerdote.

"As únicas coleções de manuscritos que estamos seguros que foram destruídas nos conflitos estavam em Mosul (Iraque), e havíamos digitalizado a maior parte dessa coleção", comentou o Padre Stewart. "Temos coleções de manuscritos na Síria e Iraque que não foram digitalizados, mas estão a salvo". Entre as metas do religioso estão a preservação de documentos no Afeganistão, algo que não considera possível pelas condições atuais do país, e investigar outros países da Ásia Central para identificar quais documentos podem ser encontrados.

Ainda que sua experiência pessoal seja muito valiosa, tendo lhe merecido apresentar a Conferência Jefferson do ‘National Endowment for the Humanities' em Washington, o religioso não se considera imprescindível para a continuidade do trabalho. "Chegará o dia em que já não estarei ativo. Mas isto foi iniciado por monges na Abadia e inspirado pelo carisma beneditino", comentou. "Os monges estão muito orgulhosos do trabalho na biblioteca. Creio que sempre haverá algum tipo de vínculo". (EPC)

Loading
Religioso beneditino digitaliza milhões de páginas de manuscritos religiosos

Estados Unidos - Washington (Segunda-feira, 14-10-2019, Gaudium Press) Um sacerdote beneditino norte-americano, o Padre Columba Stewart, havia vivido perto de uma vasta coleção de manuscritos com conteúdos sacros desde o início de sua vida religiosa em 1980, mas uma particular missão o levou a liderar a digitalização de mais de 70 milhões de páginas. O esforço de conservação se estende agora a 13 países e inclui regiões afetadas pela guerra civil e a perseguição aos cristãos.

Religioso beneditino digitaliza milhões de páginas de manuscritos religiosos.jpg

"Já havia 40 milhões (de documentos) quando comecei (a digitalização em 2003). Temos que estar mais próximos de 60, 75 milhões", indicou o sacerdote a CNS sobre seu trabalho documental. "Posso dizer-lhe quantos arquivos digitais: 12,5 milhões de arquivos digitais depois de 2003, muitos deles são extensões de 20 páginas. Isso sugere que nosso número real está mais próximo de 70, 75 milhões".

A chegada do religioso a este trabalho se gerou quando um grupo de cristãos do Líbano pediu recuperar parte de seu patrimônio manuscrito e o sacerdote foi designado para assessorar o projeto. Uma mudança de direção na biblioteca lhe deu acesso aos documentos e marcou o começo de um caminho que permitiu preservar documentos em zonas de guerra e perseguição. "As coisas explodem muito de repente. Já estávamos no lugar, em ambas crises, na Síria e Iraque, respectivamente, depois de ter começado a trabalhar antes de suas crises", relatou o sacerdote.

"As únicas coleções de manuscritos que estamos seguros que foram destruídas nos conflitos estavam em Mosul (Iraque), e havíamos digitalizado a maior parte dessa coleção", comentou o Padre Stewart. "Temos coleções de manuscritos na Síria e Iraque que não foram digitalizados, mas estão a salvo". Entre as metas do religioso estão a preservação de documentos no Afeganistão, algo que não considera possível pelas condições atuais do país, e investigar outros países da Ásia Central para identificar quais documentos podem ser encontrados.

Ainda que sua experiência pessoal seja muito valiosa, tendo lhe merecido apresentar a Conferência Jefferson do ‘National Endowment for the Humanities' em Washington, o religioso não se considera imprescindível para a continuidade do trabalho. "Chegará o dia em que já não estarei ativo. Mas isto foi iniciado por monges na Abadia e inspirado pelo carisma beneditino", comentou. "Os monges estão muito orgulhosos do trabalho na biblioteca. Creio que sempre haverá algum tipo de vínculo". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/105588-Religioso-beneditino-digitaliza-milhoes-de-paginas-de-manuscritos-religiosos. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Francisco nomeou um jesuíta para o cargo de Secretário para a Economia da Santa Sé. ...
 
A Campanha da Fraternidade 2020, que segue o tema “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e o l ...
 
Papa alertou para o uso da tecnologia digital na promoção de abusos de menores e pediu ações con ...
 
O propósito do evento internacional é o de aprofundar e difundir a devoção a Maria Auxiliadora e ...
 
Um novo horário será estabelecido para a visita de peregrinos e turistas, na Basílica da Nativi ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading