Loading
 
 
 
Loading
 
São Martinho de Tours: 11 de novembro
Loading
 
11 de Novembro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Segunda-feira, 11-11-2019, Gaudium Press) A Igreja recorda nesta segunda-feira, 11 de novembro, a festa litúrgica de São Martinho de Tours.

São Martinho de Tours- 11 de novembro.jpg

São Martinho de Tours nasceu na Hungria por volta do ano 316, filho de pais pagãos.

Aos quinze anos, viu-se obrigado a entrar no exército, devido a um edito imperial.
Divergem os historiadores sobre a duração do seu serviço militar. Alguns julgam ter permanecido no exército o tempo então exigido: 25 anos.

Como soldado da Guarda Imperial, passou em Amiens a maior parte de sua vida castrense.
Aconteceu ali o célebre episódio que ficou imortalizado nas páginas hagiográficas de Martinho e em inúmeras obras de arte.

Durante o rigoroso inverno de 335, o santo passava por uma das portas da cidade quando avistou um mendigo tremendo de frio, o qual estendeu-lhe a mão, pedindo auxílio.

Não tinha dinheiro para dar-lhe, mas, sem titubear, sacou a espada, dividiu ao meio sua capa de frio e entregou uma parte ao infeliz.

Nessa noite, o jovem soldado viu em sonhos Cristo Jesus vestido com a metade do agasalho por ele doado.

E ouviu-O dizer com voz forte a uma multidão de anjos: "Martinho, que é apenas catecúmeno, cobriu-Me com este manto".

Embora ainda não batizado, sua alma estava já embebida da caridade cristã.

Depois de receber o batismo e renunciar a milícia, fundou um mosteiro em Ligugé (França), onde viveu a vida monástica sob a direção de Santo Hilário.

Mais tarde, recebeu a ordem sacerdotal e foi eleito Bispo de Tours. Morreu em 397.

A capa de São Martinho

A meia capa de São Martinho de Tours foi colocada em uma urna e construíram-lhe um pequeno santuário.

Como em latim "meia capa" se diz "capela", as pessoas costumavam dizer: "Vamos rezar onde está a capela".

Desse modo, o nome "capela" se popularizou e passou a ser usado para designar os pequenos lugares de oração.

São Martinho de Tours, padroeiro da Guarda Suíça Pontifícia e é também padroeiro da França e da Hungria.

(JSG)

 

Loading
São Martinho de Tours: 11 de novembro

Redação (Segunda-feira, 11-11-2019, Gaudium Press) A Igreja recorda nesta segunda-feira, 11 de novembro, a festa litúrgica de São Martinho de Tours.

São Martinho de Tours- 11 de novembro.jpg

São Martinho de Tours nasceu na Hungria por volta do ano 316, filho de pais pagãos.

Aos quinze anos, viu-se obrigado a entrar no exército, devido a um edito imperial.
Divergem os historiadores sobre a duração do seu serviço militar. Alguns julgam ter permanecido no exército o tempo então exigido: 25 anos.

Como soldado da Guarda Imperial, passou em Amiens a maior parte de sua vida castrense.
Aconteceu ali o célebre episódio que ficou imortalizado nas páginas hagiográficas de Martinho e em inúmeras obras de arte.

Durante o rigoroso inverno de 335, o santo passava por uma das portas da cidade quando avistou um mendigo tremendo de frio, o qual estendeu-lhe a mão, pedindo auxílio.

Não tinha dinheiro para dar-lhe, mas, sem titubear, sacou a espada, dividiu ao meio sua capa de frio e entregou uma parte ao infeliz.

Nessa noite, o jovem soldado viu em sonhos Cristo Jesus vestido com a metade do agasalho por ele doado.

E ouviu-O dizer com voz forte a uma multidão de anjos: "Martinho, que é apenas catecúmeno, cobriu-Me com este manto".

Embora ainda não batizado, sua alma estava já embebida da caridade cristã.

Depois de receber o batismo e renunciar a milícia, fundou um mosteiro em Ligugé (França), onde viveu a vida monástica sob a direção de Santo Hilário.

Mais tarde, recebeu a ordem sacerdotal e foi eleito Bispo de Tours. Morreu em 397.

A capa de São Martinho

A meia capa de São Martinho de Tours foi colocada em uma urna e construíram-lhe um pequeno santuário.

Como em latim "meia capa" se diz "capela", as pessoas costumavam dizer: "Vamos rezar onde está a capela".

Desse modo, o nome "capela" se popularizou e passou a ser usado para designar os pequenos lugares de oração.

São Martinho de Tours, padroeiro da Guarda Suíça Pontifícia e é também padroeiro da França e da Hungria.

(JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/106087-Sao-Martinho-de-Tours--11-de-novembro. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Porei “inimizades entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a descendência dela” e Ela t ...
 
O mundo parece ter medo de recordar o que realmente é o Natal e mostra só um imaginário banal e c ...
 
A cerimônia foi presidida pelo cardeal Bertello, presidente do Governatorato da Cidade do Vaticano. ...
 
Cardeal Sturla: a iniciativa “volta a colocar Jesus no centro da atenção natalina num país tão ...
 
O Bispo de Phoenix, Estados Unidos, Dom Thomas Olmsted, escreveu um artigo para analisar um dos tran ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading