Loading
 
 
 
Loading
 
Papa recomenda deixar-se converter pelo olhar de Jesus
Loading
 
4 de Novembro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Segunda-feira, 04-11-2019, Gaudium Press) Antes de rezar o Angelus no último domingo, 03/11, Francisco fez um pedido a Nossa Senhora para que ela obtivesse para todos nós a graça de sempre sentirmos sobre nós o olhar misericordioso de Jesus, para então, com misericórdia, irmos ao encontro dos que praticam o mal.

Para o Pontífice, "O desprezo e o fechamento em relação ao pecador não fazem senão que isolá-lo e endurecê-lo no mal que ele faz contra si e contra a comunidade".

Papa recomenda deixar-se converter pelo olhar de Jesus.FotoArquivoGaudiumPress.jpg

Zaqueu converteu-se

Zaqueu, chefe dos "publicanos", isto é, aqueles judeus que cobravam impostos em nome do império romano - começou explicando o Papa - "era rico não devido a ganhos honestos, mas porque pedia a "propina", e isso aumentava o desprezo por ele".

O episódio da conversão de Zaqueu foi narrado por São Lucas, que ao perceber a atenção e a acolhida que recebeu de Jesus, muda radicalmente de mentalidade.

Zaqueu encontrou o Amor e descobriu ser amado. E assim tornou-se também ele capaz de amar os outros, restituindo quatro vezes mais a quem havia prejudicado.

O Encontro com Jesus

Sabendo da passagem de Jesus por Jericó, ele queria ver de perto a Nosso Senhor. Ele queria ver aquele de quem "ouvira dizer coisas extraordinárias".

Sendo de baixa estatura, sobe na árvore. Mas é Jesus quem, em meio aos tantos rostos que o cercavam, "olha para cima e o vê".

Segundo Francisco, "isso é importante: o primeiro olhar não é de Zaqueu, mas de Jesus, que entre os muitos rostos que o cercam, procura exatamente aquele. O olhar misericordioso do Senhor nos alcança antes mesmo que nós percebamos ter necessidade de sermos salvos".

Jesus o olhou antes, o olhar divino do Mestre

Com esse olhar do divino Mestre "começa o milagre da conversão do pecador", ressaltou o Pontífice.

Jesus o chama pelo nome e pede que desça depressa, pois quer ir ter com ele em sua casa.

"Ele não o censura, não lhe faz um "sermão"; diz que deve ir até ele: "deve", porque é a vontade do Pai".

Francisco comenta o que as pessoas murmuram, pois Jesus escolhe entrar na casa de um pecador público, desprezado por todos.

Diz o Papa:
"Nós também teríamos ficado escandalizados com esse comportamento de Jesus. Mas o desprezo e o fechamento em relação ao pecador não fazem senão que isolá-lo e endurecê-lo no mal que ele faz contra si e contra a comunidade. Em vez disso, Deus condena o pecado, mas tenta salvar o pecador, vai procurá-lo para trazê-lo de volta ao caminho reto".

Dificuldade de entender

"Quem nunca se sentiu procurado pela misericórdia de Deus, tem dificuldade em compreender a extraordinária grandeza dos gestos e palavras com que Jesus se aproxima de Zaqueu "

A mudança de mentalidade

A atenção de Jesus e a forma como foi acolhido, levam Zaqueu a uma mudança de mentalidade.

"Em um momento ele percebe quanto é mesquinha uma vida movida pelo dinheiro, à custa de roubar dos outros e ser desprezado por eles":

"Ter o Senhor ali, em sua casa, faz com que ele veja tudo com olhos diferentes, também com um pouco da ternura com que Jesus olhou para ele. E muda também o seu modo de ver e de usar o dinheiro: substitui o gesto do extorquir pelo de dar. De fato, decide dar metade do que possui aos pobres e restituir quatro vezes mais àqueles de quem roubou. Zaqueu descobre de Jesus que é possível amar gratuitamente: até agora ele era avarento, agora se torna generoso; gostava de acumular, agora se alegra em distribuir".

"Encontrando o Amor, descobrindo ser amado apesar de seus pecados, ele se torna capaz de amar os outros, fazendo do dinheiro um sinal de solidariedade e de comunhão. "

(JSG)

 

Loading
Papa recomenda deixar-se converter pelo olhar de Jesus

Cidade do Vaticano (Segunda-feira, 04-11-2019, Gaudium Press) Antes de rezar o Angelus no último domingo, 03/11, Francisco fez um pedido a Nossa Senhora para que ela obtivesse para todos nós a graça de sempre sentirmos sobre nós o olhar misericordioso de Jesus, para então, com misericórdia, irmos ao encontro dos que praticam o mal.

Para o Pontífice, "O desprezo e o fechamento em relação ao pecador não fazem senão que isolá-lo e endurecê-lo no mal que ele faz contra si e contra a comunidade".

Papa recomenda deixar-se converter pelo olhar de Jesus.FotoArquivoGaudiumPress.jpg

Zaqueu converteu-se

Zaqueu, chefe dos "publicanos", isto é, aqueles judeus que cobravam impostos em nome do império romano - começou explicando o Papa - "era rico não devido a ganhos honestos, mas porque pedia a "propina", e isso aumentava o desprezo por ele".

O episódio da conversão de Zaqueu foi narrado por São Lucas, que ao perceber a atenção e a acolhida que recebeu de Jesus, muda radicalmente de mentalidade.

Zaqueu encontrou o Amor e descobriu ser amado. E assim tornou-se também ele capaz de amar os outros, restituindo quatro vezes mais a quem havia prejudicado.

O Encontro com Jesus

Sabendo da passagem de Jesus por Jericó, ele queria ver de perto a Nosso Senhor. Ele queria ver aquele de quem "ouvira dizer coisas extraordinárias".

Sendo de baixa estatura, sobe na árvore. Mas é Jesus quem, em meio aos tantos rostos que o cercavam, "olha para cima e o vê".

Segundo Francisco, "isso é importante: o primeiro olhar não é de Zaqueu, mas de Jesus, que entre os muitos rostos que o cercam, procura exatamente aquele. O olhar misericordioso do Senhor nos alcança antes mesmo que nós percebamos ter necessidade de sermos salvos".

Jesus o olhou antes, o olhar divino do Mestre

Com esse olhar do divino Mestre "começa o milagre da conversão do pecador", ressaltou o Pontífice.

Jesus o chama pelo nome e pede que desça depressa, pois quer ir ter com ele em sua casa.

"Ele não o censura, não lhe faz um "sermão"; diz que deve ir até ele: "deve", porque é a vontade do Pai".

Francisco comenta o que as pessoas murmuram, pois Jesus escolhe entrar na casa de um pecador público, desprezado por todos.

Diz o Papa:
"Nós também teríamos ficado escandalizados com esse comportamento de Jesus. Mas o desprezo e o fechamento em relação ao pecador não fazem senão que isolá-lo e endurecê-lo no mal que ele faz contra si e contra a comunidade. Em vez disso, Deus condena o pecado, mas tenta salvar o pecador, vai procurá-lo para trazê-lo de volta ao caminho reto".

Dificuldade de entender

"Quem nunca se sentiu procurado pela misericórdia de Deus, tem dificuldade em compreender a extraordinária grandeza dos gestos e palavras com que Jesus se aproxima de Zaqueu "

A mudança de mentalidade

A atenção de Jesus e a forma como foi acolhido, levam Zaqueu a uma mudança de mentalidade.

"Em um momento ele percebe quanto é mesquinha uma vida movida pelo dinheiro, à custa de roubar dos outros e ser desprezado por eles":

"Ter o Senhor ali, em sua casa, faz com que ele veja tudo com olhos diferentes, também com um pouco da ternura com que Jesus olhou para ele. E muda também o seu modo de ver e de usar o dinheiro: substitui o gesto do extorquir pelo de dar. De fato, decide dar metade do que possui aos pobres e restituir quatro vezes mais àqueles de quem roubou. Zaqueu descobre de Jesus que é possível amar gratuitamente: até agora ele era avarento, agora se torna generoso; gostava de acumular, agora se alegra em distribuir".

"Encontrando o Amor, descobrindo ser amado apesar de seus pecados, ele se torna capaz de amar os outros, fazendo do dinheiro um sinal de solidariedade e de comunhão. "

(JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/105961-Papa-recomenda-deixar-se-converter-pelo-olhar-de-Jesus. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O homem é feito para viver em comunhão com Deus, no qual encontra sua felicidade. ...
 
Inspirado na ‘Ratio Fundamentalis Institutionis Sacerdotalis - O dom da vocação presbiteral', o ...
 
A visita será de 23 a 26 de novembro, quando Francisco visitará Tóquio, Nagasaki e Hiroshima. ...
 
Bento XVI (2009): “esta festa nos proporciona a ocasião de ressaltar o significado e o valor da I ...
 
Uma turba de manifestantes, forçou um dos acessos do templo para levar os bancos para a rua e incen ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading